quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

ARRANCADA PARA AS INSTALAÇÕES DA OLIMPIADA 2016 RIO

INICIADO O PROCESSO DE DEFINIÇÃO DO
PROJETO PARA O PARQUE OLÍMPICO RIO 2016
A QUILISPORT recebe direto do Comitê Olímpico Brasileiro - COB, da Assessoria de Imprensa informações direta sobre a preparação do RIO para a Olimpiada.
Hoje foi um dia importante.

Com a presença do Presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Jacques Rogge, o Prefeito da Cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, e o Presidente do Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB) no Rio, Sérgio Magalhães, assinaram na manhã desta quarta-feira, dia 29, o termo de cooperação técnica para realização do concurso público internacional de arquitetura e urbanização geral do Parque Olímpico da Barra, que concentrará 19 instalações dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016.

A cerimônia foi realizada na Arena da Barra, situada no local onde será construído o Parque Olímpico, na Zona Oeste da cidade, e contou também com o Governador do Estado, Sergio Cabral; o Secretário de Esportes de Alto Rendimento do Ministério do Esporte, Ricardo Leyser; a Presidente da Comissão de Coordenação do COI para os Jogos Rio 2016, Nawal El Moutawakel; o Diretor de Jogos Olímpicos do COI, Gilbert Felli; o Presidente do Comitê Organizador Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman; e o Diretor-Geral dos Jogos Rio 2016, Leonardo Gryner.

“Os Jogos Olímpicos são uma oportunidade para uma cidade e, mesmo um continente, pensar no seu futuro”, disse Rogge. “É possível fazer em sete anos o que provavelmente levaria vinte e cinco”, reforçou, dizendo ainda que os Jogos têm a capacidade de acelerar o desenvolvimento de uma cidade de forma sustentável. Rogge disse que o COI defende a construção de instalações autossuficientes ou temporárias que possam ser desmontadas após os Jogos.

Ele elogiou a iniciativa de parcerias entre os governos e outras entidades e ressaltou que o legado deixado pelos Jogos será “parte humano e parte alvenaria”.
Durante a cerimônia, Gryner apresentou o projeto do parque, que será construído em uma área de 1,6 milhão de metros quadrados. O Parque Olímpico, que ocupará o terreno do Autódromo de Jacarepaguá (e incluirá a Arena da Barra e o Parque Aquático Maria Lenk, erguidos para os Jogos Pan-americanos Rio 2007), concentrará a maioria das competições esportivas dos Jogos Rio 2016, como judô, vôlei, basquete, ciclismo, hóquei, tênis, taekwondo, natação, luta e handebol.

Na área do Parque Olímpico também ficarão o IBC (centro de transmissões dos Jogos) e o MPC (centro de imprensa).
Segundo o executivo, no parque serão entregues 112 medalhas de ouro para os atletas, o que representará 40% do total dos Jogos 2016. O plano apresentado prevê a construção de 10 instalações permanentes e outras nove temporárias. Essa parte do terreno deverá ser aproveitada para empreendimentos da iniciativa privada que serão definidos no Plano Diretor da Prefeitura.
De acordo com Sérgio Magalhães, a seleção de projetos para o Parque Olímpico será desenvolvida em duas etapas, tendo início no dia 15 de janeiro de 2011. A primeira avaliará a experiência de todas as equipes de arquitetos e selecionará oito grupos de profissionais do mundo todo. Na segunda etapa serão analisados os oitos projetos finais.

O grupo vencedor será conhecido em junho do mesmo ano e coordenará o projeto executivo e a implantação das instalações no parque. Para o presidente do IAB do Rio de Janeiro, a qualidade dos grupos envolvidos será fundamental para os Jogos e o futuro da cidade. “Tenho certeza de que é uma contribuição importantíssima para sucesso dos Jogos Olímpicos e da qualidade do legado que a cidade do Rio de Janeiro e o estado terão com os Jogos Olímpicos de 2016”, disse.

Mais Informações
Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016
Assessoria de Imprensa / Textual
Bernardo Domingues
Tel. 21 34335826 - bernardo.domingues@rio2016.com
Elaine Correia
Tel. 21 34335827 - elaine.correia@rio2016.com

Nenhum comentário: