terça-feira, 8 de janeiro de 2013

BLOG VOLTA A VAPOR - DIVULGANDO O ESPORTE - HANDEBOL

BRASILEIRA CONSIDERADA A MELHOR DO MUNDO NO HANDEBOL:
ALÊ, A MELHOR DO MUNDO
Alexandra Nascimento comemora o título de melhor jogadora de handebol do Mundo
Foto arquivo Photo&Grafia
Ponta direita foi a primeira do Continente Americano a vencer o prêmio promovido pela Federação Internacional
Santo André (SP) - Alexandra Nascimento conquistou um feito inédito para o handebol brasileiro e para o Continente Americano. A ponta direita foi eleita a melhor jogadora do Mundo de 2012 em votação, que é organizada anualmente pela Federação Internacional de Handebol (IHF). O reconhecimento encerrou um ano de conquistas da atleta que atua no Hypo Nö, da Áustria. Além de ser a artilheira da Seleção Brasileira nos Jogos Olímpicos de Londres, foi escolhida também como a melhor em sua posição na competição, na qual o Brasil terminou com o sexto lugar.

A brasileira concorreu ao prêmio com outros grandes destaques da modalidade e venceu com 28% contra 24% da norueguesa Heide Löke, primeira colocada no ano passado, 24% da montenegrina Bojana Popovic, 12% da croata Andrea Penezic e 12% de Katarina Bulatovic, também de Montenegro. Participaram da votação uma comissão especializada da IHF, representantes da mídia e o público. Pelo masculino, o francês Daniel Narcisse também foi eleito pela primeira vez. Ele é o sexto de seu País a conquistar a premiação.

Os vencedores receberão o troféu e um cheque no valor de 10 mil euros, no dia da disputa da medalha de ouro do Campeonato Mundial Masculino, em 27 de janeiro, na Espanha. Muito emocionada, a jogadora contou como recebeu a notícia. "Começamos o treino hoje pela manhã no clube e, de repente, o técnico parou e reuniu todas no meio da quadra. Com uma cara muito séria ele disse que estávamos treinando com a melhor jogadora do Mundo. Eu não podia acreditar. Fiquei tão emocionada, comecei a pular a chorar e, depois disso, foi impossível seguir com o treino normalmente, é claro."

Mesmo com essa grande conquista, Alexandra mantém a humildade, uma de suas fortes características. "Ainda não acredito. Mesmo estando concorrendo, foi uma surpresa maravilhosa. Agradeço a todos que me apoiaram e votaram em mim, pois sem eles eu não conseguiria esse prêmio. O meu recado para todas as pessoas que têm um sonho e que, talvez, não tenham dinheiro nem ajuda, que não desistam, pois se você tem fé, humildade e acredita no seu trabalho, tudo é possível. Eu também passei por muita coisa e hoje faço uma análise. Se Deus me perguntasse se eu faria tudo de novo, sem dúvida, rapidamente eu diria que sim."

O dinamarquês Morten Soubak, técnico da Seleção Brasileira, afirma que esta premiação significa muito para a jogadora e para o handebol brasileiro. "Primeiramente, para ela, isso é um reconhecimento por todo o trabalho que vem fazendo ao longo de todos esses anos. É a maior conquista que um atleta pode conseguir e foi muito merecido, não só pela carreira dela, mas pela pessoa que ela é. A Alexandra é um exemplo não só para o handebol, mas para qualquer atleta. Isso representa algo muito importante para o Brasil também, que mostrou que tem atletas com capacidade e talento para chegar muito longe. Fiquei muito contente por 'ver a bandeira brasileira no topo', mostrando que nós somos capazes."

Para o presidente da Confederação Brasileira de Handebol (CBHb), Manoel Oliveira, o ano começou com a melhor notícia para o handebol do país.. "É uma coisa extraordinária ter uma brasileira e, consequentemente, não europeia eleita a melhor do Mundo. É um fato inédito e histórico.. Estou muito orgulhoso e, com isso, tenho a certeza que estamos no caminho certo para promover o Brasil entre os melhores do Mundo", comemorou.

A ponta direita de 31 anos nasceu em Limeira (SP), mas cresceu em Vitória (ES) e, por isso, adotou o Estado como terra natal. É um dos destaques do Hypo Nö, clube austríaco com grande atuação na Europa. Alexandra é presença constante nas convocações da Seleção Brasileira há anos, tendo participado de três Olimpíadas e cinco Mundiais, além de ser tricampeã dos Jogos Pan-Americanos.
Os Correios são o patrocinador oficial do Handebol do Brasil, a ASICS é a marca oficial de material esportivo e a Penalty a fornecedora de bolas. 

Nenhum comentário: