sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

NOSSO BLOG NA COBERTURA DO II CIGESP EM RECIFE

SEGUNDO DIA NA UFPE
(Na manhã foi futebol -COPA DO MUNDO 2014, Formação de atletas na base)
Às 9h teve a mesa redonda: Limites e Vicissitudes da COPA do Mudo de Futebol FIFA 2014. 
Mesa redonda
A coordenação da mesa foi Ana Luiza Vieira, da Universidade Rural e teve como debatedores:Marcos Nunes-UFRural de PE: Tulio Velho Barreto, da Fundação Joaquim Nabuco e Evandro Carvalho, presidente da Federação Pernambucana de Futebol. Das suas manifestações aprendeu-se o seguinte: A Copa do Mundo de Futebol terá investimentos, nestes percentuais - 85% da esfera pública e 15%, da área privada. Serão gastos 9 bilhões em estádios e 25 bilhões no geral. Terá um legado intangível - autoestima, assim como tangível na infra-estrutura, principalmente área urbana, embora muitas obras não serão entregues até a COPA. Foi evidenciado que a FIFA é a dona da bola, ela manda em tudo, a exemplo "Padrão FIFA".
O presidente da FPF esteve ontem em reunião com a FIFA e foi informado que será liberado 120 milhões de dólares para as Federações e decidiram que será aplicado na formação de atletas.
Pesquisador Túlio
Professor Marcos
Presidente da FPF
Clery iniciou as perguntas sobre a palestra da COPA DO MUNDO DE FUTEBOL
Pergunta do público, através da professora ALESSANDRA MENDES, doutoranda da UFPR
O Coordenador Vilde agradeceu a mesa
Público


ENTREGA DE CERTIFICADOS DE PALESTRANTES

Maria Luiza entrega a Tulio
A Evandro da FPF
Á Marcos

GESTÃO NA FORMAÇÃO DE ATLETAS NO FUTEBOL: DAS CATEGORIAS DE BASE AO PROFISSIONALISMO
              Foram painelistas integrantes do Conselho Consultivo da 
Federação Pernambucana de Futebol:Alfredo Bertini-Sport, Gustavo Krause-Nautico e Sylvio Ferreira-Santa Cruz. Todos eles foram enfáticos em dizer que é necessário melhorar as condições nas categorias de base, ter ações mais sérias. Apresentaram o melhor de seus clubes em relação. Foram exposições de pessoas experientes, dirigentes com muita cancha e os debates prolongou-se, também pudera um tema de gosto dos brasileiros. Krause ganhou o público com a sua forma descontraída de comunicação; Sylvio, psicólogo, mostrou a necessidade de um acompanhamento dos meninos que vem de outro mundo e Bertini mostrou a necessidade de melhor organizar a casa para que haja produção.
Composição da mesa
Alfredo Betini
Gustavo Krause
Sylvio Ferreira
DURANTE À TARDE - Aconteceu uma teleconferência com o gerente de Marketing do SportClube INTERNACIONAL, Jorge Avancini.
MESA REDONDA - A Gestão Pública de esporte na América Latina - Níveis Federal, Estadual de Municipal. Coordenador Luciano, da ABRAGESP. Palestrantes - Cláudia Lorena Morales - Universidade Tecnologica de Pereira ( Colômbia); Dirce Correa - Universidade Federal do Espírito Santo e Paulo Cabral de Oliveira - Universidade de Pernambuco.
 Luciano da ABRAGESP coordenador da mesa
 Composição da mesa
 Colombiana Cláudia
 Brasileira Dirce
Cabral de Recife
    Todos os palestrantes ( Colombiana e brasileiros) mostraram a realidade tendo uma necessidade de uma POLÍTICA ESPORTIVA NACIONAL. Os problemas são sempre os mesmos e ficou evidenciado que a GESTÃO ESPORTIVA, a consciência dos dirigentes públicos e dos Governos em todos os níveis, unidos poderão melhorar as condições de trabalho, havendo uma produtiva e atendimento a todas as manifestações do esporte.
      Ao término da mesa, os participantes foram para a sessão de posteres.
ENCERRAMENTO NO SÁBADO
     O Congresso encerra neste sábado, com uma mesa redonda sobre FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO ESPORTIVA: Da base acadêmica à qualificação mercadológica; apresentações de Comunicações orais, Mesa Redonda Gestão de Programas de Saúde e Exercícios Físicos e Conferência de Encerramento: Os mega eventos contribuem para o aumento da cultura esportiva? e as 19h - Terá a Assembléia da Associação Brasileira de Gestão Esportiva - ABRAGESP.





Nenhum comentário: