sexta-feira, 25 de julho de 2014

NOSSO BLOG DIVULGANDO O ESPORTE, SAÚDE E LAZER



Liga Nacional de Handebol Masculino:
SANTA MARIA VOLTA A UMA COMPETIÇÃO NACIONAL NO HANDEBOL
Depois de nossa Cidade ostentar vários títulos sul-americanos e nacionais, no handebol masculino adulto, poderá ter uma equipe adulto na LIGA NACIONAL DE HANDEBOL. Nosso site entrevistou hoje, o técnico JORGE FERNANDES (Capi) da Associação Santa-mariense de Handebol – ASH e também diretor da Escola Estadual Margarida Lopes em Camobi.
 Prof. Jorge, técnico da ASH, em seu gabinete na Escola Estadual Margarida Lopes, em férias, mas trabalhando
        Essa participação vem sendo tratada desde o ano passado, em parte acompanhamos, mas a Federação Gaúcha de Handebol – FGHb e a ASH, neste ano, mantiveram-se em silêncio, até para que não fosse criada uma expectativa e não se confirmasse. Mas, agora, segundo o professor JORGE, está confirmada a vaga para o RS e é da ASH.
       No entanto essa confirmação veio em momento não tão propício, pois a própria equipe tem que se estruturar tecnicamente, a busca de patrocínio da esfera pública não é possível pela época de campanha eleitoral e a CBHb ainda não tem todo o patrocínio, que cubra os gastos de transporte.
       Segundo o professor Jorge, a equipe terá que manter-se com transporte, hospedagem e alimentação e ainda quando dos jogos aqui em Santa Maria, a hospedagem e alimentação do quadro de arbitragem.
          CHAVES – Jorge anuncia que os adversários da ASH serão de SC/PR/SP e MI. Assim a ASH poderá viajar até São Paulo de ônibus, o que ficará mais barato. a ASH terá cinco jogos em Santa Maria e cinco jogos nas cidades dos seus adversários. A saber que são 12 equipes divididas em 2 chaves.
          PATROCÍNIO – A competição deve iniciar no final do mês de agosto ( a tabela deve sair breve). A ASH conta com alguns apoios. Cita Jorge, a PRAXIS que dá todo o uniforme, a FGHb que tratará da parte burocrática em termos da inscrição de atletas tanto na LIGA, como no RS, pois haverá transferência de atletas de outros Clubes gaúchos que reforçarão a equipe.
            Certamente tem que se aguardar todas as definições em termos estruturais da CBHb ( tabela, se consegue ou não o resto do patrocínio para a Liga Masculina) para saber realmente o que a ASH precisa. Nós, particularmente, já nos colocamos a disposição da ASH e certamente em conciliação com a FGHb para que se forme uma comissão e se vá ao encontro de auxílios a essa equipe que representará Santa Maria.
            Conversando hoje com o técnico Jorge, trocou-se idéia e chgou-se a conclusão  que as possibilidades de pódio são remotas, mas já que tem essa chance de participar de uma LIGA NACIONAL devemos abraçar e a CIDADE também tem que participar.
            NOTA DO EDITOR
            Amigos está na hora de um levante, a união da FGHb, LSHb, ASH e os amigos do handebol para que formem uma comissão robusta para que se busque os apoios necessários. Nós, já declaramo-nos integrado a essa comissão. Acreditamos que os Veículos de Comunicação Social, CACISM, CDL, REDE HOTELEIRA E RESTAURANTES, CAMARA DE VEREADORES e PREFEITURA MUNICIPAL serão parceiros nesta empreitada que levará o nome da CIDADE DE SANTA MARIA.

            O desafio está lançado. Mãos à obra. O esporte integra e movimenta a cadeia econômica e faz a alegria da comunidade.
E nós já estamos escalado, pois o handebol é nossa paixão, pois são mais de 4 décadas acompanhando o handebol.
(CLERY - EDITOR)