sábado, 2 de agosto de 2008

OLIMPIADA:CENSURA CONTINUA EM PEQUIM

CHINA não cumpre acordo de Liberdade de Imprensa
Inicialmente foram os cinegrafistas alemães na Muralha da China e certamente outros incidentes, recentemente o CONSULADO CHINES no Brasil negou visto para jornalista avulso ( nosso caso) e agora continua censura a Internet. Para entendimento reproduzimos a notícia desta noite na GAZETAESPORTIVA.NET.
Rogge é acusado de não tentar acabar com censura à internet
Olimpíadas 2008/Bastidores - (02/08/2008 17:44:57)
Pequim (China) - A menos de uma semana para começar as Olimpíadas, o presidente do Comite Olímpico Internacional (COI), Jacques Rogge, foi acusado, neste sábado, de não cumprir as promessas de combater a censura ao acesso a internet na China. Segundo jornalistas, alguns endereços eletrônicos permaneceram bloqueados.

Sob pressão do COI, o Comitê Organizador dos Jogos (Bocog) desbloqueou o acesso a determinados sites para a imprensa, mas outras páginas permaneceram censuradas para aos jornalistas que farão a cobertura olímpica.

“É necessário que toda a imprensa tenha o maior acesso possível acesso à internet e eu insisto em dizer que nós não aceitamos qualquer restrições e nossos requisitos junto a Pequim permaneceram inalterados desde que o COI decidiu que cidade seria a cidade anfitriã dos Jogos”, esclareceu Rogge.

Em 2001, quando a capital chinesa ganhou o direito de sediar os Jogos, Wang Wei, membro da comissão organizadora das Olimpíadas, garantiu que o país anfitrião não dificultaria o trabalho dos jornalista, na época ele disse: “Vamos dar total liberdade para os veículos de comunicação”.

Entretanto, os chineses não cumpriram a promessa, uma vez que bloquearam o acesso a diversos sites que são considerados ‘incômodos’ para o governo local. Foram restringidos o acesso a endereços eletrônicos de exilados tibetanos, por exemplo, assim como páginas da internet que falam sobre direitos humanos.

Nenhum comentário: