domingo, 3 de setembro de 2017

NOSSO SITE É APOIADOR DO LANÇAMENTO DO LIVRO DE MATARUNA/BIANCA

Com textos de mais de 100 especialistas, livro sobre os efeitos dos megaeventos esportivos será lançado em 11 de setembro, no Rio

As Pegadas dos Megaeventos analisa os Jogos Rio 2016 e diversas edições dos Jogos Olímpicos de Verão e de Inverno, além da Copa do Mundo e de outras competições
    Após um ano dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, o professor-doutor Leonardo José Mataruna-Dos-Santos e a professora-mestre Bianca Gama Pena lançam, em 11 de setembro, às 10h, no Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro, o livro As Pegadas dos Megaeventos.



                    Obra internacional bilíngue, em português e inglês, o livro reúne 82 capítulos com textos escritos por mais de 100 autores, entre eles profissionais de mais de 70 universidades de prestígio na área do esporte, que apresentam suas experiências em diversas áreas do conhecimento e abrangem desde a gestão de legado a um esclarecimento dos impactos dos megaeventos no Brasil e no mundo. O projeto foi patrocinado pela   Universidade Santa Úrsula, do Rio de Janeiro, e pelo Conselho Federal de Educação Física.
                     O livro será publicado em formato digital, oferecido gratuitamente e terá 20 lançamentos agendados nos cinco continentes. O último deles nos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang 2018, na Coreia do Sul, quando haverá uma apresentação final com um debate com acadêmicos na Universidade Nacional de Seul na véspera da cerimônia de abertura dos Jogos, que têm início em 9 de fevereiro.
O livro, que tem o intuito de fazer com que acadêmicos, gestores e o público em geral possam refletir sobre a importância dos megaeventos, conta com capítulos como o do ministro do Esporte, Leonardo Picciani; do secretário Nacional de Esporte de Alto Rendimento do Ministério do Esporte, Rogério Sampaio, medalha de ouro no judô nos Jogos Olímpicos de Barcelona 1992; do Jornalista do Sportv Marcelo Barreto; do pesquisador Fumihiro Kaneco, da Universidade de Tsukuba, no Japão; e de críticos renomados, como os professores John Horne (Reino Unido), Simon Chadwick (Qatar/China), Dikaya Chatziefstathiou (Grécia), Lev Belouson (Russia), Emilio Pena (Espanha), Leonardo Mataruna (Brasil/Alemanha), entre outros.
“Esta obra é uma oportunidade que permite a reflexão sobre onde estamos e para onde devemos caminhar no que tange à gestão e às expectativas a respeito do legado dos megaeventos” Leonardo Mataruna
       Também participam da obra autores brasileiros, como os Professores Alberto Repold (UFRGS), Lamartine Da Costa (UERJ), Otávio Tavares (UFES), Ana Miragaya (UNESA), Bianca Pena (UERJ), Luiz Rojo (UFES), Angela Brêtas e Katya Gualter (ambas da UFRJ). Especialistas de outras áreas completam o time responsável pelas mais de duas mil páginas do livro.
       “Esta obra é uma oportunidade que permite a reflexão sobre onde estamos e para onde devemos caminhar no que tange à gestão e às expectativas a respeito do legado dos megaeventos”, afirma Leonardo Mataruna. “A crítica apresentada pelos autores mostra que o Brasil tem ainda grandes chances de explorar o legado dos Jogos Rio 2016 e permitir que a população continue usufruindo do sucesso das Olimpíadas e Paralimpíadas no Rio. As mudanças nas rotas de mobilidade urbana, por exemplo, nunca foram vistas em uma edição anterior de um megaevento nas proporções que tivemos no Brasil, mas requerem muita atenção por parte dos governos e da própria população para a conservação e bom uso”, prossegue o professor.
        “A utilização das Universidades para a continuidade da manutenção do legado, juntamente com iniciativas público-privadas, podem ser uma solução a longo prazo para manter a estrutura dos Jogos viva, tanto fisicamente como no imaginário coletivo, como foi no caso dos Jogos de Munique 1972”, encerra o autor.
        O professor Leonardo Mataruna é Pós-Doutor em Cultura Contemporânea (UFRJ) e Esporte para Desenvolvimento (Coventry University), Pesquisador Marie Curie Fellow da União Europeia e da UFRJ – PACC, Professor Visitante da Universidade Técnica de Munique e Pesquisador Associado da Coventry University e Universidad de Occidente. Consultor da Unesco para Educação Olímpica, ele esteve presente em todas as edições dos Jogos Olímpicos de Verão e Inverno de Sydney 2000 aos Jogos Rio 2016. O professor ainda é estrategista da Seleção Brasileira Olímpica de Judô.
Bianca Pena é doutoranda em Gestão Esportiva (UERJ - RJ e Universidade de Patras - Grécia, com mestrado em Ciências no Exercício (UERJ), pós-graduação em Gestão, Administração e Marketing (FAMATH) e graduada em Educação Física (UFRJ). Esteve como pesquisadora visitante da Universidade Técnica de Munique (TUM) financiada pela União Europeia. Executiva de Inteligência de Negócios na Gama Assessoria Company, é professora de cursos de pós-graduação e nas áreas de empreendedorismo, inovação e gerenciamento de projetos.


Serviço:
As pegadas dos megaeventos
Professor-doutor Leonardo Mataruna e Professora-mestre Bianca Pena
Lançamento: 11 de setembro de 2017
Horário: 10h
Local: Parque Olímpico da Barra da Tijuca - Velódromo, Entrada pela Av. Abelardo Bueno e Carros no Portão 7
Entrada franca – levar o impresso do convite (aceita-se digital)
Realização: Autoridade de Governança do Legado Olímpico - AGLO - Ministério do Esporte
rededoesporte.gov.br

Nenhum comentário: