domingo, 8 de janeiro de 2017

NOSSO SITE NA DIVULGAÇÃO DA EDUCAÇÃO FÍSICA, ESPORTE E SAUDE



PALAVRA DO EDITOR:
A EDUCAÇÃO FÍSICA TEVE ENERGIA E A  FORÇA SUFICIENTE E SE MANTEVE NO PÓDIO NO ANO DE 2016.
                                         *Clery Quinhones de Lima
A EDUCAÇÃO FÍSICA venceu no ano de 2016. Finalmente a área teve força suficiente  para superar os incompetentes dirigentes, políticos e ENTIDADES da EDUCAÇÃO que tentaram esculhambar ainda mais com a EDUCAÇÃO DO PAÍS, cujo texto previa a retirada da  EDUCAÇÃO FÍSICA como obrigatória no ENSINO BRASILEIRO. SISTEMA CONFEF/CREFS, FIEP, ENTIDADES DA ÁREA e PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO FÍSICA se mobilizaram e tiveram a retirada do texto original de uma MEDIDA PROVISÓRIA.
Câmara aprova texto-base da MP da Reforma do Ensino Médio

MP recebeu 263 votos favoráveis e 106 contrários. Texto flexibiliza conteúdo e deixa explícito que educação física e artes serão obrigatórias. Conclusão da votação ficou para a próxima semana. ( 07/dez/2016)


      Vivemos realmente num país que não é sério. As coisas acontecem, muitas vezes, na calada da noite e muitas delas passam pelo CONGRESSO NACIONAL, onde lá estão os ditos verdadeiros representantes do povo.
       Realmente a EDUCAÇÃO FÍSICA BRASILEIRA notabilizou-se e teve, pelo menos, uma vez uma posição de destaque nacional, ganhando espaços na mídia e nas discussões juntos com outras áreas nos debates da EDUCAÇÃO e essa mobilização de forma organizada pelas ENTIDADES da área criou uma repercussão, que, sensibilizou o CONGRESSO e também com alguns políticos que o integram fez com que os rumos tomassem outra caminho, sendo então essa mobilização decisiva para manter a EDUCAÇÃO FÍSICA como obrigatório no ENSINO BRASILEIRO.
        ESPORTE ESPETACULAR – Da Globo, nesse domingo, dia 7 de janeiro, apresentou uma matéria sobre o ESPORTE NA ESCOLA, claro com ênfase na EDUCAÇÃO FÍSICA, que na verdade é a disciplina que oportuniza a realização na prática de várias atividades físicas, que geram a oportunidade do jogo, do esporte, que a criança vai despertar o seu gosto para a sua prática no futuro.
       A reportagem mostrou parte da realidade das instalações das escolas. Evidente que as escolas privadas levam uma enorme vantagem em termos das condições estruturais (quadras e ginásios) em relação as escolas públicas. Mas nas entrevistas apresentadas refletiram o que todos nós sabemos que o gosto pela EDUCAÇÃO FÍSICA da criança é evidente: “ Educação física é liberdade.”, “Sempre ficamos ansiosos pela sinal da educação física.”, “ Educação Física é liberdade.... é vida.” e também os depoimentos de atletas; “ A Educação física foi decisiva para eu me tornar atleta profissional.” e mesmo pessoas que hoje fazem parte da SOCIEDADE BRASILEIRA: “ Eu joguei handebol, parei pelo trabalho, mas voltei, pela necessidade de fazer uma atividade física.” Portanto, crianças, atletas e profissionais creditam que a sua época da EDUCAÇÃO FISICA ESCOLAR marcou nas suas vidas e contribuíram assim decisivamente para a sua formação.
       MOMENTO DE REFLEXÃO – Indiscutivelmente, queiram ou não a GLOBO é na verdade ainda um dos Veículos mais assistidos no país, portanto uma formadora de opinião. Aliás, todos Veículos de Comunicação Social, quer impressa, falada, televisada e hoje a internet têm esse papel, sendo no sentido bom ou ruim e claro, muito depende da absorção de cada um, tendo o discernimento de absorver o que é bom e o que é ruim.
       Nesse sentido, estamos sugerindo, já que conhecemos muito bem a área da COMUNICAÇÃO ESPORTIVA, de que nós os PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO FÍSICA possamos estar no cumprimento da própria CARTA MUINDIAL DA EDUCAÇÃO FISICA, de 2000, editada pela FIEP MUNDIAL, que num dos seus itens valoriza essa relação que devemos ter com a IMPRENSA. Isto é de fazer chegar ao Veículos a informação daquilo que fazemos em nossas escolas, nos clubes, nas academias, enfim em nossos locais de trabalho.
Colega Marcinha à frente com seus colegas de Trabalho
      Por outro lado, estamos iniciando novas ADMINISTRAÇÕES MUNICIPAIS em nosso país, e para isso estejamos em alerta para colaborar e fazer vingar nossas opiniões a respeito do esporte e lazer nas nossas cidades e porque não, estar o PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO FISICA na gestão desses Municípios (temos um exemplo, na cidade de CAXIAS DO SUL, nosso colega do CREFRS, Márcia Rohr, é a Secretária de Esportes e Lazer).


      32º CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO FISICA– De 14 a 18 de janeiro, a comunidade do esporte e da EDUCAÇÃO FÍSICA do país, dos países latinos e demais do continente e de alguns países da Europa, África e Ásia, estarão em FOZ DO IGUAÇU. Esse evento oferece cursos de atualização e vários SEMINÁRIOS, CONGRESSOS, SIMPÓSIOS em paralelo, também reuniões do SISTEMA CONFEF/CREFS e dos PROFESSORES SEM FRONTEIRAS DA FIEP. Portanto estejamos todos imbuídos dos melhores propósitos para que possamos discutir a nossa ÁREA, estamos certos de que a oportunidade não irá faltar, pois os temas serão amplos que contemplam qualquer área de discussão da EDUCAÇÃO FISICA, ESPORTE, SAUDE e LAZER.
     NOTA DO EDITORNa qualidade de Profissional de Educação Física e jornalista, que vive a quase meio século a COMUNICAÇÃO ESPORTIVA, tendo ao longo desse tempo, a experiência de campo, ministrando aulas de EDUCAÇÃO FÍSICA, sendo técnico de atletismo e handebol em escolas particulares e públicas, sendo gestor do esporte e integrando Conselhos Municipais de Saúde e Esportes e atualmente o CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA – CREFRS, realizado  coberturas de Eventos da ATIVIDADE FÍSICA e ESPORTES, desde de âmbito locais, regionais, estaduais, nacionais e internacionais ( culminando com a cobertura de 7 Olimpíadas e já se preparando para TOKYO) temos de sobra uma vivência e motivos para acreditar na EDUCAÇÃO FÍSICA como FONTE GERADORA de um fomento espetacular para a formação integral do ser humano e aí sim que entramos com uma chamada geral para que encaremos com mais seriedade então a nossa PROFISSÃO, pois trabalhamos com VIDAS e que busquemos a ATUALIZAÇÃO e  que estejamos a PAR  de tudo que está acontecendo na nossa ÁREA, sejamos participe das DISCUSSÕES, não nos acomodemos e possamos cobrar de nossas INSTITUIÇÕES e dos GESTORES, dos POLÍTICOS e assim estejamos contribuindo para que tenhamos uma SOCIEDADE MAIS HUMANA E FELIZ. “ SAÚDE PELA PRÁTICA”.....(CLERY QUINHONES DE LIMA – EDITOR)  

Nenhum comentário: