sábado, 3 de dezembro de 2011

MUNDIAL FEMININO DE HANDEBOL EM SÃO PAULO

Rússia vence e confirma favoritismo
no Grupo B do Mundial
Atual tricampeã da competição, equipe russa bate Coreia do Sul na estreia por 39 a 24
Barueri (SP) - A Rússia confirmou neste sábado (3) o favoritismo no Mundial Feminino de Handebol. As atuais tricampeãs do torneio derrotaram a Coreia do Sul por 39 a 24 (19 a 13 no intervalo) no primeiro dia de competições do Grupo B, que tem sede em Barueri.

Foram as asiáticas que começaram a partida na frente, chegando a abrir três gols de vantagem sobre as russas. Contudo, a equipe europeia passou a marcar melhor as rivais e conseguiu virar o placar, encerrando o primeiro tempo à frente no placar por 19 a 13. No segundo tempo, a Rússia manteve a regularidade e conquistou a vitória por 39 a 24.

"É importante ganhar o jogo, mas isso não significa nada para amanhã", disse o técnico russo Evgeny Trefilov, referindo-se ao confronto com a Espanha, neste domingo (4), às 18h.

Já classificada para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, por serem as campeãs do Pré-Olímpico Asiático, há um mês, a Coreia do Sul sentiu a falta de tempo para descansar. "O time russo é muito forte e nós não estávamos nas nossas melhores condições físicas por causa do Pré-Olímpico", justicou o treinador sul-coreano, Jae Won Kang.

No primeiro confronto do dia, o Cazaquistão não teve dificuldades para derrotar a Austrália por 37 a 9 (20 a 6 no intervalo). "Corremos muito para obter esse resultado. Não foi sorte", disse a armadora-esquerda do Cazaquistão Natalya Kulakova. "Foi o primeiro jogo de Mundial para muitas das nossas atletas. Vamos tentar mostrar que podemos jogar bem", declarou o técnico da Seleção da Austrália, Katsuhiko Kinoshita.

Na última partida da programação, Espanha e Holanda fizeram um confronto equilibrado. Pouco superiores durante todo o jogo, as espanholas saíram vitoriosas: 34 a 27 (18 a 15 no intervalo). "Sabíamos que ia ser um jogo difícil, como realmente foi. É ótimo estrear bem e isso nos dá tranquilidade para jogar melhor as próximas partidas", analisou o treinador espanhol, Jorge Dueñas de Galarza. O comandante holandês, Henk Groener, não gostou do desempenho de seu time. "Não jogamos bem, tivemos problemas de ataque e desperdiçamos muitos tiros de sete metros. Vamos ter de trabalhar bastante."

Amanhã, todas as seis seleções do Grupo B voltam ao Ginásio José Corrêa. Às 15h45, a Coreia do Sul encara o Cazaquistão; às 18h jogam Espanha e Rússia. Por fim, a Holanda enfrenta a Austrália às 20h15.

Nenhum comentário: