sábado, 3 de dezembro de 2011

MUNDIAL FEMININO DE HANDEBOL EM SÃO PAULO

Rússia vence e confirma favoritismo
no Grupo B do Mundial
Atual tricampeã da competição, equipe russa bate Coreia do Sul na estreia por 39 a 24
Barueri (SP) - A Rússia confirmou neste sábado (3) o favoritismo no Mundial Feminino de Handebol. As atuais tricampeãs do torneio derrotaram a Coreia do Sul por 39 a 24 (19 a 13 no intervalo) no primeiro dia de competições do Grupo B, que tem sede em Barueri.

Foram as asiáticas que começaram a partida na frente, chegando a abrir três gols de vantagem sobre as russas. Contudo, a equipe europeia passou a marcar melhor as rivais e conseguiu virar o placar, encerrando o primeiro tempo à frente no placar por 19 a 13. No segundo tempo, a Rússia manteve a regularidade e conquistou a vitória por 39 a 24.

"É importante ganhar o jogo, mas isso não significa nada para amanhã", disse o técnico russo Evgeny Trefilov, referindo-se ao confronto com a Espanha, neste domingo (4), às 18h.

Já classificada para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, por serem as campeãs do Pré-Olímpico Asiático, há um mês, a Coreia do Sul sentiu a falta de tempo para descansar. "O time russo é muito forte e nós não estávamos nas nossas melhores condições físicas por causa do Pré-Olímpico", justicou o treinador sul-coreano, Jae Won Kang.

No primeiro confronto do dia, o Cazaquistão não teve dificuldades para derrotar a Austrália por 37 a 9 (20 a 6 no intervalo). "Corremos muito para obter esse resultado. Não foi sorte", disse a armadora-esquerda do Cazaquistão Natalya Kulakova. "Foi o primeiro jogo de Mundial para muitas das nossas atletas. Vamos tentar mostrar que podemos jogar bem", declarou o técnico da Seleção da Austrália, Katsuhiko Kinoshita.

Na última partida da programação, Espanha e Holanda fizeram um confronto equilibrado. Pouco superiores durante todo o jogo, as espanholas saíram vitoriosas: 34 a 27 (18 a 15 no intervalo). "Sabíamos que ia ser um jogo difícil, como realmente foi. É ótimo estrear bem e isso nos dá tranquilidade para jogar melhor as próximas partidas", analisou o treinador espanhol, Jorge Dueñas de Galarza. O comandante holandês, Henk Groener, não gostou do desempenho de seu time. "Não jogamos bem, tivemos problemas de ataque e desperdiçamos muitos tiros de sete metros. Vamos ter de trabalhar bastante."

Amanhã, todas as seis seleções do Grupo B voltam ao Ginásio José Corrêa. Às 15h45, a Coreia do Sul encara o Cazaquistão; às 18h jogam Espanha e Rússia. Por fim, a Holanda enfrenta a Austrália às 20h15.

BLOG DIVULGANDO EVENTOS E PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO FISICA

Jovem técnico Giacomini

ATLÉTICO DE GIACOMINI
É CAMPEÃO MINEIRO
Mantendo uma caminhada vitoriosa, o técnico Diogo Giacomini, sagrou-se campeão juvenil mineiro, com o Atlético. A informação chegou com o nosso amigo LUIZ CELSO GIACOMINI. Parabéns ao jovem técnico santa-mariense, que a cada dia se confirma a nossa afirmação de que AINDA SERÁ UM DOS GRANDES TÉCNICOS BRASILEIROS.
Agora, a equipe juvenil de DIOGO GIACOMINI irá de 12 a 18 de dezembro, em Belo Horizonte, irá defender o TRI-CAMPEONATO DO TORNEIO FUTURE CHAMPIONS.
Divulgamos a matéria veiculada no site do Clube
3 de dezembro de 2011Galo

Time juvenil goleia e é Campeão Mineiro

         Reafirmando sua condição de referência em trabalho nas categorias de base, o time juvenil do Atlético se sagrou Campeão Mineiro ao vencer o Uberlândia, por 4 a 0, na manhã deste sábado, na Cidade do Galo, pela última rodada do hexagonal final. Os gols foram marcados por Carlos, Gabriel, Lucas Kattah e Emerson.
        Com o resultado, a equipe encerrou esta fase decisiva da competição com 25 pontos, oito vitórias, um empate e uma derrota. Na primeira fase, o time alvinegro terminou em primeiro lugar do grupo C, com 18 pontos, cinco vitórias e três empates nos oito jogos disputados.
        Na partida deste sábado, o Galinho abriu o placar aos 6 minutos do primeiro tempo com Carlos e aos 29 minutos, o zagueiro Gabriel aumentou de cabeça. Aos 3 minutos da etapa final, o meia Lucas Kattah marcou o terceiro e aos 36 minutos, o lateral direito Emerson fechou a goleada.
       O técnico Diogo Giacomini escalou o time com Uilson, Emerson (Wagner), Gabriel, Donato e Charles; Marcelo, Josimar (Yago), Lucas Kattah (Rodrigo Mucuri) e Dodô (Anderson); Carlos e Marcus Vinícius (Zé Alberto).
       Agora a equipe juvenil do Atlético vai em busca do tri-campeonato do Torneio Future Champions. Atual campeão, o Galinho estreia no próximo dia 12 (segunda-feira), contra a Juventus da Itália.
      Confira a campanha do juvenil no hexagonal final:
Turno
Uberlândia 0 x 4 Atlético
Atlético 0 x 0 Boa Esperança
Atlético 2 x 0 Cruzeiro
América 2 x 1 Atlético
Atlético 2 x 0 Sport JF
Returno
Sport JF 0 x 2 Atlético
Atlético 2 x 0 América
Cruzeiro 1 x 2 Atlético
Boa Esperança 0 x 2 Atlético

Atlético 4 x 0 Uberlândia

MUNDIAL DE HANDEBOL FEMININO EM SÃO PAULO

Brasil estreia com vitória
no Mundial Feminino de Handebol
Em casa, equipe brasileira derrota Cuba por 37 a 21

São Paulo (SP) - A Seleção Brasileira de Handebol estreou com vitória no Mundial Feminino, nesta sexta-feira (2), no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. A equipe comandada pelo dinamarquês Morten Soubak venceu Cuba por 37 a 21 (17 a 11 no intervalo). As duas equipes estão no Grupo C da competição, sediado em São Paulo. Completam a chave França, Romênia, Tunísia e Japão.

A estratégia armada pelo treinador Morten Soubak de fortalecer a defesa e contra-atacar com velocidade funcionou. Foi em um contra-ataque que a ponta-direita Alexandra abriu o placar para o Brasil, logo no primeiro minuto de jogo. Apoiada pela torcida, a equipe brasileira não diminuiu o ritmo e encerrou o primeiro tempo vencendo por 17 a 11. A etapa final foi praticamente igual à primeira: Brasil forte nos contra-ataques e na marcação.. Cuba não conseguiu passar pelo bloqueio armado pelo time da casa e viu a Seleção Brasileira vencer por 37 a 21.

"Nossa defesa se comportou bem e tivemos bom aproveitamento nos contra-ataques, mas a gente podia ter tido um melhor desempenho nos lançamentos. Mas foi uma boa estreia", disse o técnico Morten Soubak.

O destaque foi a armadora-esquerda do Brasil Eduarda Amorim, Duda, escolhida a melhor jogadora da partida. Para ela, atuar em casa foi um fator importante na vitória brasileira. "Foi legal ter a torcida nos apoiando e nós sentimos isso. Apareceu até mais gente do que a gente esperava e a gente torce para ter mais pessoas nos próximos jogos", afirmou.

As duas equipes voltam a entrar em quadra na segunda-feira (5). Às 15h, Cuba enfrenta o Japão e, às 19h45, é a vez de o Brasil jogar contra a França. Dois jogos encerram amanhã (3) a primeira rodada do Grupo C: Romênia x Tunísia, às 15h, e França x Japão, às 17h15.

BRASIL: Chana Masson (goleira), Barbara Arenhart (goleira), Fabiana Diniz, a Dara (3), Alexandra (7), Samira (4), Dani Piedade (3), Fernanda (8), Ana Paula (2), Jéssica (1), Silvia (1), Eduarda Amorim, a Duda (3), Francine (2), Mayara (1), Deonise (2), Alessandra (0).
Técnico: Morten Soubak

CUBA: Rivero (goleira), Miranda (goleira), Llovera (goleira), Valdez (0), Duanis (0), Zulueta (1), Hernandez (6), Lusson Miranda (2), Machado (1), Abreus (1), Zamora (0), Milan (9), Matos (1)
Técnico: Lorenzo Verdecia