domingo, 16 de junho de 2013

NOSSO BLOG DIVULGANDO O ESPORTE E ATIVIDADE FISICA:

Correio do Brasil: Abertura da COPA DAS CONFEDERAÇÕES DE FUTEBOL

Seleção vence os japoneses em um jogo marcado pelas vaias à presidenta Dilma
Por Redação - de Brasília
Neimar desencantou ao marcar um gol contra a Seleção do Japão
Neymar desencantou ao marcar um gol contra a Seleção do Japão
O atacante Neymar Jr., logo aos dois minutos do primeiro tempo abriu o marcador para o Brasil e elevou o moral da Seleção Brasileira na vitória por 3 a 0 sobre o Japão, na tarde deste sábado, no Estádio Mané Garrincha. Paulinho e Jô ampliaram o resultado.
A vitória significou mais do que os primeiros três pontos ganhos pelo Brasil no grupo A da Copa das Confederações. Levou também um pouco de paz para Felipão e principalmente para Neymar. Com a camisa 10 da Seleção, o astro do Barcelona transformou as contestações que o tiraram do sério nas últimas semanas em alegria com alguns momentos de ousadia diante dos japoneses.
Os brasileiros passarão por um teste um pouco mais difícil na segunda rodada pela Copa das Confederações, na quarta-feira, quando enfrentará o México no Castelão. O Japão buscará a sua reabilitação contra a Itália no mesmo dia, na Arena Pernambuco.
Vaias
A presidenta Dilma foi vaiada pela torcida no Estádio Mané Garrincha
A presidenta Dilma foi vaiada pela torcida no Estádio Mané Garrincha
Em um estádio lotado, por dentro, de torcedores de classe média, com recursos suficientes para pagar até R$ 300,00 em um ingresso, e cercado pelo lado de fora por manifestantes que integram os movimentos sociais e protestavam contra o dinheiro gasto em obras para a Copa do Mundo e as Olimpíadas, a presidente Dilma Rousseff declarou aberta a Copa das Confederações deste ano. Nas arquibancadas, recebeu uma sonora vaias da torcida no recém-reformado Estádio Nacional Mané Garrincha, antes do jogo entre Brasil e Japão.
As vaias começaram quando o presidente da Fifa, Joseph Blatter, foi anunciado pelo locutor do estádio e ganharam força com o anúncio da presença da presidente. Durante as vaias, Blatter chegou a pedir respeito aos cerca de 70 mil torcedores presentes ao estádio.
– Amigos do futebol brasileiro, onde está o respeito e o fair play, por favor? – disse o presidente da Fifa.
O pedido do dirigente só fez as vaias aumentarem e Dilma declarou a abertura oficial do torneiosob o protesto da torcida em Brasília.
 
NOTA DO EDITOR

Povo repetiu as vaias que aconteceram ao PRESIDENTE LULA, também em 2007, quando da abertura dos JOGOS DESPORTIVOS PANAMERICANOS, no Maracanã - Rio de Janeiro.

Estávamos lá, na cobertura do Evento, junto com o professor MANOEL JOSÉ GOMES TUBINO e sua família.


 

Nenhum comentário: