sexta-feira, 23 de agosto de 2013

NOSSO BLO GIVULANDO O MUNDIAL DE JUDO

Confederação Brasileira de Judô:

Sorteadas as chaves do Brasileiro Sub 23,    

que terá atleta convocada para o Mundial

Durante o Nacional da classe da qual é atual campeã, Bárbara Timo deixa a concentração da seleção e vai à busca da defesa do título
Na noite desta quinta-feira foi realizado o Congresso Técnico do Campeonato Brasileiro Sub 23, que será realizado já no Ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, com toda a estrutura do Mundial – que inicia na segunda-feira (26). Ao todo, 266 atletas estão inscritos na competição, sendo 155 no naipe masculino e 111 no feminino. Os estados que possuem mais judocas inscritos no certame são Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo; todos com 16 atletas inscritos – um em cada uma das categorias em disputa.
Entre as quase três centenas de atletas que participarão do Brasileiro Sub 23, chama a atenção um nome em especial: Bárbara Timo (70kg, CR Flamengo/RJ). A carioca está concentrada com a seleção brasileira, já que está selecionada para a disputa do Campeonato Mundial por Equipes, que tomará lugar no mesmo Maracanãzinho mas no dia primeiro de setembro. A selecionada brasileira é a atual campeã da categoria até 70kg do Brasileiro Sub 23; em 2012, ela passou por outras atletas que estão treinando como apoio da seleção brasileira: Isadora Pereira (Minas Tênis Clube/RJ) e Nádia Mérli (EC Pinheiros/SP).
“Estou muito ansiosa e esperançosa para o Campeonato Brasileiro. É meu último ano de Sub 23 e espero fazer uma grande competição, tendo certeza de que será um grande teste para o Mundial, que, claro, é o grande foco”, falou a atual campeã da categoria Médio, Bárbara Timo.
Dentro do Congresso Técnico, como de praxe, foi realizado o Sorteio das chaves, permitindo aos competidores e seus técnicos que conhecessem seus caminhos dentro do Nacional Sub 23, competição que foi criada em 2010, visando a transição dos atletas da classe Junior para a Sênior.
“Vejo a criação desse Campeonato Brasileiro Sub 23 com ótimos olhos. Há um tempo, o atleta saia do Junior (Sub 21) e ia direto ao Sênior, aonde ele tinha uma diferença brutal para os atletas da equipe olímpica, por exemplo. O que causava muitos abandonos da carreira profissional. E esse é um período propício a isso, pois é agora, nessa faixa etária, que os atletas resolvem o que querem da vida. Se vão se dedicar somente à faculdade ou seguem focando em sua carreira como atletas profissionais. É um momento da vida em que eles têm de decidir o que querem para o futuro. Para os atletas que decidirem ficar no judô, é uma categoria que permite a climatização entre os adultos”, definiu o ex-treinador da seleção Brasileira e atual treinador do Minas Tênis Clube, Floriano Almeida.
Nesta quinta-feira, além do Congresso Técnico também foram realizados o Credenciamento, a Pesagem Oficial dos atletas das categorias que lutam nesta sexta-feira, e o Congresso de Arbitragem – que contou com o princípio do Exame Nacional de Arbitragem que está ocorrendo durante o Brasileiro e poderá promover alguns árbitros aos níveis Nacional A e Aspirante FIJ. Nesta sexta-feira, as categorias Super Ligeiro, Ligeiro, Meio Leve e Leve, tanto do masculino como do feminino, sobem ao tatame às 9 horas; às 15:30, ocorre a Cerimônia de Abertura; e às 16 horas, o bloco final será realizado; encerrando o dia, às 18:30, acontece a Pesagem Oficial das categorias Meio Médio, Médio, Meio Pesado e Pesado. No sábado, os pesos que foram à balança no dia anterior vão aos combates; a disputa por medalhas, assim como no dia anterior, inicia às 16 horas.
As chaves podem ser conferidas em anexo ao fim da matéria.
Crédito da foto: portaldojudo.com.br
Autor: Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário: