segunda-feira, 7 de abril de 2014

NOSSO SITE OLIMPICO EM PARAELELO COM O SAUDE PELA PRÁTICA.

7 de abril de 2014

COLABORAÇÃO DA COLEGA SCHEYLA DA CEV-LEIS
The Best Swimming

 

ESPECIAIS :: JOGOS OLÍMPICOS

Feliz Aniversário Jogos Olímpicos!

Feliz Aniversário Jogos Olímpicos!
abril 06
10:372014
Cerimônia de abertura dos Jogos 1896.
Cerimônia de abertura dos Jogos 1896.
O Comitê Olímpico Internacional está celebrando o primeiro Dia Internacional do Esporte de Desenvolvimento e Paz neste 6 de abril de 2014. A data tem um significado especial para a história do esporte. Foi exatamente num 6 de abril, no distante 1896, há 118 anos que se iniciava a primeira edição dos Jogos Olímpicos da Era Moderno.
Atenas, na Grécia, recebeu por 10 dias, um total de 15 países, 246 atletas, todos do sexo masculino, competindo em nove esportes e 43 provas. Era o início do que se transformou na maior celebração esportiva mundial.
A capital grega venceu a disputa para sediar os primeiros Jogos sobre as propostas de Londres e Paris. A escolha foi óbvia, celebrando a volta dos antigos Jogos tradicionais na Grécia Antiga e o Barão de Coubertin, primeiro presidente do COI, teve o apoio da realeza grega para a organização e custos da primeira Olimpíada.
A primeira prova e medalha distribuída em Atenas 1896 foi nos 100 metros rasos no atletismo onde o americano Frank Lane se sagrou campeão se tornando no primeiro campeão olímpico da história moderna.
Baía de Zea, local da natação em 1896.
Baía de Zea, local da natação em 1896.
A natação estava no programa olímpico de 1896. Foram apenas quatro países participantes (Grécia, Hungria, Austrália e Estados Unidos) e 15 nadadores na competição que foi realizada numa piscina improvisada na Baía de Zea, na Península de Piraeus em Atenas.
Húngaro Alfred Hajos.
Húngaro Alfred Hajos.
O húngaro Alfred Hajos saiu de lá como o mais destacado nadador vencendo duas das quatro provas da competição, os 100 livre com 1:22:2 e os 1200 livre com 18:22:2, nesta prova com quase três minutos de vantagem sobre o segundo colocado. Ainda tivemos a prova dos 500 livre e os 100 metros para marinheiros. Esta última vencida pelo jovem grego Ioannis Malokinis de apenas 16 anos de idade.
O sistema de medalhas da época era diferente do que se vê nos dias de hoje. Não havia a medalha de ouro, o vencedor levava uma medalha de prata e o segundo colocado uma medalha de bonze. Não havia medalhas para o terceiro colocado.
Ao final da disputa, a Grécia se tornou na primeira campeã da Olimpíada com 45 medalhas conquistadas.
O sucesso dos Jogos foi tremendo. Atletas, dirigentes, todos queriam estabelecer Atenas como local permanente para as futuras Olimpíadas. Idéia que era rejeitada pelo Barão de Coubertin interessado em transformar os Jogos em algo ainda mais internacional rodando o mundo . O Barão chegou a repensar a sua idéia depois das duas Olimpíadas seguintes em 1900 e 1904 respectivamente em Paris e St. Louis pela falta de organização das cidades sedes.
Aliás, o desafio de Coubertin era muito maior. Popularizar o esporte e trazer a todas as nações e continentes do planeta. Foi também sua iniciativa em levar as mulheres aos Jogos Olímpicos. O processo foi lento e já na segunda edição em 1900 dos 997 participantes, 22 eram do sexo feminino.
Em 118 anos, os Jogos Olímpicos cresceram, se multiplicaram. Hoje, representam um dos maiores e mais populares eventos do planeta. O esporte mundial está de aniversário neste 6 de abril.

Nenhum comentário: