domingo, 26 de junho de 2011

COLUNA POR DENTRO E POR FORA

60 anos de vida
graças a Deus
Amigos, estamos a seguir com uma síntese de nossa vida nestes 60 anos de vida, alguns registros que marcaram épocas e no final a nossa ORAÇÃO ao SENHOR DEUS para que nos tenha e seja feita a SUA vontade.


Neste 27 de junho, em 1951, no século anterior, em São José da Porteirinha, no segundo distrito de Santa Maria, Dilermando de Aguiar, nascia à noite o menino Clery, filho do seu Engrácio Alves de Lima e dona Isaura Quinhones de Lima, na época já tinha uma mana com 1 ano – Maria Vandereli e posteriormente Clery teve mais 3 irmãos: Arizoli, Elci e Auriston.
Clery viveu num lar pobríssimo, casa de chão e de cobertura de capim santafé. Mas foi sempre saudável.
Quando Clery tinha quase seis anos, seu pai, com 29 anos, decidiu largar a vida rural e vir para a cidade a fim de dar estudos para os seus filhos. Entrou na Brigada Militar.
Por essa bravura do velho Engrácio, Clery sempre teve e terá até o fim de sua vida, um reconhecimento muito grande.
A família de Clery lutou muito e com isso Clery teve uma vida de menino e adolescente com muitas dificulades, no entanto nunca se descuidou dos estudos e conseguiu no Colégio Coronel Pilar ( na época, hoje Escola Coronel Pilar terminar o antigo Primário e fazer o ginásio e científico no Maneco. Mas desde 10 anos já trabalhava, vendeu muita coisa desde frutas, picolés, rapadura e foi cobrador do Clube 15 de Novembro, do Itarare
Nos anos 69 e 70, foi cobrador de Títulos do clube Recreativo Dores e trabalho no escritório de Advocacia dos Drs. Névio Cancian, Máximo Trevisan e Waldemar Kummel.
Concluiu o científico em 1970 e 1971 como diziam sentou praça no Exército Brasileiro, foi soldado, fez curso de cabo radio-operador.
Em janeiro de 1972 passou no vestibular para Educação Física, então saiu do quartel e foi cursar a Universidade.
Como o curso de Educação Física entrava numa reforma, na área da saúde, com outros cursos como odonto, medicina , farmácia etc... passaram a ter aulas pela manhã e de tarde.
Clery foi bolsista nos cursos universitários, isto é fora implantado a educação física para os dois primeiros anos de todos os cursos da UFSM, fez parte da equipe do professor Jefferson Thadeu Canfield que coordenava o projeto.
Clery para adiantar o curso, fez vários cursos de férias, estudava nas férias grandes.
Em 1973, no segundo semestre decidiu fazer um outro curso, pois como a Educação Física era na época meramente físico e pensou com ele que se tivesse algum problema físico, como ficaria. Tantos cursos optou pelo jornalismo, gostava de escrever, gostava de futebol e achava que se daria bem, pois não havia divulgação para o esporte em geral , era quase só futebol.
Preparou para o vestibular e foi aprovado. Em março de 1974 fazia o último ano de educação física e ingressava no jornalismo, era bolsista da UFSM e iniciou a dar aula, de handebol e atletismo, na Escola Coração de Maria, com o professor ARNO MAHL.
Concluiu o curso de Educação Física, em dezembro de 1974.
Mas já neste ano começava a escrever e colaborar com a Rádio Universidade e Jornal A Razão.
Em 1975 esteve em Brasília, numa Colônia de Férias, foi recreacionista.
A partir daí se integrou na COMUNICAÇÃO ESPORTIVA, dando ênfase ao HANDEBOL esporte que crescia em Santa Maria.
Em 1976 acompanhou os Jogos Escolares Brasileiros –JEBs, em Porto Alegre, quando a Seleção Gaúcha Escolar Masculina de Handebol, com atletas locais foram medalha de bronze. Em julho deste ano, Clery realizou a cobertura dos Jogos Universitários Brasilerios, em Belo Horizonte, fez parte da delegação da Federação Gaúcha Universitária – FUGE.
Em 1977 fortaleceu-se a participação de Clery na Comunicação Esportiva, realizou varias coberturas, inclusive foi protagonista em anunciar o título de campeão brasileiro do handebol gaúcho, nos JEBs em Brasília, no dia 21 de julho de 1977, às 22h01min. Cujos dirigentes eram os professor Nelson Cauzzo e Luiz Celso Giacomini.
Em dezembro de 1977, Clery formou-se em jornalismo. Em 1978, por 45 dias, de janeiro e fevereiro, Clery estagiou na rádio Roraima no Projeto do CAMPUS AVANÇADO da UFSM em Boa Vista.
Em 1980, Clery iniciou em março, o curso de especialização em Técnicas Esportivas – HANDEBOL. Em setembro, Clery casou-se com Lucia Rejane Oliveira de Lima.
( Com Lucia e só, temos os filhos: LIANY casado com o THIAGO; Cleryston casado com a ANA FLAVIA; Wellyngton, Lidiany e Luany.)
Em julho de 1981, Clery estava em Brasília, na cobertura dos JEBS e soube do falecimento de seu sogro.
Em 1982, no mês de janeiro, Clery coordenou uma excursão à Fóz do Iguaçu e Guaíra –PR e no dia 17 de janeiro, no Salto das 7 Quedas houve o rompimento de cabos de ponte PÊNCIL e aconteceu uma tragédia em que 33 pessoas morreram nas águas do Iguaçu, e no momento 7 pessoas de Santa Maria caíram, inclusive Clery e esposa, graças a Deus ninguém morreu, apesar de ferimentos.

Em abril deste ano, Clery foi assessor de imprensa da Confederação Brasileira de Handebol e esteve na cidade do México, na Copa Latina de Handebol Junior Masculino, cujo técnico era o professor Luiz Celso Giacomini e tinha várias atletas locais.
Clery destaca que nas décadas de 80 e 90, o handebol santa-mariense acumulou uma série de títulos, com técnicos e atletas integrando seleções brasileiras de várias categorias. A equipe daADUFSM foi várias vezes campeã sulamericana de clubes, assim como seu técnico e atletas integraram seleções brasileiras sendo campeões também. Venceram várias Taças Brasil de Handebol.
O sonho de Clery era estar numa Olimpíada.
Em 1991, Clery esteve com a Seleção Brasileira Junior Masculino, cujo técnico foi o professor Luiz Celso Giacomini, num giro de 83 dias na Europa. A seleção realizou jogos amistosos na Itália ( Cecília), na Alemanha e finalizou participando do Mundial Junior na cidade de Atenas, na Grécia. De lá Clery mantinha matérias no jornal A Razão e boletins para a Rádio Imembuí.
Clery concretizou o seu sonho, fez a cobertura da Olimpíada de Barcelona, em 1992; Olimpíada de Atlanta, 1996 e Sydney, 2000. Todas elas ao vivo e depois manteve o seu trabalho, fazendo pela Internet e Net, as Olimpíadas de Atenas, 2004 e Pequim, 2008.
Clery fez a cobertura também de Jogos Panamericanos: 1995, de Buenos Aires e 2007, do Rio de Janeiro.
Na área acadêmica, Clery de 1994 a 1996 concluiu o seu mestrado na Área da Comunicação Esportiva, no CEFD-UFSM.
Clery há 27 anos realiza a cobertura do CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA, de Fóz do Iguaçu-PR, do qual ele é assessor de imprensa e também Delegado da FIEP.
Clery faz parte da equipe dos SEM FRONTEIRAS, Profissionais de Educação Física da Federação Internacional de Educação Fisica –FIEP, que realizam o Projeto PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSCIA FIEP DO BRASIL, que ministram cursos em várias regiões do Brasil. Clery iniciou no grupo em 2010, esteve na última parte do Nordeste – Campina Grande –PB, Recife –PE, Maceió –AL, Aracaju-SE e Salvador –BA e neste ano de 2011 esteve no Centro-Oeste: Campo Grande –MS, Cuiabá-MT, Goiânia-GO, Brasília-DF e Palmas-TO.
Clery em Santa Maria realiza há 21anos o evento TROFEU DESPORTIVO CIDADE DE SANTA MARIA, prêmio com troféu e certificado aos melhores do esporte, saúde, atividade física e lazer;
Realizou neste ano o I ENCONTRO DE GESTORES DO ESPORTE DE SANTA MARIA – I EGESM.
Clery edita há 16 anos o jornal SAUDE PELA PRÁTICA, colorido, 8 páginas, mensal, que publica assuntos do esporte e lazer.
Clery é secretário do Conselho Municipal de Esporte e Lazer de Santa Maria –CMEL;
Clery é presidente do CENTRO DE APOIO AO ESPORTE E LAZER DE SANTA MARIA – CAEL/SM, uma Ong do esporte e lazer, criada em 2005, que coordena uma série de projetos pelo PROESP-SM, Lei de Incentivo ao Esporte do Município.
Clery publicou no ano de 2010, o seu primeiro livro – O ESPORTE DE SANTA MARIA NO PÓDIO, 1.100 livros, que foram doados a escolas, bibliotecas, entidade esportivas. O livro abordou o esporte da cidade.
Para novembro de 2011, Clery editará o seu segundo livro – SANTA MARIA SOB O OLHAR DA MIDIA ESPORTIVA – Clery mostrará o esporte tratado pela mídia e a relação íntima da atividade física/esporte com a comunicação.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
AMIGOS fizemos uma síntese destes rápidos 60 anos de vida. É já com 10 anos a mais de meio século, nossa vida pertence a Deus, iremos até quando Ele quiser. Mas dizemos de coração, que somos muito grato.
Pois em 1999 aceitamos a CRISTO e temos vivido na palavra, com os defeitos e virtudes de qualquer PESSOA, mas sempre procurando acertar. Sabedores de que um PARAISO nos espera, e nele queremos estar.
Nossos propósitos são de dar continuidade ao nosso trabalho na área da COMUNICAÇÃO ESPORTIVA, servir ao SENHOR DEUS, manter-nos sempre com a minha querida FAMÍLIA,que fazem parte de nossa vida, que certamente ao longo destes 60 anos, muitas vezes, fomos ausentes, envolvidos com nossas atividades do esporte e do jornalismo.
Portanto fazemos a nossa ORAÇÃO AO SENHOR DEUS, pedindo a Ele a sua presença sempre em nossas Vidas e que se for de sua vontade vivamos muitos anos na missão que temos de SERVIR sempre.
( CLERY QUINHONES DE LIMA)

Nenhum comentário: