sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

UM POUCO DO CURRÍCULO DO PROFESSOR TUBINO

FORMAÇÃO ACADÊMICA:
• Oficial de Marinha - Bacharel em Ciências Navais Escola Naval (1960)
• Mestre em Educação na área de Administração Educacional - UFRJ (1976); Doutor em Educação Física Universidade Livre de Bruxelas (1982);
• Doutor em Educação na área de Planejamento e Administração Educacional Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ (1988);
• Livre-Docente Universidade Estadual do Rio de Janeiro - UERJ (1988)

FUNÇÕES ATUAIS:
Internacionais
• Féderation Internacionale d'Education Physique (FIEP) - Presidente e editor do FIEP Bulletin (Journal of the Féderation Internationale d'Education Physique - FIEP);
• Membro Conselho Diretor da Association Internationale des Ecoles Superieures d'Education Physique (AIESEP) - Director Board Member;
• International Council for Sport Science and Physical Education (ICSSPE) - Board Member;
• International Council for Sport Pedagogy (ICSP) - Board Member;
• Membro do juri do Prêmio Prince Faisal, promovido pela Arab Sports Confederation (ASC) e pela FIEP;

Nacionais:
• Professor do PPGEF da Universidade Castelo Branco e da UNISUAM;
• Universidade Castelo Branco - Rio de Janeiro - Professor de Programa de Mestrado em Motricidade Humana e coordenador do LABESPORTE (Laboratório de Estudos do Esporte).
• Fundação Getúlio Vargas - Rio de Janeiro - Professor do MBA - Administração Esportiva .Pesquisador do CNPq;

Outras Funções:
• Acadêmico da Academia Brasileira de Ciências Sociais;
• Membro do Comitê Assessor Multidisciplinar de Saúde (mandato até 2005); Pesquisador I-A; Pesquisa em desenvolvimento: "A perspectiva das práticas esportivas na busca de uma Cultura de Paz na era da complexidade" (vigência: 01/03/2002 a 28/02/2005) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Conselheiro Federal do CONFEF.

EXPERIÊNCIAS EM ADMINISTRAÇÃO UNIVERSITÁRIA
Na
Universidade Veiga de Almeida – UVA
• Diretor do Instituto de Ciências da Saúde - ICS;
• Coordenador de Pós-graduação.

Na Universidade Gama Filho – UGF
• Vice - Diretor de Departamento (1975-1976);
• Diretor de Departamento (1976-1981);
• Decano de Ciências Humanas (1981-1992);
• Vice-reitor Acadêmico (1992-1998)

Na Escola de Educação Física de Volta Redonda
• Diretor (1970-1975)

EXPERIÊNCIAS EM FUNÇÕES PÚBLICAS
No
Ministério de Educação:
• Presidente do Conselho Nacional de Desportos - CND (1985-1990);
• Secretário de Educação Física e Desportos (1989-1990)

No Ministério de Esportes e Turismo;
• Presidente do Instituto Nacional de Desenvolvimento do Esporte - INDESP (Jan. 1999 - Out. 1999)

PARTICIPAÇÃO EM BANCAS EXAMINADORAS DE UNIVERSIDADES

No exterior:
• Universidade do Porto - Portugal
• Universidade Técnica de Lisboa - Portugal

No Brasil:
• USP, UNICAMP, UFRJ, UERJ, UGF, UFF, PUC/RS, UNIFESP, UNESA, UCB e UNIFOA

PAÍSES EM QUE APRESENTOU TRABALHOS (CONFERÊNCIAS, COMUNICAÇÕES, CURSOS, ETC)
Alemanha, Argentina, Austrália, Bélgica, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Espanha, EUA, Finlândia, França, Inglaterra, Itália, Marrocos, México, Panamá, Paraguai, Peru, Polônia, Portugal, República Dominicana, Suíça, Uruguai e Venezuela.

PRODUÇÃO CIENTÍFICA:
• Autor de 20 livros publicados;
• Mais de 300 trabalhos (artigos, separatas, resumos, etc.) publicados
• Mais de 600 conferências proferidas.

Ultimo Livro publicado foi o DICIONÁRIO ENCICLOPÉDICO TUBINO DO ESPORTE, com Fábio Mazeron Tubino e Fernando Antonio Cardoso Garrido, 6240 Termos, Conceitos e Verbetes, com 992 páginas, Editora SENAC

Nota do Editor - Nós na qualidade de profissional de Educação Física e jornalista, integrante da FIEP, tivemos a honra de estar muitas vezes com o professor TUBINO, mas não foi só oficialmente, tivemos por 19 dias o convívio de sua família em seu apartamento em Copacaba. Fomos seu hóspede durante a cobertura que realizamos dos JOGOS PANAMERICANOS, em 2007. Tivemos pois de um convívio, um privilégio. Então a dor é mais do que profissionalmente, que já muito forte, pois sem dúvidas , TUBINO foi uma das maiores autoridades da Educação Física e esporte do Mundo e certamente a maior da história da Educação Física e Esporte do Brasil.
Associamo-nos a todas as homenagens que estão sendo prestadas, sentimos não poder estar lá no seu enterro, mas nos nossos amigos ALMIR GRUHN e PAULO ANTONELLI lá estão nos representando.
Até FOZ DO IGUAÇU, na comemoração dos 60 ANOS da FIEP no Brasil, que tem uma vida de TUBINO.
CLERY
Site: www.tubino.pro.br

PERDEMOS TUBINO, MAS TEMOS O CONFORTO DE TER O PRIVILÉGIO DE CONVIVIDO, EM PARTE, COM ELE.

60 ANOS DA FIEP DO BRASIL EM 2009 EM FOZ
SEM TUBINO MAS SEU LEGADO CONTINUARÁ


Em Fóz do Iguaçu neste janeiro de 2008, quando se inaugurava o Monumento de Tubino. Na foto, fazemos o registro com Tubino e a presença do nosso querido Almir Gruhn, grande amigo de Tubino.

Perdemos TUBINO, mas nos conforta, porque enquanto pode, fez tudo pela EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE. Somos suspeito em falar do nosso Professor TUBINO, pois sempre fomos seu fã, pudera, o lemos quando acadêmico de Educação Física e depois com o advento do CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA em Fóz ( graças o ALMIR) convivemos na FIEP e também tivemos a honra de ser seu hóspede em 2007, durante o PANAMERICANO do Rio de Janeiro.
Amigos, ao ler a CEV-LEIS e a rede FIEP, nesta manhã, em torno das 8h, soubemos da notícias, que veio do nosso querido professor VARGAS, não fiquei surpreso, porque TUBINO já havia vencido outros momentos, pois já convivia com problemas de saúde.. E mesmo temos um conforto porque ele é UNIVERSAL, homem querido dos colegas e amigos, sempre atencioso, de um coração muito grande. Aliás foi este coração que o manteve e o levou.
Evidente que será para nós amigos e colegas e as instituições que ele representa um grande perda. No entanto devemos superar, pois a sua grandiosidade deve se transferir para nós nesta hora de dor e fazermos com que os seus PROJETOS com a FIEP sejam levados à frente.
Acreditamos na diretoria da FIEP e que todos nós FIEPANOS estaremos, com o coração apertado, mas firmes em janeiro de 2009, em Foz do Iguaçu para dar continuidade ao seu trabalho e COMEMORARMOS, sem TUBINÃO, os 60 ANOS DA FIEP
Por fim a nossa solidariedade a FIEP e seus familiares e a certeza que seu legado continuará,

CLERY QUINHONES DE LIMA - Deledado FIEP-RS, Profissional de Educação Física e Jornalista - Santa Maria - RS.

ADEUS PROFESSOR MANOEL TUBINO

MORRE PROFESSOR TUBINO
Lemos agora na CEV LEIS e na rede da FIEP, que professor MANOEL JOSÉ GOMES TUBINO faleceu a 1 hora da madrugada no Rio de Janeiro.
O mundo está de luto, pois morre um dos maiores nomes da Educação Física e Esporte. Nós, particularmente, estamos com o coração partido, mas confortado de ter tido o prazer de conviver 23 anos com Ele na Federação Internacional de Educação Física -FIEP, nos Congresso de Foz do Iguaçu e também , 19 dias em sua residência, quando fomos seu hóspede durante os JOGOS PANAMERICANOS do rIO DE jANEIRO, EM 2007.
Não temos dúvidas, o Brasil, especialmente a EDUCÇAÃO FÍSICA está de luto, pois perdemos o nosso ÍCONE.
Tivemos grandes momentos com TUBINO em Fóz e no Congresso do próximo mês de janeiro, a FIEP completa 60 ANOS no Brasil e sem Tubino? Será realmente um perda irreparável, mas a história continua. O momento será de muita emoção. Estejamos preparados.
Fico por aqui, pois farei contatos com seus familiares.