sábado, 11 de julho de 2009

SANTAMARIENSES REALIZARAM A EXPEDIÇÃO TRANSAMAZÔNICA

FOTOS CLERY/SPP/QUILISPORT
Eles, motociclistas amazônicos e patrocinadores, fizeram a festa de chegada, no MOTO GARAGE, na noite do dia 10 de julho 2009.

Ricardo -BRAMOTO - Cielo vocês foram machos mesmo. Fernando é....

Cielo: " Coelhinho passamos por umas brabas, não é?-" Mas passamos. Estamos de volta."



Churrasco não faltou na chegada dos nossos motociclistas amazônicos, no Moto Garage

Depois de 27 dias, rever familiares é muito bom, não é Coelhinho?



MAIS DE 13 MIL QUILÔMETROS DE SANTA MARIA AO CARIBE

Os santa-marienses, empresários Coelhinho, Cielo e Reginatto, funcionário público Fernando Barros e o médico Almeida, de moto, percorreram 13.600 km até ao Caribe durante 27 dias.


A amizade, gosto pela moto e aventura fizeram com que experientes motociclistas santa-marienses realizassem uma expedição desde Santa Maria até Venezuela.
De Santa Maria à Cascavel, Campo Grande e Cuiabá – Porto Velho a Manaus, aqui uma particularidade, fizeram de barco durante 6 dias , percurso pelo Rio Madeira – todos afirmam que ficará na memória a simplicidades dos tripulantes, os apuros da segurança do barco, as belezas da natureza e o um rio historio na vida da Amazônica. Depois Boa Vista e até o ponto norte da Expedição, Ilhas de Margaritas, no Caribe. De lá o retorno ao sul até Manaus e novamente de barco até Santarém, passando pela Transamazônica chegam a Cuiabá e na seqüência Paraná, Santa Catarina e RS. O grupo dos cinco santa-marienses na viagem de barco, teve a baixa do Fernando, que resistiu até a Venezuela e na descida retornou à Santa Maria, uma semana antes.
Ao longo da viagem, o grupo passou por todos tipos de clima, desde o belo sol, chuva e frio. De moto por Rodovias estaduais, federais e o gosto de andar na abandonada Transamazônica e a própria TransPanamericana, do asfalto ao chão batido, empoeirado e barro, sendo caracterizado como um dos piores percursos o de Santarém a Guaranthán do Norte, no estado do Pará.
Com Cielo, a concordância que o mais ancioso, difícil e psicológico foi o trajeto de 125 km de Cruz Alta à Santa Maria.
RECEPÇÃO – Deu-se na noite de sexta-feira, no Moto Garage – local de encontro dos motociclistas. Lá estiveram amigos e familiares. O Encontro foi oportunizado pela direção da Casa e pela Bramoto, um dos patrocinadores da Expedição. Presentes os diretores Pedro e Ricardo Almeida.
DO EDITOR - Temos acompanhado o esporte santa-mariense há mais de três décadas e o motociclismo tem sido um dos esportes destaques, esta viagem chamada EXPEDIÇÃO, pelas qualidades destacadas na viagem, podemos dizer que foi um esporte - performance - a toda prova. Parabéns, nossos amigos REGINATTO, COELHINHO, CIELO, ALMEIDA e BARROS e evidente também salientar o apoio da BRAMOTO, tio Pedro e Ricardinho. Que Deus continue nos abençoando e que mais outras Expedições sejam realizadas.

Nenhum comentário: