terça-feira, 26 de agosto de 2008

OLIMPIADA: A HORA DE AVALIAÇÃO DE PEQUIM (II)

RIQUEZA DE MANIFESTAÇÕES

( em termos de volume)

Clery no QG OLIMPICO DE SANTA MARIA

QG OLIMPICO DE SANTA MARIA, já compilou em torno de 50 páginas de manifestações de listeiros da CEV-LEIS e também crônicas de blogs e sites.

Hoje com o advento da Internet ( sites e Blogs) há uma facilidade das pessoas se manifestarem através destes meios e como o assunto OLIMPIADA está em evidência, por ter sido um evento universal, que teve o olhar total da MÍDIA do MUNDO e por bilhões de pessoas como expectadores , que congregou diretamente no Evento, 204 países, sendo ineditismo em termos de uma concentração em 16 dias, num país.

O assunto em evidência suscita várias análises pela complexidade de dados que oferece e mesmo pelo interesse de quem escreve.

É pauta certa dos AUTORES que vão desde profissionais legalizados da área e de outras, leigos, ponderados, críticos, coerentes, fanfarrões e aproveitadores que lançam de tudo. E neste sentido está a grandiosidade de conhecer para poder discernir o que é coerente ou não. Pois com a liberdade de expressão, os AUTORES estão bombando e isso dá vazão a dizer aquilo que vem à cabeça.

Imaginem vocês o que armazenamos nestas manifestações que saíram na nossa CEV-LEIS, podemos dizer que quase todas elas criticando a participação do Brasil, desde a fraca conquista de medalhas – é a análise mais freqüente sem ver ou não o progresso em modalidades esportivas ou provas finais – e os gastos na preparação e participação do BRASIL em PEQUIM, críticas principalmente aos dirigentes do COB e CONFEDERAÇÕES; o uso de verbas no esporte rendimento e o desleixo com o esporte escolar – não havendo uma definição de quem o dirige e tendo até a intromissão do COB.

AVALIAÇÃO DO COB E ME – Depois da manifestação do presidente do COB, Nuzmann, lá mesmo em PEQUIM enaltecendo a participação do Brasil, afirmando a evolução do esporte brasileiro e registra conquistas inéditas em Pequim, na ABERTURA DO SEMINÁRIO DA LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE, em Brasília, O Ministro do Esporte , ORLANDO SILVA falou no recorde da delegação com a participação de 277 atletas, de 132 mulheres, na disputa de 32 modalidades. Disse que alcançar 15 medalhas, numa Olimpiada que teve uma China avalassadora, foi um bom desempenho e que o Brasil dobrou a presença em finais olímpicas.

O Ministro afirmou que o Brasil tem de estabelecer metas para as próximas olimpiadas e investir na infra-estrutura esportiva no Brasil. Tem que valorizar o planejamento e eficiência no uso de recursos Públicos.

No final o Ministro Orlando frisou “Temos que nos preocupar com o esporte como direito das pessoas, porque a formação de campeões é consequência dos campeões de vida. Por isso, o esporte é uma oportunidade. ( extraído do site do COB).

NOTA DO EDITOR - Certamente não ficaremos nestes escritos, pois o assunto ainda está em ebolição e exigirá uma posição por parte do GOVERNO e da ENTIDADE que abraça tudo no esporte neste país – COB – com o apoio das CONFEDERAÇÕES, que são dirigidas por pessoas de íntima relação com os mandatários do COB, que anunciaram em 1995 – Como diz o nosso colega JCRUZ, de Brasília, uma renovação do esporte brasileiro num prazo de 12 anos e já estamos com 13 anos e os resultados não foram os anunciados.

EM TEMPO – Li que os dirigentes do COB e ME falaram que a LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE será uma fonte de recursos para o novo ciclo olimpico, mas não era isso que disseram quando aprovaram a Lei. Lembro bem; “ A LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE SERÁ A RENDENÇAÕ DO ESPORTE NO PAÍS” Balela, exigindo que a EMPRESA parceira do esporte tenha um LUCRO REAL de mais de 200 milhões anuais. Numa cidade como Santa Maria são raras e como o esporte comunitário e escolar irão se beneficiar com o favorecimento desta Lei, realmente a LEI SERVE PARA OS GRANDES, quando disse isso num SEMINÁRIO antes da aprovação da Lei em Brasília, me contestaram e o que se comprovou pois 30 MILHÕES foram para a PETROBRÁS legalizar o seu patrocínio com o COB.

Um comentário:

Prof. Vilson Bagatini disse...

Clery.Esportge, eu estou sempre bem informado.
Um abraço e parabéns.
Prof. Vilson Bagatini