terça-feira, 2 de agosto de 2011

BLOG SPP DIVULGANDO EVENTOS NO BRASIL

Folder que o CAEL-SM recebeu da FIEP-BRASIL. O evento é organizado pelo professor Valdeci do AMAPÁ, na fotos os feras, Otanez, Almir, Rosinha, Baga e Puga. Quer mais...



CONGRESSO DE DESPORTO PARA PAÍSES DE LINGA PORTUGUESA

Matéria do Boletim Eletrônico do CONFEF


Começam preparativos para o XIV Congresso de Desporto para Países de Língua Portuguesa
Profissionais e estudantes de Educação Física terão bastante tempo para se preparar para o XIV Congresso Ciências do Desporto e Educação Física dos Países de Língua Portuguesa, que está marcado para abril de 2012, em Belo Horizonte. Os interessados já podem visitar o site do Congresso para saber sobre os temas que serão discutidos e os todos os outros eventos que acontecerão paralelamente.

Com o tema "Desporto: Cultura, Estética e Excelência", o Congresso tratará dos mais variados assuntos, como Treinamento Desportivo e Ciência, Gestão do Desporto nos Países de Língua Portuguesa, Lazer como Campo de Estudos e Intervenção da Educação Física, Diversidade no Desporto, Educação Física Adaptada, Arte no Desporto, Arquitetura dos novos Espaços Esportivos, Escola e Educação Estética e Imagem no Esporte, entre outros.

O Congresso é organizado por institutos de ensino superior de Minas Gerais e do Porto (Portugal), com a parceria do Conselho Regional de Educação Física da 6ª Região (CREF6/MG).
CONFEF divulga nota à imprensa sobre agressão a aluno em Cariacica/ES
Íntegra da nota divulgada pelo CONFEF à imprensa:

“Foi com consternação que o Conselho Federal de Educação Física tomou conhecimento da agressão sofrida por um aluno de 13 anos em escola municipal de Cariacica, Espírito Santo, em 20 de julho, pelo Sr. Jefferson de Jesus, identificado como professor de Jiu-Jitsu do projeto social Mais Educação do MEC (Governo Federal). Ressaltamos que o mesmo não é registrado no Sistema CONFEF/CREFs.

O lamentável episódio se torna um triste exemplo do perigo que é deixar nossas crianças e nossos jovens sob os cuidados de pessoas que não possuem formação, nem habilitação, para tal. Também evidencia a fragilidade do programa Mais Educação, do Governo Federal, quando permite a participação dessas pessoas sem formação, promovendo atividades que, na verdade, devem ser orientadas por profissionais da área da Educação – no caso em questão, por um Profissional de Educação Física”.

NOTA DO EDITOR

Neste evento os Professores de Educação Fisica SEM FRONTEIRAS estarão participanto, pois está inserido dentro da programação da nossa estada na região sudeste do Brasil