sexta-feira, 28 de outubro de 2011

PAN 2011 EM GUADALAJARA

UM DIA DE MUITAS MEDALHAS


Nesta quinta-feira, O Brasil colocou seis medalhas de ouro e mantém-se em segundo lugar ainda - 39 medalhas de ouro, tendo em terceiro Cuba, com 37 medalhas de ouro.


Nossos santa-marienses fizeram bronze, na canaoagem K4 - 1000m - Gilvan e Givago e a nossa Maria Portella, no judô.

JUDÔ
GUILHEIRO E TIAGO OURO
O judoca brasileiro Leandro Guilheiro superou a perda do ouro no Pan do Rio, em 2007, derrotou o portorriquenho Gadiel Miranda e levou o ouro na categoria para atletas até 81 kg nesta quinta-feira, pelos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. O duelo foi realizado no Ginádio Del Code II, e o atleta do Brasil deu um ippon no rival a apenas dois minutos do término do combate, conquistando o triunfo e mais um primeiro lugar no pódio para o País.
O judoca deu a volta por cima quatro anos depois de ficar com a prata no Pan-Americano do Rio de Janeiro, em 2007, quando perdeu a final da categoria até 73kg para o americano Ryan Reser, resultado que o frustrou já que pretendia levar o ouro lutando em solo brasileiro.
O atleta acrescentou o ouro pan-americano à sua galeria de conquistas, uma vez que também possui dois bronzes olímpicos, conquistados na Olimpíada de Atenas, em 2004, e Pequim, em 2008, todos celebrados na categoria até 73 kg. Em 2010, o brasileiro ainda foi prata no Mundial de Tóquio, mas já na modalidade até 81 kg.
Guilheiro trocou de categoria em dezembro de 2009 e, desde então, triunfou com medalhas em 12 dos 13 eventos disputados no Circuito Mundial do judô, isso até a disputa do Mundial realizado em agosto. Com 28 anos de idade, o brasileiro é natural de Suzano.
Minutos depois da vitória de Leandro, o Brasil conquistou outro ouro no judô, mas com Tiago Camilo. Por isso, Guilheiro mostrou-se animado com o País no judô em Guadalajara. "A expectativa é que a gente conquiste mais medalhas de ouro do que no último Pan, estamos melhores agora", decretou.

Futebol feminino é prata
A seleção brasileira feminina de futebol conquistou a medalha de prata dos Jogos Pan-americanos Guadalajara 2011. Após empate em 1 a 1 no tempo normal e 0 a 0 na prorrogação, o time foi derrotado nos pênaltis para o Canadá por 4 a 3.
GUADALAJARA 2011

Fernando Reis faz história com


medalha de ouro e chora ao abraçar o pai
Quando um jovem de 21 anos, estudante de business da Universidade do Missouri, desembarca de volta no Brasil muitos devem supor que ele venha para visitar a família, passar férias. Este ano, Fernando Reis fez este caminho, mas era parte de um plano maior: ganhar a medalha de ouro ...


Atletismo conquista medalha de ouro e


de bronze nos 10.000m masculino

O Brasil dominou as finais dos 10.000 metros masculinos dos Jogos Pan-americanos Guadalajara 2011. Na disputa desta quinta-feira, dia 27, no Estádio de Atletismo, Marílson dos Santos garantiu a medalha de ouro, com 29m00s64, enquanto Giovani dos Santos ficou com o bronze, com 29m51s71. Juan Carlos Romero, do México, garantiu a prata, com 29m41s00.

Ana Claudia fatura o ouro nos 200m


e Cruz Nonata é prata nos 5.000m

Numa prova emocionante, Ana Claudia Lemos da Silva conquistou a medalha de ouro dos 200m feminino dos Jogos Pan-americanos Guadalajara 2011, nesta quinta-feira, dia 27, no Estádio de Atletismo. A brasileira e a jamaicana Simone Facey disputaram a primeira colocação até o final. Mas Ana Cláudia conseguiu segurar a vantagem que havia conquistado e cruzou na frente, com 22s76. Facey ficou com a prata, com 22s86, enquanto a dominicana Mariely Sancrez Hichez foi bronze, com 23s02.

Já nos 5.000m feminino, Cruz Nonata repetiu o resultado que havia conseguido nos 10.000 e voltou a subir ao pódio na segunda colocação. Assim como na disputa anterior foi superada pela mexicana Marisol Guadalupe Romero. A brasileira completou a prova em 16m29s75, contra 16m24s08 da medalhista de ouro. Santa Ines Melchor, do Peru, ficou com o bronze, com 16m41s50.

Judô feminino garante o bronze


com Maria Portela e Mayra Aguiar


O judô brasileiro conquistou mais duas medalhas de bronze nos Jogos Pan-americanos Guadalajara 2011. Nesta quinta-feira, dia 27, no Ginásio CODE II, Maria Portela garantiu a terceira colocação na categoria - 70kg, ao derrotar a norte-americana Kathleen Sell por ippon, aos 3m43s de combate. Já Mayra Aguiar precisou de apenas 27 segundos para superar a argentina Lorena Briceño pela categoria -78kg..
Maria Portela revelou ter ficado satisfeita com a conquista do bronze, mas não nega que seu objetivo era o ouro. "Tô feliz, mas estou treinando forte e sei que tenho condições de conseguir resultados melhores. Sempre quis o ouro aqui em Guadalajara, mas acabei errando. Vou trabalhar mais daqui para frente. Não foi o planejado, mas está valendo. Afinal, é o terceiro lugar no Pan-americano", disse.

Sobre o fato de ter vencido uma adversária cerca de 15 centímetros mais alta, a brasileira disse que já está habituada com isso. "Sempre sou a mais baixinha. Por isso, treino para saber como acertar a pegada e superar as rivais. Procuro ser a mais rápida para compensar o problema da estatura", completou.

Mayra também tinha condição de ir mais longe na competição. A disputa com a norte-americana Kayla Harrison, pelas quartas-de-final, foi considerada uma final antecipada. E isso ficou provado nas lutas seguintes. Kayla conquistou o ouro, enquanto a brasileira passou com facilidade pelas duas rivais que pegou pela frente após a derrota para a norte-americana. Foram apenas oito segundos para superar a mexicana Lenia Ruvalcaba e outros 27 segundos na luta que valeu o bronze.

Por isso, após a conquista de sua segunda medalha em Jogos Pan-americanos - foi prata no Rio 2007 -, Mayra tenha lamentado a derrota nas quartas-de-final. "Minha participação nos Jogos foi boa. Só teve aquela fatalidade contra a americana. Acho que a arbitragem poderia ter deixado a luta rolar mais antes de me dar as punições que acabaram decidindo minha derrota", comentou. "Mas competição é assim mesmo. Preciso aprender a lidar melhor com isso. A americana foi mais malandra. Agora é voltar para casa, rever os vídeos e ver o que está faltando", completou Mayra, lembrando que quando ganha da Kayla é com um golpe: quando perde é na base de punição.


ATUAL QUADRO DE MEDALHAS


1 [USA] Estados Unidos 78 70 54 202
2 [BRA] Brasil 39 25 45 109
3 [CUB] Cuba 37 26 33 96
4 [MEX] México 30 29 45 104
5 [CAN] Canadá 24 30 42 96
6 [COL] Colômbia 22 19 30 71
7 [ARG] Argentina 19 11 29 59
8 [VEN] Venezuela 10 27 26 63
9 [GUA] Guatemala 6 3 3 12
10 [DOM] República Dominicana 5 3 17 25

Nenhum comentário: