domingo, 27 de fevereiro de 2011

ASSEMBLÉIA ANUAL DA CHB FOI IMPORTANTÍSSIMA POIS DEBATEU PROJETOS, ESTRATÉGIAS E AÇÕES PARA O HANDEBOL BRASILEIRO

HANDEBOL ESPORTE OLÍMPICO PODERÁ DISPUTAR
A SUA SEXTA OLIMPIADA (Iniciou em Barcelona, 92)
Foto Jorge Henrique
Reinaldo Feitosa, do Dpto. de Marketing da CBHb expôe. Na primeira fila, CBHb - Presidente Manoel, técnicos Morten (feminino), Javier(Coordenador e Masculino) e outros...
Assembleia Geral 2011 da Confederação Brasileira de Handebol é finalizada em Aracaju

Valendo-nos da Photeografia, Assessoria de Imprensa da CBHb, nosso Blog acompanhou e divulga a reunião da nossa Confederação em Aracaju-SE.
Último dia do evento é de destaque para projetos de marketing esportivo


ARACAJU / SE - Os projetos e ações de marketing para o handebol brasileiro estiveram entre os assuntos de ontem (26), último dia da Assembleia Geral Ordinária da Confederação Brasileira de Handebol (CBHb). Além do tema, foi dada continuidade a assuntos relacionados ao Mundial Feminino Adulto, que será em dezembro, em Santa Catarina. A reunião anual de representantes do handebol e do esporte brasileiro começou na manhã de ontem (25) e foi finalizado no fim da tarde de ontem (26), na Sala de Convenções do Real Classic Hotel, em Aracaju (SE).

As atividades do último dia se iniciaram com a palestra de Rinaldo Feitosa - recém-contratado para atuar no departamento de marketing da CBHb - com o tema Handebol Brasil 2016. Ele apresentou estratégias que objetivam valorizar a marca do handebol brasileiro e transformá-lo em um produto de grande visibilidade, principalmente para a disputa dos Jogos Olímpicos de 2016. Outro objetivo de Rinaldo é a transformação do Beach Handball em mais um produto da modalidade, da mesma maneira como ajudou a fazer com o Vôlei de Praia, na época em que trabalhava pelo Banco do Brasil.

Rinaldo falou sobre a importância que esse projeto tem para o handebol. "O marketing esportivo une grandes empresas, governos e outras valiosas entidades ao esporte. Desperta o interesse da iniciativa privada. Esses fatores exemplificam sua importância", explicou. "Vamos reunir todos os pontos fortes e tudo o que o handebol brasileiro tem para contribuir, visando a melhoria contínua da modalidade. Podemos influenciar com este trabalho não somente no desenvolvimento do esporte em si, mas em diversas áreas relacionadas direta ou indiretamente, como as de saúde, lazer, cultura, turismo, entre inúmeras outras", concluiu.

O tema seguinte na Assembleia foi o Programa de Treinamento das Seleções Olímpicas. O técnico da Seleção Masculina Adulta, Javier Garcia Cuesta, exibiu relatórios do trabalho feito com a Seleção entre 2009 e 2011, e falou sobre planejamentos necessários para melhorar o desempenho da equipe para as próximas competições. Avaliou, também, o Mundial da Suécia, disputado em janeiro deste ano.

O técnico da Seleção Feminina Adulta, Morten Soubak, fez seu discurso focado em questões técnicas, como projetos para treinamentos e planejamento de calendários que auxiliem nos trabalhos com a Seleção. Para completar o tema, Vitor Domingos Martinez, Diretor de Seleções da CBHb, falou sobre a criação de cursos para treinadores, e da importância da formação de acampamentos para a preparação de atletas de alto nível, bem como técnicos e demais profissionais relacionados ao handebol.

No período da tarde foi realizada uma apresentação com o tema Ranqueamento de Árbitros, com a presença de Sálvio Sedrez, do departamento de arbitragem da CBHb. Na sequência, houve uma palestra sobre o Beach Handball, com Stanley Mackenzie, responsável pela categoria dentro da Confederação, em que apresentou resultados obtidos com as Seleções Masculina e Feminina no Mundial da Turquia 2010, e ressaltou a primeira colocação das duas categorias no ranking da Federação Internacional de Handebol (IHF).

Alan Ferreira, coordenador do programa Bolsa Atleta do Ministério do Esporte também esteve presente no evento especialmente para falar sobre o tema. Comunicou de imediato que todos os atletas que foram inscritos no último período, e que cumpriram todos os requisitos do Bolsa Atleta, serão contemplados em breve. O Programa beneficia atualmente atletas olímpicos, paraolímpicos e não olímpicos.

O presidente da CBHb, Manoel Luiz Oliveira, comentou a importância da Assembleia. "Essa reunião anual de representantes do handebol é uma oportunidade ímpar para todos nós. Conseguimos mais uma vez debater as estratégias e projetos, pensando sempre no futuro da nossa modalidade", declarou. "Destaco, entre muitos pontos igualmente importantes, a palestra de marketing, com o Rinaldo Feitosa, e a apresentação do Fabiano Redondo sobre o Mundial Feminino", complementou o presidente, citando o diretor da Agência de Marketing da CBHb.

No primeiro dia, a Assembleia teve como pauta assuntos relacionados ao Mundial de 2011, e foram apresentados relatórios referentes ao ano de 2010. Houve, também, palestras com o professor José Roberto Perillier, Gerente de Esportes de Alto Rendimento do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), e com o Dr. Paulo Marcos Schimitt, do Departamento Jurídico da CBHb.
PALAVRA DO EDITOR - Recebemos em tópicos os temas tratados, valemo-nos deles, mas queríamos mais detalhes. Como repórter do handebol (décadas passadas e agora só de longe) temos ânsia de saber mais coisas. Por exemplo, além do apoio governamental - que tem agora algumas mudanças, cortes de orçamentos, qual a empresa que patrocinará o nosso Handebol? Antes foi a PETROBRÁS - Por que encerrou? Mudanças de estratégias. Quais as ações antes da pariticpação do Feitosa que foram feitas para buscar outro patrocínio?
Tudo isso quando não se está acompanhando de perto, ficam na dúvida.
Mas Deus é bom e tem o tempo para tudo, quem sabe não voltaremos a estar mais perto do nosso HANDEBOL.
Desejamos e esperamos êxitos plenos ao nosso handebol brasileiro, pedimos ao SENHOR DEUS que ilumine nossos dirigentes da CBHb e das Federações que são os esteios do handebol nos estados e municípios.
OBRIGADO PHOTEOGRAFIA PELAS INFORMAÇÕES
( CLERY QUINHONES DE LIMA - EDITOR - JORNALISTA DO HANDEBOL, pois realizou a cobertura de todas as 5 participações do Brasil em Olimpiadas - Ao vivo, Barcelona, Atlanta e Sydney e pela Internet e Net - Atenas e Pequim)

Nenhum comentário: