sexta-feira, 21 de outubro de 2011

PAN 2011 EM GUADALAJARA

Cielo fechou o revezamento 4x100 medley a última prova deste PAN, ouro para o BRASIL ( foto Terra)

NATAÇÃO FECHA DOURADA

Nesta sexta-feira, a modalidade de natação encerrou a sua participação neste PAN de Guadalajara e fez muito bonito. Fez 1o ouro, tendo o THIAGO PEREIRA o maior medalhista brasileiro de PANS, fechou 11 medalhas de ouro - PAN RIO E PAN GUADALAJARA.

O Brasil venceu a última prova os revezamento 4x100 medley masculino, com ouro.
BRASIL MANTÉM-SE EM SEGUNDO
No quadro geral de medalhas, o Brasil mantém-se em segundo. Estados Unidos, na frente e o BRASIL seguido do Canadá, México e Cuba.E na briga do QUADRO GERAL DE MEDALHAS de todos os PANS, na quarta posição, o Brasil avança e está atrás da ARGENTINA, apenas 7 medalhas de ouro.
Pos País Ouro Prata Bronze Total
1 Estados Unidos 41 41 34 116
2 Brasil 17 13 19 49
3 Canadá 14 12 17 43
4 México 11 12 19 42
5 Cuba 12 10 11 33
6 Venezuela 7 9 11 27
7 Colômbia 8 9 9 26
8 Argentina 7 5 11 23
9 República Dominicana 3 2 7 12
10 Chile 1 3 7


Brasil conquista o ouro nos 4x100 m medley

Cielo fechou o revezamento e sacramentou a vitória brasileira
A equipe brasileira conquistou a medalha de ouro no revezamento 4x100 m medley dos Jogos Pan-Americanos. Na noite desta sexta-feira, o time formado por Guilherme Guido, Felipe França, Gabriel Mangabeira e Cesar Cielo dominou a prova e subiu no lugar mais alto do pódio com tranquilidade com o tempo de 3min34s58.
Depois de dominar o nado de costas, os Estados Unidos acabou com a medalha de prata ao terminar a distância com de 3min37s17. A terceira posição ficou com a surpreendente Argentina, que completou o pódio ao finalizar o revezamento com a marca de 3min44s51.
O triunfo na prova coletiva também registra mais um ouro para o recordista brasileiro Thiago Pereira. O nadador, que nadou as eliminatórias do 4x100 m medley e conquistara também na noite desta sexta-feira os 200 m costas, chegou ao número de seis medalhas douradas em Guadalajara, totalizando 12 na carreira - duas a mais do que o mesatenista Hugo Hoyama.



Nenhum comentário: