sábado, 11 de maio de 2013

NOSSO BLOG DIVULGANDO O ESPORTE E ATIVIDADE FISICA : HANDEBOL EUROPEU

Handebol Feminino Europeu:
ATLETAS BRASILEIRAS NA EUROPA
CONQUISTAM TÍTULO MUNDIAL
Release da Photeografia, Assessoria de Imprensa da CBHb, passa-nos informações sobre a WINNER´S CUP que encerrou hoje na EUROPA.
                                Foto Photeo&Grafia
CAMPEÃS COMEMORAM O TÍTULO.
Brasileiras conquistam títulos importantes do handebol europeu
Com atletas da Seleção Brasileira no elenco, Györi Audi ETO KC foi campeão da Champions League e Hypo Nö da Winner's Cup
Santo André (SP) - Nove atletas brasileiras conquistaram dois dos mais importantes títulos do handebol europeu, neste sábado (11). Um deles foi a Champions League, que teve como campeã a equipe húngara Györi Audi ETO KC, da armadora Eduarda Amorim, a Duda. Na sequência, foi a vez do Hypo Nö, da Áustria, vencer a Winner's Cup. O time austríaco conta com oito atletas que defendem a Seleção Brasileira: a goleira Bárbara Arenhart, a pivô Fabiana Diniz, a Dara, as centrais Ana Paula Rodrigues e Mayara Moura, as armadoras Deonise Cavaleiro e Karoline de Souza, e as pontas Fernanda França e Alexandra Nascimento. Os resultados comprovam a evolução e o bom momento vivido pelo handebol brasileiro.

O Györi Audi ETO KC foi campeão pela vez da Champions League, após vencer as duas partidas decisivas contra o Larvik, da Noruega. No jogo deste sábado (11), em casa, fechou em 23 a 22 (13 a 8 no primeiro tempo). Na primeira partida, realizada no último fim de semana, venceu por 24 a 21. O Hypo Nö, que tem um convênio firmado com a Confederação Brasileira de Handebol (CBHb), também foi superior nas duas partidas da final contra o Issy Paris Hand, da França, da goleira Karen Gadelha. No jogo de hoje, a equipe das oito brasileiras venceu em casa por 31 a 21. No jogo de ida, em Paris, fechou em 30 a 22.

Em quadra, na Áustria, estava Alexandra Nascimento, eleita a melhor jogadora de handebol do Mundo em 2012. Mesmo com toda sua experiência, a ponta conquistou o título pela primeira vez. "Eu quero dar os parabéns à CBHb, que nos possibilitou esse convênio. O nosso handebol evoluiu muito, pois podemos treinar e jogar juntas aqui. Ganhamos um título expressivo, com todas as brasileiras atuando, e isso é muito importante para nós", comemorou.

Armadora do Hypo Nö, Deonise acredita que esse foi um passo importante para o handebol do Brasil. "Eu quero agradecer o apoio e força que recebi de todos os brasileiros. Esse é um passo grande e importante para nós, que treinamos muito para isso. Fomos para a final concentradas para darmos o nosso melhor dentro de quadra", destacou.

Para a pivô Fabiana Diniz, a Dara, essa conquista mostra a evolução do handebol brasileiro. "Esse convênio nos deixou na vitrine. A vitória é muito importante para nós, pois conquistamos um campeonato expressivo.. A base da Seleção brasileira está aqui", ressaltou a capitã da Seleção.

A central Ana Paula Rodrigues afirma que, mesmo com a vitória na primeira partida, a equipe sabia que não estava tudo definido. "Durante essa semana, nós treinamos, principalmente, a nossa parte psicológica. Sabíamos que não estava tudo garantido".

A partida da Winner's Cup foi acompanhada de perto pelo técnico da Seleção Feminina, Morten Soubak. O dinamarquês ficou satisfeito com o desempenho das brasileiras em quadra. "Fazia tempo que o Hypo não conquistava um campeonato europeu importante e isso foi possível, agora, com a ajuda das brasileiras, que vem apresentando um ótimo trabalho. Para mim, sem dúvida, a Babi foi o grande destaque da partida. Ela defendeu muito e ajudou bastante nos contra-ataques da equipe", apontou. "Estamos muito contentes, até por saber que o nosso trabalho e que o convênio com a equipe vem dando certo. Foi uma final bastante disputada", completou.

Morten também ressaltou a importância de Duda na equipe húngara. "Com ela em quadra, o Györi Audi ETO KC ganhou o título pela primeira vez. Elas conseguiram controlar bem a partida, do início ao fim. A Duda fez um bom jogo, foi uma peça importante na defesa deles. O grupo todo está de parabéns. Foi uma conquista muito merecida. O time foi, realmente, o melhor da competição", disse.
A ASICS é a marca oficial de material esportivo do HANDEBOL BRASILEIRO 

NOSSO BLOG DIVULGANDO A ATIVIDADE FÍSICA E ESPORTE: RELATO DE JORNALISTAS

UMA CONVERSA DE JORNALISTAS
(Editor do SPP troca e-mails com MARCELO CANELLAS da Rede Globo)
                               Foto Arquivo QUILISPORT
           Clery com o microfone da Rádio Imembuí. Nessa foto direto do Clube do Professor Gaúcho falando de suas realizações.                                 
Neste sábado, na edição do Diário de Santa Maria, da RBS, o colunista Marcelo Canellas, da Rede Globo, que se formou em Santa Maria, escreveu no MIX na sua coluna sobre a situação atual de Santa Maria apontando alguns caminhos para uma retomada. Nós, já às 8h, mandamos um e-mail para Marcelo apontando algumas coisas que poderiam ser feitas na área do esporte e lazer. E para nossa surpresa, breve ele nos deu retorno, assim se expressando:

                                                           Foto Internet

Marcelo Canellas, sempre atuante no jornalismo investigativo
"Salve, Clery!  Antes de mais nada, obrigado por tua leitura atenta.
 Acho essa debate muitíssimo importante. Tens toda razão. Vou escrever um artigo maior, para ser publicado no fim do mês, tentando aprofundar um pouco o tema. Com mais espaço, vou falar também sobre a importância de Santa Maria se tornar referência em práticas esportivas.

Aproveitando tua experiência e expertise no tema, te peço sugestões e propostas concretas e viáveis para que eu possa elencá-las no meu artigo.

Se puderes fazer isso na semana que vem, serei muito grato.

Grande abraço.

Marcelo."

       E nós que agimos, na medida do possível, logo,  retornamos e ampliamos as nossas idéias, oferecendo para que ele faça uso como quiser.



NOSSO BLOG DIVULGANDO O ESPORTE E ATIVIDADE FÍSICA: VEM AÍ JUDO NO ANIVERSÁRIO DE SANTA MARIA

COPA SANTA MARIA DE JUDÕ
DIA 19 DE MAIO NO CDM
Dentro da programação de aniversário do Município, mantém-se a tradicional COPA SANTA MARIA DE JUDÔ, promovida pelo projeto MÃOS DADAS, chancelada pela Liga Rio-grandense de Judô, patrocinada pela LEI DE INCENTIVO ao ESPORTE, PROESP-SM.
 O evento acontecerá no CDM, no dia 19 de Maio.
Segundo os coordenadores Cáceres e Aglaia, neste ano a COPA SANTA MARIA será ainda mais atraente, com a inclusão da categoria ELITE PRÓ, em 3 faixas etárias com premiação em dinheiro.
Algumas fotos da edição de 2012
Autoridades no momento da abertura da COPA

 Cáceres presidente da LIGA RIOGRANDENSE DE JUDO
 Prefeito SCHIRMER apoio ao evento
 Judocas no Dojò, alegria estampada
CONVERSA COM O CASAL JUDOCA
Na tarde de ontem, sexta-feira, qualquer dia é dia para um ser aposentado, sem avisar, fomos visitar o casal exemplo de judô de Santa Maria - Cáceres e Aglaia. Cáceres havia nos telefonado dizendo que queria conversar conosco. A nossa visita seria para isso, assim como para entregar um questionário sugestão para ser preenchido para servir de subsídios para o texto de nosso livro MEMORIA DO ESPORTE, que a edição IV falará do BASQUETE E JUDÕ.
Um sábado com sol, acionei a Bizinha e nos fomos para o Bairro DOM ANTONIO REIS, de  grata recordação, pois lá na década de 70 havíamos adquirido o nosso primeiro imóvel - compramos um terreno. Deixei a motinha no terreno ao lado, onde tem um pomar e sabe com que fruta: LIMA, coisa que gosto (depois sai com uma sacolada). Toquei o dedo na campanhia e logo o Cáceres veio, entramos e o papo iniciou, em seguida chegou a Aglaia, que é muito falante, mas ficou na escuta de nossa
conversa.
A minha experiência de vida, sentia que Cáceres queria desabafar e foi isso. A sua preocupação como dirigente maior da LIGA RIOGRANDENSE DE JUDÔ era sobre o que dizem da briga do judô em Santa Maria e suposta guerra com Federação Gaúcha e Confederação Brasileira de Judô-CBJ.
CÁCERES exclarece que não há nada isso, por parte da LIGA, que está amparada pela LEI PELÉ e que é hoje uma ENTIDADE ESPORTIVA legalizada, apta a buscar recurso em qualquer esfera. E que só não é filiada a CBJ porque o despacho da Entidade Nacional da modalidade informa que a filiação é uma única no estado e a FEDERAÇÃO é antiga ( dedução mantém-se pelo poder de ter uma potência filiada - SOGIPA, pois está totalmente irregular, com débito).
CÁCERES tambem falou com muito orgulho que assumiu em 2010 a LIGA e hoje ela está equiparada com materiais para disputa de qualquer competição oficial nacional.
Por fim diz: " Clery, nós não nos importamos se clubes filiados à FEDERAÇÃO venham disputar competições da LIGA, só que ELES não permitem. E sobre a notoriedade nacional dos atletas, ele lembrou com a ajuda da AGLAIA, que em competições universitárias, nossos judocas disputam pódio com judocas da CBJ."
PALAVRA DO EDITOR  
Esse trabalho de busca de dados sobre o esporte de Santa Maria, com a publicação de livros no projeto MEMÓRIA DO ESPORTE tem sido muito bom, pois oportuniza-nos conversar com muitas pessoas e conhecer até mais a fundo a realidade.
Um exemplo foi com essa conversa com o CÁCERES, da vizinha cidade de São Gabriel, que realmente é uma das pessoas da modalidade, juntamente com a Aglaia, que deram e tem dado uma significativa contribuição ao desenvolvimento e saliência do judô santa-mariense - uma prova disso é a nossa MARIA PORTELA - atleta olímpica - que é considerada como filha do casal. Ainda, segundo Cáceres, praticamente ele foi o técnico de vários atletas e técnicos  de destaques santa-marienses.
Nós, que acompanhamos o esporte local, principalmente como jornalista e interessado na divulgação para nossos veículos, não admitimos essas brigas entre esportes e não venham me dizer que não, porque elas existem. E o judô com habilidade e disposição de dirigentes pode ter a união pregada pelos princípios do esporte.
Se é notório que temos problemas no esporte e em várias áreas, se atuarmos separados, vencer esses obstáculos será muito difícil.
Nós somos adepto à integração e já sentimos que pode acontecer no judô. E podem ter a certeza que essas diferenças, às vêzes até orgulho, acontece em todos os esportes.
Isso é próprio do ser humano: a vaidade, o esnobismo e o querer de ser melhor do que o outro, aparecer.
Valeu Cáceres e Aglaia , estamos com vocês em mais um evento no dia 19, domingo, no CDM.
(CLERY QUINHONES DE LIMA - EDITOR)