sexta-feira, 28 de outubro de 2011

PAN 2011 EM GUADALAJARA

CUBA ENCOSTA NO BRASIL
Sempre se disse que a briga de segundo a quarto lugares, seria entre CUBA, CANADÁ, BRASIL e MÉXICO (por ser sede), mas na verdade a briga mesmo está entre BRASIL e CUBA. O Brasil desde o primeiro dia lidera, mas nos dois últimos dias com o Boxe e Atletismo, CUBA encosta e no momento está 45 a 45 em termos de ouro, em prata, o Brasil tem mais.
As medalhas previstas de ouro no futebol não vieram, taekwondo, basquete.
Realmente a briga está feia. Ontem no final da noite, o Brasil tinha 39 ouro e Cuba 37 e hoje, quando da ginástica artística, com DIEGO, o Brasil estava empatado em 39x39 Cuba, o Brasil passou à frente. Mas com o atletismo, tanto Brasil como Cuba fizeram bastante ouros.

Lucélia Ribeiro conquista seu quarto ouro consecutivo em Pan-americanos

Lucélia Ribeiro garantiu nesta sexta-feira, dia 26, sua quarta medalha de ouro consecutiva em Jogos Pan-americanos, ao superar a mexicana Yadira Lira na final da categoria -68kg de Guadalajara, no Ginásio San Rafael.

Com ippon, Bruno Mendonça arrasa argentino em 17s e iguala recorde

O brasileiro Bruno Mendonça aplicou um ippon para cima do argentino Alejandro Clara em apenas 17s conquistou mais um ouro para o Brasil nesta sexta-feira, na categoria para mais leves que 73 kg, pelos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. Com isso, o País igualou o Pan de 1987, em Indianápolis, e o de 2003, em Santo Domingo, com o recorde de cinco primeiros lugares no pódio.
Com apenas 17s de luta, Bruno Mendonça derrubou o rival argentino, apenas o 90º colocado no ranking mundial - o brasileiro é o 15º -, aplicou um ippon e deixou o ginásio ovacionado, com o primeiro lugar no pódio conquistado de maneira bem rápida.
Em sua trajetória até a final, Bruno Silva eliminou o chileno Fernando Salazar, nas quartas de final, e o canadense Nicholas Tritton, na semi. O argentino, por sua vez, surpreendeu e passou pelo anfitrião mexicano Lee Mata e pelo cubano Ronald Girones, antes de sucumbir na decisão contra o brasileiro.
Além de Bruno, o Brasil já havia vencido ouros no Pan de Guadalajara no judô com Leandro Guilheiro, Luciano Correa, Tiago Camilo e Leandro Cunha, igualando a marca das edições de 1987 e 2003 da competição com cinco medalhas de ouro no esporte.
"Estamos dentro do treino, do convívio direto que cada atleta faz, e sabemos que é possível ganhar mais medalhas. O negócio é manter o pulso firme para não deixar escapar medalhas e amanhã (sábado) vem mais. Estamos conquistando nosso espaço no judô e vamos chegar lá", afirmou Bruno Mendonça logo após o triunfo.


Diego Hypólito comemora novo ouro e abraço de "referência"

Quando o placar do Complexo de Ginástica anunciou Diego Hypólito como campeão do salto dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, nesta sexta-feira, o ginasta recebeu diversos abraços à beira do tablado. Um deles, porém, especial: da irmã Daniele Hypólito, que competia paralelamente na trave e que correu ao redor do palco da competição para cumprimentar o irmão. Minutos depois, ambos subiram ao pódio.
Após receber sua medalha de ouro, a terceira em Guadalajara, Diego comentou o que a irmã disse em seu ouvido ao abraçá-lo. "O que ela falou na verdade foi: bicampeão pan-americano de salto", disse Diego, relembrando a medalha de ouro da modalidade no Pan de 2007 e comorando a conquista em família.
"Eu estava muito feliz por ela, porque ela ganhou uma medalha. A Dani merece, é uma menina de 27 anos de idade que está aí, determinada, melhor que anos atrás, melhor que em 2008, melhor que em 2007. Ela está voltando à forma física que ela tinha quando era nova. Ainda tem falhado em competições por estar voltando ao nível internacional como principal do Brasil", analisou o ginasta.
Primeira ginasta a se apresentar em sua final, Diego observou a apresentação da irmã a alguns metros dele. Apreensivo, comentava e gritava para apoiar a irmã. Depois da confirmação da medalha de bronze, o ginasta comemorou a vitória de seu grande modelo no esporte.
"Eu fico tenso porque é irmã, família. É uma menina dedicada, uma menina que tem 27 anos e que faz isso com prazer, com amor. A Dani sempre foi um grande exemplo para mim. Eu não tinha uma referência na ginástica; eu queria ser exatamente como minha irmã era. E isso para mim é um exemplo. É uma menina dedicada - muitas vezes mais dedicada que eu - em questão de disciplina, em casa. É uma menina muito família. A Dani, quando consegue esses resultados, é como se fossem meus também; então eu fico muito contente", completou.


Brasil leva ouro no revezamento masculino 4x100 m do Pan

igualmente com o feminino 4x100m


Com brilhante participação dos brasileiros Ailson Feitosa, Sandro Viana, Nilson André e Bruno de Barros, o País conquistou mais um ouro nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara nesta sexta-feira, no Estádio Telmex de Atletismo, pela prova do revezamento masculino 4x100 m. Com o tempo de 38s18, os atletas foram soberanos na prova.
Na segunda posição da corrida ficou São Cristõvão e Neves, que correu com seus atletas Jason Alston Rogers, Antoine Adams, Dellwayne e Brijeshh Lawrence, que fizeram 38s81 e surpreenderam. O bronze ficou para os Estados Unidos, com os corredores Calesio Albert Newman, Jeremy Dodson, Rubin Williams e Morizavous Edwards, com o tempo de 39s17.
Depois, na sequência, ficaram os cubanos David Lescay, Michael Herrera, Victor Gonzalez e Roberto Skyers, seguidos pelos equatorianos Jhon Tamayo, Franklin Nazareno, Alex Quiñonez e Hugo Chila. Completaram a prova México, Chile e Bahamas.


ATUAL QUADRO

Estados Unidos 82 75 57 214
2 [BRA] Brasil 45 30 53 128
3 [CUB] Cuba 45 28 40 113
4 [MEX] México 34 31 47 112
5 [CAN] Canadá 25 34 47 106
6 [COL] Colômbia 23 23 32 78
7 [ARG] Argentina 19 13 31 63
8 [VEN] Venezuela 12 27 30 69
9 [GUA] Guatemala 7 3 4 14
10 [DOM] República Dominicana 6 5 17 28

NOVO NO MINISTERIO DO ESPORTE



Aldo Rebelo é o novo ministro do Esporte
27/10/2011 12:12, Por Redação, com Reuters - de Brasília

O deputado federal Aldo Rebelo (PCdoB-SP) é o novo ministro do Esporte, anunciou a ministra da Secretaria de Comunicação Social, Helena Chagas, nesta quinta-feira.

Aldo substituirá Orlando Silva, do mesmo partido, que deixou o cargo na véspera em meio a denúncias de corrupção.

Aldo Rebelo é o novo ministro dos esportes
O novo ministro já foi presidente da Câmara dos Deputados, titular da pasta da Coordenação Política –equivalente à atual Secretaria de Relações Institucionais– e presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito que investigou a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) entre 2000 e 2001.

O líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), já havia dito que o deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), era um bom nome para substituir Orlando Silva no Ministério do Esporte.

O deputado federal Aldo Rebelo (PCdoB-SP), chegou pro volta das 11h30 ao Palácio da Alvorada, onde se reuniu nesta quinta-feira com a presidente Dilma Rousseff e o presidente nacional do partido, Renato Rabelo.

Na reunião a presidenta pediu a ele que conduza o ministério com o objetivo de enfrentar “todos os desafios da Copa do Mundo e das Olimpíadas”. Aldo Rebelo disse que à tarde dará entrevista coletiva para falar sobre sua gestão.

Nascido em Alagoas, Aldo está no quinto mandato de deputado federal. Ele foi eleito pelo PCdoB de São Paulo. Jornalista e escritor, Aldo iniciou a atuação política como líder do movimento estudantil e chegou a presidir a União Nacional dos Estudantes (UNE). Ele também é um dos fundadores da União da Juventude Socialista (UJS).

Aldo é conhecido por sua postura nacionalista. Um dos projetos apresentados por ele é o que prevê a redução de estrangeirismos na língua portuguesa.

Em reunião com Silva na noite de ontem, a presidente Dilma Rousseff não fez garantias de que o PCdoB continuaria à frente da pasta, mas também não ameaçou tirá-la da legenda. O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, havia afirmado antes que havia uma “tendência” para a legenda continuar com o ministério.

- É um político de grande envergadura, militante, leal às causas populares- , disse, negando que a conduta de Aldo durante a relatoria do Código Florestal possa ser um impedimento para que seu nome seja o escolhido. “O Código Florestal foi um item único, um episódio. Não podemos julgar as pessoas por um episódio”, disse. Entretanto, Vaccarezza destacou que não cabe a ele interferir na escolha do novo ministro. “Não estou defendendo nenhum nome. É um assunto para a presidenta.”

ILUSTRE SANTA-MARIENSE VISITA SUA CIDADE


Fotos CLERY LIMA

Getúlio, Delegado local, de comunicação fácil, junto com Rosalvo, Superintendente da Polícia Federal do RS, que também agradeceu em estar presente na homenagem ao SECRETÁRIO BELTRAME e o convívio com policiais, familiares e comunidade santa-mariense.

Um jantar com grande representação da comunidade santa-mariense, além de autoridades, policiais, amigos, familiares, para homenagear o filho MARIANO BELTRAME, na APOFESMA


BELTRAME, simplicidade, sintético disse prque foi convidado para ser SECRETÁRIO DE SEGURANÇA DO RIO DE JANEIRO e enfatizou o meio onde saiu, que lhe ajudou muito para que desenvolvesse um projeto eficiente que ainda está sendo colocado em prática. Afirmou: " SANTA MARIA MORA NO MEU CORAÇÃO."



NOTA DO EDITOR

Nosso blog é da atividade física, esporte e saúde, mas registra com muito prazer a presença de MARIANO BELTRAME, em Santa Maria, pois além de ser um exemplo de dedicação e capacidade, estando no comando da SECRETARIA DE SEGURANÇA do Rio de Janeiro, em duas gestões do Governo CABRAL, foi nosso corredor da VOLTA CIDADE DE SANTA MARIA e também tivemos o prazer em 2007, de estar com Ele e o grupo de policiais de Santa Maria, lembro o colega SERGIO, por ocasião do PAN RIO.

Desejamos muitas felicidades que DEUS esteja sempre o iluminando e sobretudo dando a orientação certa para as tomadas de decisões.

(CLERY - EDITOR)

BELTRAME RECEBE FESTA

NA SEDE DA APOFESMA


O colega Policial Federal de Santa Maria, MARIANO BELTRAME, há duas administrações do Rio de Janeiro, é o Secretário de Segurança do Estado.

Na noite desta quinta-feira, dia 27 de outubro, ele proferiu uma palestra para o Curso de Direito da UFSM e foi homenageado com um jantar (Churrasco) na sede dos Policiais Federais.

O editor deste Blog esteve presente, à convite do Policial e Profissional de Educação Física, Sérgio Roberto dos Santos, na festa promovido ao Secretário de Segurança do Rio de Janeiro, Mariano Beltrame. Além dos Superintendete do RS, Rosaldo Ferreria e o Delegado local, José Getúlio Vargas, estiveram presentes autoridades políticas, policiais, empresários, UFSM , Prefeitura Municipal, familiares.

Usaram da palavra, Getúlio e Rosaldo, pela Polícia Federal de Santa Maria e do Estado. Enfatizaram a importância do Evento para reconhecer o colega, que hoje desfruta de uma posição de destaque no cenário nacional, na função de Secretário de Segurança do RIO.

Beltrame ao agradecer a manifestação, declarou que tudo que sabe leva de Santa Maria, pelo aprendizado com os colegas e estudos avançados que o fizeram se tornar Secretário do Rio de Janeiro.


PRESENÇA DE ILUSTRE SANTA-MARIENSE, SECRETÁRIO DO RIO DE JANEIRO

PAN 2011 EM GUADALAJARA

UM DIA DE MUITAS MEDALHAS


Nesta quinta-feira, O Brasil colocou seis medalhas de ouro e mantém-se em segundo lugar ainda - 39 medalhas de ouro, tendo em terceiro Cuba, com 37 medalhas de ouro.


Nossos santa-marienses fizeram bronze, na canaoagem K4 - 1000m - Gilvan e Givago e a nossa Maria Portella, no judô.

JUDÔ
GUILHEIRO E TIAGO OURO
O judoca brasileiro Leandro Guilheiro superou a perda do ouro no Pan do Rio, em 2007, derrotou o portorriquenho Gadiel Miranda e levou o ouro na categoria para atletas até 81 kg nesta quinta-feira, pelos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. O duelo foi realizado no Ginádio Del Code II, e o atleta do Brasil deu um ippon no rival a apenas dois minutos do término do combate, conquistando o triunfo e mais um primeiro lugar no pódio para o País.
O judoca deu a volta por cima quatro anos depois de ficar com a prata no Pan-Americano do Rio de Janeiro, em 2007, quando perdeu a final da categoria até 73kg para o americano Ryan Reser, resultado que o frustrou já que pretendia levar o ouro lutando em solo brasileiro.
O atleta acrescentou o ouro pan-americano à sua galeria de conquistas, uma vez que também possui dois bronzes olímpicos, conquistados na Olimpíada de Atenas, em 2004, e Pequim, em 2008, todos celebrados na categoria até 73 kg. Em 2010, o brasileiro ainda foi prata no Mundial de Tóquio, mas já na modalidade até 81 kg.
Guilheiro trocou de categoria em dezembro de 2009 e, desde então, triunfou com medalhas em 12 dos 13 eventos disputados no Circuito Mundial do judô, isso até a disputa do Mundial realizado em agosto. Com 28 anos de idade, o brasileiro é natural de Suzano.
Minutos depois da vitória de Leandro, o Brasil conquistou outro ouro no judô, mas com Tiago Camilo. Por isso, Guilheiro mostrou-se animado com o País no judô em Guadalajara. "A expectativa é que a gente conquiste mais medalhas de ouro do que no último Pan, estamos melhores agora", decretou.

Futebol feminino é prata
A seleção brasileira feminina de futebol conquistou a medalha de prata dos Jogos Pan-americanos Guadalajara 2011. Após empate em 1 a 1 no tempo normal e 0 a 0 na prorrogação, o time foi derrotado nos pênaltis para o Canadá por 4 a 3.
GUADALAJARA 2011

Fernando Reis faz história com


medalha de ouro e chora ao abraçar o pai
Quando um jovem de 21 anos, estudante de business da Universidade do Missouri, desembarca de volta no Brasil muitos devem supor que ele venha para visitar a família, passar férias. Este ano, Fernando Reis fez este caminho, mas era parte de um plano maior: ganhar a medalha de ouro ...


Atletismo conquista medalha de ouro e


de bronze nos 10.000m masculino

O Brasil dominou as finais dos 10.000 metros masculinos dos Jogos Pan-americanos Guadalajara 2011. Na disputa desta quinta-feira, dia 27, no Estádio de Atletismo, Marílson dos Santos garantiu a medalha de ouro, com 29m00s64, enquanto Giovani dos Santos ficou com o bronze, com 29m51s71. Juan Carlos Romero, do México, garantiu a prata, com 29m41s00.

Ana Claudia fatura o ouro nos 200m


e Cruz Nonata é prata nos 5.000m

Numa prova emocionante, Ana Claudia Lemos da Silva conquistou a medalha de ouro dos 200m feminino dos Jogos Pan-americanos Guadalajara 2011, nesta quinta-feira, dia 27, no Estádio de Atletismo. A brasileira e a jamaicana Simone Facey disputaram a primeira colocação até o final. Mas Ana Cláudia conseguiu segurar a vantagem que havia conquistado e cruzou na frente, com 22s76. Facey ficou com a prata, com 22s86, enquanto a dominicana Mariely Sancrez Hichez foi bronze, com 23s02.

Já nos 5.000m feminino, Cruz Nonata repetiu o resultado que havia conseguido nos 10.000 e voltou a subir ao pódio na segunda colocação. Assim como na disputa anterior foi superada pela mexicana Marisol Guadalupe Romero. A brasileira completou a prova em 16m29s75, contra 16m24s08 da medalhista de ouro. Santa Ines Melchor, do Peru, ficou com o bronze, com 16m41s50.

Judô feminino garante o bronze


com Maria Portela e Mayra Aguiar


O judô brasileiro conquistou mais duas medalhas de bronze nos Jogos Pan-americanos Guadalajara 2011. Nesta quinta-feira, dia 27, no Ginásio CODE II, Maria Portela garantiu a terceira colocação na categoria - 70kg, ao derrotar a norte-americana Kathleen Sell por ippon, aos 3m43s de combate. Já Mayra Aguiar precisou de apenas 27 segundos para superar a argentina Lorena Briceño pela categoria -78kg..
Maria Portela revelou ter ficado satisfeita com a conquista do bronze, mas não nega que seu objetivo era o ouro. "Tô feliz, mas estou treinando forte e sei que tenho condições de conseguir resultados melhores. Sempre quis o ouro aqui em Guadalajara, mas acabei errando. Vou trabalhar mais daqui para frente. Não foi o planejado, mas está valendo. Afinal, é o terceiro lugar no Pan-americano", disse.

Sobre o fato de ter vencido uma adversária cerca de 15 centímetros mais alta, a brasileira disse que já está habituada com isso. "Sempre sou a mais baixinha. Por isso, treino para saber como acertar a pegada e superar as rivais. Procuro ser a mais rápida para compensar o problema da estatura", completou.

Mayra também tinha condição de ir mais longe na competição. A disputa com a norte-americana Kayla Harrison, pelas quartas-de-final, foi considerada uma final antecipada. E isso ficou provado nas lutas seguintes. Kayla conquistou o ouro, enquanto a brasileira passou com facilidade pelas duas rivais que pegou pela frente após a derrota para a norte-americana. Foram apenas oito segundos para superar a mexicana Lenia Ruvalcaba e outros 27 segundos na luta que valeu o bronze.

Por isso, após a conquista de sua segunda medalha em Jogos Pan-americanos - foi prata no Rio 2007 -, Mayra tenha lamentado a derrota nas quartas-de-final. "Minha participação nos Jogos foi boa. Só teve aquela fatalidade contra a americana. Acho que a arbitragem poderia ter deixado a luta rolar mais antes de me dar as punições que acabaram decidindo minha derrota", comentou. "Mas competição é assim mesmo. Preciso aprender a lidar melhor com isso. A americana foi mais malandra. Agora é voltar para casa, rever os vídeos e ver o que está faltando", completou Mayra, lembrando que quando ganha da Kayla é com um golpe: quando perde é na base de punição.


ATUAL QUADRO DE MEDALHAS


1 [USA] Estados Unidos 78 70 54 202
2 [BRA] Brasil 39 25 45 109
3 [CUB] Cuba 37 26 33 96
4 [MEX] México 30 29 45 104
5 [CAN] Canadá 24 30 42 96
6 [COL] Colômbia 22 19 30 71
7 [ARG] Argentina 19 11 29 59
8 [VEN] Venezuela 10 27 26 63
9 [GUA] Guatemala 6 3 3 12
10 [DOM] República Dominicana 5 3 17 25