quinta-feira, 25 de setembro de 2014

NOSSO BLOG DIVULGANDO A EDUCAÇÃO FÍSICA ESPORTE E LAZER

SEMINÁRIO DE EDUCAÇÃO FÍSICA
DO CURSO DA FAMES - SAN TA MARIA
De 20 a 24 de outubro, o Curso de Educação Física da FAMES promove o 9º SEMINÁRIO ORIENTAÇÃO DE ATIVIDADES FISICAS DA REGIÃO CENTRAL DO RS/7a. JORNADA ACADEMICA DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA, as inscrições podem ser feitas pelo site.
CAEL-SM está entre as entidades apoiadoras.
 
  • Seminário EF
curtir
Tamanho da fonte »

Notícias

Inscrições abertas para o Seminário de Orientação de Atividades Físicas e Jornada Acadêmica do curso de Educação Física

Seminário e Jornada do curso de Educação Física

 ORIENTAÇÕES:
 A 9ª edição do Seminário de Orientação de Atividades Físicas da Região Central do Rio Grande do Sul será realizada entre os dias 20 a 24 de outubro. A programação do evento é composta por palestras, clinicas, ministradas por profissionais conceituados(as) na área e apresentação de trabalhos acadêmicos.
Junto ao Seminário será realizada a 7ª Jornada Acadêmica do curso de Educação Física, oportunidade para os(as) acadêmicos(as) apresentarem seus trabalhos e enriquecer os aprendizados adquiridos em sala de aula. Os trabalhos devem abranger as temáticas delimitadas pelo evento e adequar-se aos requisitos de formatação de resumo.
Os(As) interessados(as) em encaminhar trabalhos para a Jornada Acadêmica têm até o dia 12 de outubro, para enviá-los pelo endereço:edfisica.fames@gmail.com. Para os(as) ouvintes as inscrições se estendem até o dia 17 de outubro. O valor da inscrição tanto para ouvinte como para apresentador(a) de trabalho é R$ 35,00. Para os(as) inscritos(as) na Jornada para apresentar trabalho será concedida automaticamente a inscrição como ouvinte do Seminário. Aos(Às) participantes será conferido certificado de 40 horas.
Veja algumas das atividades que compõe a programação do Seminário: no dia 20 de outubro, a Professora Doutora Andréia Machado Cardoso vai discutir com o público sobre “Hipertensão e Diabetes – Considerações Importantes e Prescrição De Treinamento”. No dia seguinte, 21, haverá uma clinica de Canoagem, Slackline e Stand Up Paddle, com instrutores da ASENA, FAMES e Bandeirantes da Serra, na barragem do DNOS.
Já no dia 22, o tema “O educador Físico na Atenção Básica à Saúde” será abordado pelo Professor Especialista Ramão Rodrigo Stocker dos Santos. E no dia 23, professores(as) da academia do Avenida Tênis Clube irão desenvolver uma clínica de Ginástica de Academia. Para encerrar, no dia 24 de outubro, haverá uma clínica de Rugby, com a equipe do Universitário Rugby Santa Maria. E apresentação dos trabalhos inscritos na 7ª Jornada Acadêmica.
Para mais informações entre em contato com a Secretaria dos Cursos de Graduação pelo telefone 3028-7037.


quarta-feira, 24 de setembro de 2014

NOSSO BLOG DIVULGANDO O ESPORTE, SAUDE E LAZER


À Editoria de Esportes

24/09/2014
Cinara Piccolo/Photo&Grafia
Clique na imagem para fazer o Donwload...

Thiago é um dos destaques de São José

Alta | Web
Cinara Piccolo/Photo&Grafia
Clique na imagem para fazer o Donwload...

José Ronaldo do Nascimento, o SB, comanda a Metodista

Alta | Web
Cinara Piccolo/Photo&Grafia
Clique na imagem para fazer o Donwload...

Marcelo Alvarez, técnico de São José

Alta | Web
Cinara Piccolo/Photo&Grafia
Clique na imagem para fazer o Donwload...

Carlito é o artilheiro da competição

Alta | Web
Metodista/São Bernardo (SP) quer tirar a invencibilidade de São José (SP) na Liga Nacional Masculina
Duelo da chave A será disputado nesta quinta-feira (25), em São José dos Campos (SP)
Santo André (SP) - A corrida por uma vaga nas quartas de final da Liga Nacional Masculina de Handebol continua nesta quinta-feira (25). Ainda no primeiro turno, a competição tem muita briga pela frente, mas as equipes querem garantir o quanto antes um lugar entre os primeiros colocados dos dois grupos. A próxima rodada conta com três confrontos, dois pela chave A e um pela B, que prometem muito equilíbrio.

Às 19h, a Vila Olímpica Manoel Tubino/FAB (RJ) enfrenta a ADI/APM Terminals/Itajaí (SC) pelo grupo B, no ginásio Miécimo da Silva, no Rio de Janeiro (RJ). Às 20h, a chave A terá duas partidas, uma entre ASH/Praxis/Associação Santamariense (RS) e ACEU/Univali/FME Balneário Camboriú (SC), no Centro Desportivo Municipal, em Santa Maria (RS), e outra entre São José Handebol (SP) e Metodista/São Bernardo/Besni (SP), no Tênis Clube SJC, em São José dos Campos (SP).

Pelo duelo paulista entre São José e Metodista, o time do interior leva vantagem na classificação, já que está invicto na liderança do grupo, com quatro vitórias e oito pontos. Enquanto a equipe do ABC, que este ano passou por uma renovação muito grande, venceu dois e perdeu dois jogos, e ocupa o terceiro lugar, com quatro pontos. Entre os dois está a Unimed/Martingá (PR), com três vitórias e seis pontos.

Para o técnico de São José, Marcelo Alvarez, apesar do time seguir com a invencibilidade e vir com um bom desempenho até aqui, não se pode esperar um jogo tranquilo. "Nós tivemos duas vitórias fora de casa que foram determinantes, tanto em Balneário Camboriú quanto em Maringá. Nos dois jogos, nossa defesa foi muito bem e, normalmente, quando ela vai bem, faz a diferença. A Metodista veio este ano com um time jovem, mas muito qualificado e tem o Carlito, que é o artilheiro do campeonato e é um jogador de alto nível. Com certeza, não será um jogo fácil", analisou.

A Metodista/São Bernardo/Besni (SP) também chega com força total para conquistar os dois pontos e subir na classificação. O técnico do time, José Ronaldo do Nascimento, o SB, afirma que o grupo já evoluiu desde o início da competição, apesar de ter feito poucos jogos até agora e que está preparado para um confronto bem difícil. "Sabemos que São José veio com uma equipe forte. Já os enfrentamos duas vezes este ano em outros campeonatos e perdemos as duas, mas estamos evoluindo. Esperamos fazer um bom jogo em São José. Analisamos algumas partidas e vimos os pontos fortes e fracos do adversário", revelou.

Para ele, os oponentes se garantem na frente até o momento pela qualidade do grupo e por algumas peças chaves, que acabam desequilibrando as partidas. "São José fez um investimento muito bom este ano. Contratou dois jogadores que eram de Taubaté e dois que saíram da Metodista. Tem um plantel com excelentes atletas. Vamos tentar fazer nosso melhor. Sabemos que será difícil vencer na casa deles, mas não impossível."

Na outra chave, a liderança é do TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté (SP), que segue invicto com três vitórias. O EC Pinheiros (SP) é o segundo colocado, com duas vitórias, um empate e uma derrota, e o terceiro é o Vila Olímpica Manoel Tubino/FAB (RJ), com um resultado positivo.

A Liga Nacional masculina deste ano conta com 11 equipes divididas em dois grupos que jogam turno e returno dentro da própria chave. Após a fase classificatória, serão disputadas as quartas de final, as semifinais e as finais, previstas para o início de dezembro.

Liga Nacional Masculina de Handebol

Quinta-feira (25)

Grupo A

20h - ASH/Praxis/Associação Santamariense (RS) x ACEU/Univali/FME Balneário Camboriú (SC)
Local: Centro Desportivo Municipal - Rua Appel, 795 - Bairro Fátima - Santa Maria (RS)

20h - São José Handebol (SP) x Metodista/São Bernardo/Besni (SP)
Local: Tênis Clube SJC - Av. Nove de Julho, 23 - Vila Adiana - São José dos Campos (SP)

Grupo B

19h - Vila Olímpica Manoel Tubino/FAB (RJ) x ADI/APM Terminals/Itajaí (SC)
Local: Ginásio Miécimo da Silva - Rua Olinda Ellis, 470 - Campo Grande - Rio de Janeiro (RJ)

SANTA MARIA X ITAJAÍ, NO CDMS
Nesta quinta-feira, às 20h, a ASH faz a sua terceira rodada da LIGA NACIONAL enfrentanto a UNIVALI - ITAJAÍ-SC


quarta-feira, 10 de setembro de 2014

NOSSO BLOG DIVULGANDO O ESPORTE,SAUDE E LAZER

SEMINÁRIO: O ESPORTE COMO UM FATO DE DESENVOLVIMENTO ECONOMICO
Impossibilitados em estarmos presentes, estamos nos valendo da reportagem da Secretaria de Esportes e Lazer do ESTADO DO RS .

Debate sobre a cadeia produtiva do esporte no Brasil - Foto: Brunno Prado/FUNDERGS

Dirigentes, atletas e empresários debatem a cadeia produtiva do esporte no Brasil

Sede da Copa do Mundo e palco de grandes eventos esportivos num futuro próximo, o RS reuniu, através do seminário o Esporte: um Fator de Desenvolvimento Econômico, representantes de diferentes segmentos da economia para debater a cadeia produtiva do esporte e as transformações do setor no país, nesta quarta-feira (10), na AMRIGS. Durante o encontro, o Governo do Estado anunciou, através da Secretaria de Esporte e Lazer a realização do Mundial de Handebol Júnior Masculino e Mundial de Rally, em  2015, além do Mundial de Muay Thai, em 2016, já confirmado.
      O evento de handebol será realizado nas cidades de Caxias do Sul, Santa Maria, Farroupilha e Campo Bom. Já o evento de Rally ocorrerá em Erechim e a aprovação da cidade pela Federação Internacional de Automobilismo ocorreu nesta quarta-feira.
     O seminário foi dividido em três temas, As Perspectivas da Gestão do Futebol, O Desenvolvimento e o Empreendedorismo Esportivo, O Papel do Estado e o Desenvolvimento do Esporte. No encerramento, foi apresentado o talk show Diálogo Aberto, com um debate geral sobre o tema principal do seminário.
      Na abertura, em nome do governador do Estado, Tarso Genro, o secretário Estadual do Esporte e do Lazer, Ricardo Petersen, falou da importância das políticas públicas, citando as leis de incentivo e a parceria entre Estado, iniciativa privada e clubes no desenvolvimento do esporte brasileiro. Petersen também louvou o tema do seminário, apontando a falta de pesquisas nessa linha. “Carecemos de estudos sobre o impacto das atividades esportivas na economia. Mas desde o quimono que é comprado para um projeto social até o maior evento esportivo fazem a economia girar”, comentou.
O secretário Nacional de Alto Rendimento do Ministério do Esporte, Ricardo Leyser, que participou da abertura e do painel O Papel do Estado e o Desenvolvimento do Estado, apresentou a preparação para as Olímpiadas de 2016, lembrando o aumento da verba para os esportes de alto rendimento, que passaram de R$ 4 milhões, em 2009, para R$ 1 bilhão neste ano. O secretário elencou os diversos tipos de apoio que o Governo Federal vem dando às modalidades, entre convênios, leis de incentivo, Bolsa-Atleta, infraestrutura, reforma e equipagem de centros de treinamento e, mais recentemente, o Plano Brasil Medalhas. “O investimento começou a crescer a partir de 2001. Depois temos o Bolsa-Atleta, em 2005, e a Lei de Incentivo ao Esporte, em 2007. Há uma série de ações que estão acontecendo há algum tempo. A preparação para 2016 ficou ainda mais intensa em 2010. Agora estamos no esforço final, em que os atletas começam a apresentar as conquistas”, explicou Ricardo.

GESTÃO DO FUTEBOL
     Com a mediação do secretário Petersen, a mesa Perspectivas da Gestão do Futebol, contou com a participação do vice-presidente de Marketing do Sport Club Internacional, Adauri Silveira, e o presidente do Conselho de Administração do Grêmio Foot-ball Porto Alegrense. Silveira apresentou números que comprovam a importância dos clubes na economia do país. Segundo os dados apresentados pelo dirigente colorado, mais de 300 mil pessoas trabalham diretamente na modalidade. Silveira também ressaltou a necessidade da profissionalização da gestão do futebol. Mesmo assunto apresentado por Romildo Bolzan Júnior, que falou da necessidade da autossustentabilidade dos clubes e salientou a importância da lei de responsabilidade fiscal, que tramita no Congresso. Segundo o dirigente gremista, a nova legislação deverá ser o principal propulsor para uma nova cultura de gestão do futebol brasileiro.

O PAPEL DA INDÚSTRIA
        Movimentando R$ 72 bilhões do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil, a cadeia produtiva do esporte foi tema do painel O Desenvolvimento e o Empreendedorismo Esportivo. O debate contou com a participação do presidente da Associação Brasileira de Indústria do Esporte (ABRIESP), Maurício Fernandez, da diretora adjunta de Promoção Comercial e Atração de Investimentos da AGDI, Daniela Carolina Eckert, e da diretora de Esporte e Lazer da FIERGS, Lisiane Mendonça, e foi mediado pelo professor de Engenharia da Produção Ricardo Cassel. Segundo os palestrantes, o momento esportivo do país é propício para as discussões e inserção de setores da indústria no desenvolvimento do esporte e na geração de renda a partir das atividades esportivas, sejam de alto rendimento, de base ou da população em geral.

TALK SHOW
         O Talk Show Diálogo Esporte reuniu o campeão mundial de volêi Gustavo Endres, o presidente da Federação Brasileira de Handebol, Manoel Luiz Oliveira, o representante da Convention e Visitors Bureau, José Amilton Lopes, o diretor da Escala, Alfredo Fedrizzi e o gestor de clubes esportivos Evandro Bier. O retorno financeiro dos megaeventos e as dificuldades de capatação de recursos junto à iniciativa privada para os altletas, além das potencialidades a explorar economicamente no esporte foram abordados.
     O encontro foi organizado pela Secretaria Estadual do Esporte e do Lazer (SEL), com apoio do Ministério do Esporte (ME), da Fundação de Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul (FUNDERGS), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e da Escala Esportes.

Texto: Roberto Jardim e Anna Magagnin



Debate sobre economia e legados do esporte - Foto: Brunno Prado/FUNDERGS

Esportistas e empresários debatem economia e legados do esporte

     O seminário Esporte: um fator de desenvolvimento econômico, realizado nesta quarta-feira (10), debateu os benefícios econômicos gerados pela cadeia produtiva do esporte, as transformações que o setor passa no país e dificuldades na busca de recursos das entidades privadas. O Talk Show Diálogo Esporte reuniu o campeão mundial de volêi Gustavo Endres, o presidente da Federação Brasileira de Handebol, Manoel Luiz Oliveira, o representante da Convention e Visitors Bureau, José Amilton Lopes, o diretor da Escala, Alfredo Fedrizzi e o gestor de clubes esportivos Evandro Bier.
     Com a mediação do professor Alberto Reppold, diretor da ESEF UFRGS, os painelistas debateram a influência e movimentação econômica gerada pelo esporte. “A partir do momento que tivemos recursos o Brasil tornou-se campeão feminina e vice campeão masculino, ou seja, conseguimos mostrar a capacidade e temos expectativas positivas para 2016, pois temos uma  corrente enraizada por todo o país em muitos estados”, destacou Manoel Luiz Oliveira. “O voleibol começou em 1984 com uma transformação, a partir de investimentos na base. Vivemos um momento muito propício para o esporte, com bons investimentos públicos, mas precisamos mais, precisamos da participação das empresas. Precisamos dessa mentalidade esportiva no Brasil, que muitos países ricos, da Europa, China tem essa mentalidade”, completou Gustavo Endres.
      As consequências dos eventos esportivos  para o Brasil também foram abordados no encontro. “Todos estes eventos esportivos que vem, a primeira coisa que trazem é a exposição de um destino turístico e essa exposição tem um viés econômico, por isso olhamos o evento como uma oportunidade de negócios. Que venham os eventos esportivos para cá, os ídolos e que venham os dólares e euros para cá”, ressaltou o representante da Convention e Visitors Bureau.
     As dificuldades e potencialidades econômicas também entraram na pauta do debate. “Assim como o governo investe, de forma maior evidentemente, os clubes também investem muito, então o esporte é um alavancador de atividades econômicas para todos os segmentos. O mercado clubístico no Brasil é intenso, com treze mil clubes esportivos”, afirmou Evandro Bier, gestor de clubes esportivos. “Vejo que em muitas atividades esportivas falta o olhar comercial, de pensar no retorno que o patrocinador terá ao buscar os recursos”, complementou o diretor da Escala.
Texto: Ana Magagnin

NOTA DO EDITOR
Como dissemos que não pudemos estar presente no EVENTO. Nosso interesse maior seria pelo HANDEBOL, que com pouca divulgação, foi anunciado o MUNDIAL JUNIOR MASCULINO NO RS. Pelas notícias vindas da SEL-RS, não estiveram GOVERNADOR e nem o MINISTRO DE ESPORTE, anunciados e também não falou a nota da presença das  PREFEITURAS MUNICIPAIS envolvidas no MUNDIAL, no caso CAMPO BOM, SANTA MARIA, CAXIAS E FARROUPILHA, assim como não diz qual era o público presente, nem teve fotos.
Por isso, sentimo-nos prejudicado em melhor informar no nosso blog, coisa que gostamos de fazer, quando estamos presente ao fato.
Dissemos destas ausências, dedução, pela nota de imprensa, porque um MUNDIAL mereceria um destaque maior. Asssim como estranhamos que não recebemos um release, ainda, da PHOTEOGRAFIA, Assessoria de Imprensa da CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE HANDEBOL - CBHb.
Claro que valeu pela realização do Evento.
( CLERY - EDITOR)

NOSSO BLOG DIVULGANDO O ESPORTE, SAUDE E LAZER

PROJETO SEM FRONTEIRAS VOLTA A ATUAR NO BRASIL
O projeto PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FISICA SEM FRONTEIRAS DA FIEP DO BRASIL volta a atuar no país. Depois de concluir em 2013, o giro por todas as regiões do país.
Desta vez será na região centro-oeste, com o grupo METADE SUL.
Cartaz promocional com detalhes.

NOTA DO EDITOR
Com a nossa ausência no projeto e da ROSINHA, aguardamos o envio de notícias através dos colegas para que possamos divulgar no face e no nosso blog.
Assim como também aguardamos a retomada da coordenação da LEONOR e ROSINHA, que são da Metade Norte.
Estamos viajando na manhã de quinta-feira, dia 11, para PORTO SEGURO, mas estaremos com o nosso material de website, apesar de estarmos em férias com parte da família.
(CLERY EDITOR) 

domingo, 7 de setembro de 2014

NOSSO BLOG COM O ESPORTE, SAUDE E LAZER





COPA MERCOSUL DE HANDEBOL;

UFRGS VENCE NO ADULTO MASCULINO
De 3 a 7 de setembro, no CDM, foi realizada a DÉCIMA NONA COPA MERCOSUL DE HANDEBOL, numa promoção da Federação Gáucha e Liga Santa-mariensense de Handebol, com o apoio da Prefeitura Municipal de Santa Maria. Teve a participação de 29 equipes: Laiva, Malvin e Náutico (Uruguai), de Santa Maria e algumas cidades gaúchas.
          PARTICIPANTES – Adulto Masculino – ASH, Cilon Rosa, UFRGS, Capão, Margarida Lopes e Naútico; Cadete Masculino – Margarida Lopes(SM), Colégio Kennedy (PA), Associação Santarosense, Colégio Fátima(SM), Recreio da Juventude(Caxias), Colégio Militar (SM), HMCC (Capão da Canoa); Cadete Feminino -  CHCC e AAHCC (Capão da Canoa),Laiva (Uruguai), Colégio Santanna(SM), Náutico(Uruguai),UCS(Caxias), Colégio Kennedy(PA), Malvin (Uruguai), Paulo Lauda (SM) e Ginástica (NH); Infantil feminino -  Colégio Kennedy(PA), Ginástica (NH), Layva (Uruguai) e UCS e Recreio da Juventude (Caxias).
         CLASSIFICAÇÃOAdulto Masculino – Campeão – UFRGS, vice – Náutico (Uruguai) e Terceiro – ASH (sm); Cadete Masculino – Campeão – Recreio da Juventude (Caxias), vice – Margarida Lopes/ASH (SM) e terceiro – Colegio Kennedy; Cadete Feminino – Malvin(Uruguai), vice – Capão da Canoa  e terceiro – Colégio Kennedy e Infantil Feminino – campeão – Ginástica de NH, vice – Laiva do Uruguai e terceiro – Recreio da Juventude.   AVALIAÇÃOPara Simone Alves, presidente da Liga Santa-mariense de Handebol, a Décima Nona edição da COPA MERCOSUL, apesar de  ter o número menor de participantes dos últimos anos, foi uma boa competição, conseguiu concentrar os jogos todos no CDM e proporcionou, mais uma vez, a integração entre equipes locais, do RS e do Uruguai, assim fortaleceu elos e cada vez mais, a competição se consolidada e já é anunciado a realização da vigésima edição em 2015, de 2 a 6 de setembro. (Jorn. CLERY QUINHONES DE LIMA – REG. Prof. N.4020-MTB –RS)
 Momento feliz da foto, em que atleeta santa-mariense sobe e faz o gol
Atletas na arquibancada do CMD
Iradil na premiação
Giacomini na premiação
Santa-marienses em Osório e Capão da Canoa, Sérgio e Cheirinho
Capi na orientação a sua equipe cadete
Essa apreende a bola para não deixar escapar
Equipe da UFRGS campeã da COPA MERCOSUL
  
Batalhão de fotógrafos, alunos do 3° semestre de Jornalismo da UNIFRA, com a coordenação da professora Laura, ( à direita)
 EQUIPE AHS - MARGARIDA, vice no cadete masculino
 Lima, na mesa e lá ao fundo, CAPI, super gestos na orientação a sua equipe
 Equipe feminina do RECREIO DA JUVENTUDE
Vice adulto masculino, NAUTICO, com Pelufro.

Técnico FONSECA e a sua equipe do RECREIO DA JUVENTUDE, CAXIAS, campeão CADETE

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

PESCARIA COM A SANFELICE

PORTO MURTINHO – MS / PESCARIA


“Excelentes pontos para pescaria. Os nossos pescadores terão a oportunidade de pescar e desfrutar a beleza do Rio Paraguai e seus afluentes.”
“Onde você encontrará Pacús, Pintados e outros diversos peixes de nossa região.”

ROTEIRO:

Saída:16 09 /2014 ás 18:00hs,

    Retorno: 21/09/2014 APÓS CAFÉ DA MANHÃ..    

·         1º Dia16 09/2014  (Tersa feira) – Santa Maria  - RS: Embarque em Ônibus semi-leito turismo na empresa N.Sanfelice, ás 18:00h,  com destino a Guairá-PR.

·         2º Dia17 09 /2014(quarta feira) Chegada em Ponta Porã  para café da manhã e compras    saída após   almoço‘.,   rumo a Porto Murtinho chegada prevista a tarde.  

·         3º Dia 18 09/2014(quinta feira) - Porto Murtinho - MS: Pescaria.

·         4º Dia 19 09 /2014(sesta feira - Porto Murtinho - MS: Pescaria.

·         5° Dia2009/2014(sabado) - Porto Murtinho-MS:  Pescaria

·         6° Dia 21 09/2014domingo() – Saída pela manhã após o café da manhã com destino a Santa Maria.

·         7° Dia 22 / 09 / 2014(terça-feira) – Chegada em Santa Maria. Fim dos nossos serviços.

·         * Não esquecer a vacina contra a Febre Amarela!!

INCLUI NO PACOTE
NÃO INCLUI NO PACOTE
TRANSPORTE  IDA E VOLTA
ISCAS
REFEIÇÕES (CAFÉ, LANCHE  AO MEIO-DIA E JANTA )
4 DIARIAS DE HOTEL
COMBUSTÍVEL
BEBIDAS ALCOOLICAS E NÃO ALCOOLICAS
3 DIARIAS PESCANDO,
DESPESAS EXTRAS
BARCO COM MOTOR E PILOTEIRO
OBS: GRUPO MÍN. 25 PAX

*VALORES

POR PESSOA
Pesca em lancha
A VISTA R$ 1.980,00

OU  3x R$ 677,00

POR PESSOA
Pesca em barco
A VISTA   R$ 1.900,00

OU 3X R$ 650,00