terça-feira, 13 de novembro de 2018

NOSSO SITE COM O COMITE OLIMPICO DO B RASIL


Delegação japonesa participa dos Jogos Escolares da Juventude 2018, em Natal (RN)
Após experiência bem-sucedida em Brasília 2017, Comitê Olímpico do Japão volta a prestigiar a maior competição estudantil do país
                                                          Foto COB
A convite do Comitê Olímpico do Brasil (COB), uma delegação japonesa composta por 25 integrantes, entre atletas, treinadores e oficiais, está em Natal (RN) para participar dos Jogos Escolares da Juventude, entre os dias 12 e 25 de novembro. Todos os membros da equipe japonesa, incluindo os oito jovens nadadores, vêm de cidades que servirão como base de aclimatação do Time Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020: Chuo, Hamamatsu, Sagamihara, Saitama e Ota. 
“Esta é a primeira viagem internacional deles e isso já tem um impacto positivo. Eles estão gostando de Natal, ficaram impressionados com as belas paisagens naturais”, conta Nobuyuki Hiramatsu, 47 anos, que é Consultor de Negócios e Cultura Japonesa, e dá suporte ao COB na operação das bases japonesas para aclimatação do Time Brasil antes e durante os Jogos Olímpicos Tóquio 2020.  
Mais conhecido como Nobu, o consultor é o intérprete da delegação japonesa nos Jogos Escolares, mas sua atuação é fundamental no suporte ao Time Brasil para Tóquio 2020. Em agosto deste ano, por exemplo, ele auxiliou as seleções brasileiras de natação e maratona aquática durante a disputa do Pan-Pacífico, na capital japonesa. Além delas, todas as equipes do Brasil que passaram pelo Japão para treinar, competir e conhecer as bases brasileiras tiveram o apoio de Nobu. E agora, em Natal, ele orienta os oficiais e atletas da comitiva nipônica a conhecerem os hábitos brasileiros: 
“Esse é outro objetivo da viagem. Eles estão inspecionando as instalações, buscando entender como as coisas funcionam por aqui. Há uma atenção especial com a comida brasileira, por exemplo. Outra diferença importante entre os países é a consciência esportiva, porque os treinamentos no Japão estão mais voltados à educação, enquanto aqui há também o lazer e a diversão”, disse Nobu.
Esta não é a primeira participação dos japoneses nos Jogos Escolares. Na edição de Brasília 2017 (15-17 anos), seis atletas disputaram provas de natação e atletismo. Três deles, inclusive, subiram ao pódio no evento: Ayumi Kozaka, ouro nos 100m borboleta feminino; Azuki Nakatsugawa, prata no salto em distância masculino; e Sena Suzuki, bronze nos 100m rasos feminino.
O intercâmbio do COB com outros Comitês Olímpicos Nacionais vem se tornando cada vez mais frequente nos Jogos Escolares. Além de receber observadores técnicos de diversos países, atletas estrangeiros também têm marcado presença na competição. Em Cuiabá 2012, a Grã-Bretanha enviou uma delegação que contava com o nadador James Guy, medalhista de prata nos Jogos Olímpicos Rio 2016 (4x100m medley e 4x200m livre). Em 2016, foi a vez de chilenos e argentinos conquistarem medalhas na natação e no atletismo, respectivamente.
Nesta terça-feira, dia 13, os atletas japoneses já disputam as provas de natação dos Jogos Escolares. Na segunda, 12, eles foram ovacionados ao serem apresentados durante a Cerimônia de Abertura dos Jogos. Antes disso, puderam conhecer alguns pontos turísticos da capital do Rio Grande do Norte. 
“Fizemos um tour pela cidade e visitamos feiras de artesanato e o Cajueiro de Pirangi (o maior cajueiro do mundo). Comemos bastante castanha de caju. Eu achei muito gostoso. A cidade de Natal é muito bonita, tem uma paisagem linda. O clima é bem diferente se compararmos com o Japão, e parece muito fácil de se viver aqui, disse o nadador Yuzuki Tokuhara, de 15 anos.
Competição - Organizados pelo COB desde 2005, os Jogos Escolares da Juventude são a principal competição estudantil do país. A edição nacional de Natal terá a participação de mais de 5 mil atletas de 2.136 escolas públicas e privadas de todo o Brasil, mais uma delegação do Japão, sede dos próximos Jogos Olímpicos.
A etapa nacional terá 14 modalidades em disputa: basquete, futsal, handebol, vôlei, atletismo, badminton, ciclismo, ginástica rítmica, judô, natação, tênis de mesa, vôlei de praia (apenas na categoria 15 a 17 anos), xadrez e wrestling.
Os Jogos Escolares da Juventude já revelaram vários atletas para o alto rendimento, como a campeã olímpica Sarah Menezes e a campeã mundial Mayra Aguiar, ambas do judô. Além delas, nomes como Hugo Calderano, Raulzinho, Ana Claudia Lemos e Leonardo de Deus, que integraram o Time Brasil nos Jogos Olímpicos Rio 2016, deram seus primeiros passos no esporte nos Jogos Escolares. Já nos Jogos Pan-americanos Toronto 2015, 75 atletas da delegação brasileira tiveram passagem pelos Jogos Escolares. 
Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), correalizados pelo Ministério do Esporte e Grupo Globo, com patrocínio da Coca-Cola e parceria do Governo do Estado do Rio Grande do Norte.
Fotos de divulgação aqui.
Atenciosamente,
Assessoria de Imprensa dos Jogos Escolares da Juventude, em Natal (RN):
Christian Dawes – (21) 98142 8366
João Henrique Amaral – (84) 9992 80111
No Rio de Janeiro:
Daniel Varsano - (21) 2494-2085 - imprensa@cob.org.br

Nenhum comentário: