sexta-feira, 18 de outubro de 2019

NOSSO SITE NO WORLD BEACH GAMES




Seleção Masculina é ouro e Feminina bronze nos World Beach Games 2019


 
[Da Redação] Os Jogos Mundiais de Praia, World Beach Games 2019, foram encerrados hoje e nossas seleções mais uma vez trazem na bagagem dois pódios, mantendo a hegemonia de serem pódio desde 2006 em todas as competições das quais participaram. A seleção masculina conquistou o bicampeonato com a conquista da medalha de ouro, já a seleção feminina se manteve no pódio, porém agora com a medalha de bronze.
As campanhas
Nas estreias as nossas seleções obtiveram duas vitórias, a masculina aplicou 2x0 em Omâ e nos EUA, já a feminina também aplicou um duplo 2x0 contra a Argentina e EUA. Na segunda rodada a seleção feminina manteve mais duas vitórias, desta vez contra Tunísia e Hungria; a seleção masculina sofreu sua única derrota, Dinamarca 2x0 e se recuperou diante da Austrália aplicando um 2x0. Na última rodada da fase de grupo, a seleção feminina já entrou classificada para as quartas de finais, porém venceu a Dinamarca permanecendo invicta e classificando em primeiro lugar do grupo. A masculina venceu a Suécia por 2x0 e garantiu a passagem para as quartas de finais.
As seleções seguiram assim para a fase de mata-mata, na busca pelos pódios que obtiveram em 2017 na Polônia, jogando ainda três partidas, até as disputas do ouro pela seleção masculina e do bronze pela seleção feminina. Na fase de quartas de finais vitórias em ambos os naipes: BRA 2x1 CRO masculino e BRA 2x0 POL no feminino. Após as quartas de finais a seleção masculina obteve duas vitórias por 2x1, batendo o Qatar na semifinal e a Espanha na final, conquistando seu quarto titulo dos WBG; a seleção feminina sofreu sua única derrota na semifinal por 2x1 para a Dinamarca, indo para a disputa do 3° lugar e vencendo a seleção vietnamita por 2x0, garantido o pódio com a medalha de bronze.
Seleção feminina:
Goleira: Ingrid Frazão (APCEF);
Defensoras: Carolina Braz (HFT/América), Jéssica Barros (Clube Português/7HB) e Gabriela Messias (360 Graus nas Areias);
Especialistas: Camila Souza (APCEF) e Juliana Oliveira (Clube Português/7HB);
Laterais: Beatriz Cruz (CEPREA/Vasco), Cinthya Pires (APCEF) e Patrícia Scheppa (360 Graus nas Areias);
Pivô: Renata Santiago (Rio Hand Beach).
Comissão Técnica: Márcio Magliano (Técnico), Vinícius Oliveira (Auxiliar Técnico) e Sheila Pinheiro (Fisioterapeuta).
Seleção masculina:
Goleiro: Cristiano Rosa (AHPA/SESPOR/Paranaguá;
Defensores: Diogo Vieira (Rio Hand Beach), Marcelo Machado (Niterói Rugby) e Thiago Barcellos (Palletways V Azuqueca/ESP);
Especialista: Bruno Oliveira (AHPA/SESPOR/Paranaguá);
Laterais: João Paulo Sousa (AHPA/SESPOR/Paranaguá), Matheus Medeiros (MHC), Nailson Amaral (ABC/Carcará) e Wellington Esteves (AHPA/SESPOR/Paranaguá;
Pivô: Gil Pires (AHPA/SESPOR/Paranaguá).
Comissão Técnica: Antônio Guerra Peixe (Técnico), Aldivan Andrade (Auxiliar Técnico) e Carlos Roque Silva (Supervisor).

A Confederaçã

sábado, 12 de outubro de 2019

NOSSO SITE COM O MUNDIAL BEACH EM DOHA


Em novo formato, vôlei de praia do Brasil estreia com vitória em Doha 2019
Com duas medalhistas olímpicas, time do 4x4 derrotou a Nigéria por 2 a 0
Comandado pelas medalhistas olímpicas Bárbara Seixas e Juliana, a equipe brasileira de vôlei de praia 4x4 venceu a Nigéria por 2 sets a 0 (21/7 e 21/10) na estreia dos Jogos Mundiais de Praia Doha 2019, neste sábado, dia 12. Fernanda Berti foi a maior pontuadora do duelo com 11 acertos. Além delas, o Time Brasil é representado por Carol Horta, Rebecca e Tainá.
A disputa em Doha é a primeira do 4x4 sancionada pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB). No novo formato, são quatro atletas em quadra, com dois como opção na reserva. São permitidas até quatro substituições por set. Um atleta que iniciou o set e foi substituído, só pode retornar no lugar do mesmo atleta que o substituiu. As posições em quadra são livres, respeitando, porém, a ordem do rodízio no momento do saque.
"É a primeira vez que estou jogando neste formato. Sei que antigamente vôlei de praia costumava ter o quarteto, mas desde que comecei a jogar já era em dupla. Então, está sendo uma experiência nova. Estou achando muito bacana! O fato da gente poder estar convivendo mais umas com as outras, com jogadoras que normalmente são nossas oponentes, e entrando em sintonia para jogar todo mundo junto é muito legal", avaliou a medalhista de prata nos Jogos Olímpicos Rio 2016, Bárbara Seixas.
O forte calor acima dos 30 graus de Doha foi outro desafio enfrentado pelo quarteto brasileiro. "Por ser um esporte outdoor, a gente já está acostumada a pegar todo tipo de condição climática, mas quanto mais abafado o lugar, pior pela questão do suor excessivo e hidratação. Aqui em Doha é complicado nesse sentido. A sensação térmica é sempre maior, mas a tendência para os próximos jogos é de estarmos mais adaptadas", acredita Bárbara.
A competição continua neste domingo com mais dois jogos do Brasil no grupo A. Primeiro o time verde e amarelo enfrenta a República Tcheca às 10h (horário de Brasília). Mais tarde, às 14h, será a vez do duelo contra os Estados Unidos. Nesta fase todas as equipes avançam para as quartas de final, independentemente da posição nos grupos.
Ainda neste sábado, o Time Brasil entrou em quadra para mais quatro jogos de handebol de praia. No feminino, a equipe se manteve invicta na competição ao vencer a Tunísia e a Hungria por 2 a 0 em ambas. Agora já são quatro vitórias para as meninas do Brasil. Enquanto isso, os homens venceram a Austrália por 2 a 0 e perderam para a Dinamarca pelo mesmo placar. No domingo, o masculino enfrenta a Suécia e o feminino a Dinamarca.
O Time Brasil tem a maior delegação dentre os 97 países inscritos, com 77 atletas (42 homens e 35 mulheres), de nove modalidades: basquete 3x3, beach soccer, beach tennis, beach wrestling, handebol de praia, maratonas aquáticas, vela (classe Fórmula Kite), vôlei de praia 4x4 e wakeboard. Os Jogos Mundiais de Praia são realizados pela Associação Nacional dos Comitês Olímpicos Nacionais.

terça-feira, 10 de setembro de 2019

NOSSO SITE COM OS SE NO RS



QUILISPORT COM OS SF - GRUPO 1 NO RS
SEM FRONTEIRAS DA FIEP BRASIL SÃO RECEBEM HOMENAGENS NA CAMARA E ASSEMBLÉIA EM PORTO ALEGRE 
No segundo dia dos SEM FRONTEIRAS DA FIEP do BRASIL no estado do RS, teve homenagens na Câmara de Vereadores de POA e na Assembléia Legislativa do Estado.
CÂMARA - Na manhã dessa segunda, os SEM FRONTEIRAS DA FIEP estiveram na CAMARA DE VEREADORES DE PORTO ALEGRE, recberam homenagem da ENTIDADE, proposição do Vereador BOSCO, assim como teve o lançamento do selo dos 70 ANOS da FIEP-RS, pelos Correios.

Bosco ao centro, propôs a homenagem

 Selo dos 70 ANOS DA FIEP -RS lançado

  
SEM FRONTEIRAS com o Selo da FIEP-RS
  
Deiques, Delegado Regional da FIEP-RS agradeceu

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA -  Por proposição da deputada Brizola foi entregue a Condecoração dos 55 Anos da Casa Legislativa de Porto Alegre, assim como tambem teve a posse na ACADEMIA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO FISICA -ABEF, do prof. Dr. EDUARDO DE ROSE.

 Publico presente
 
 Deputada Brizola entrega diploma ao presidente ALMIR
EDUARDO DE ROSE faz parte dos imortais da ABEF


Mesa diretiva do ato solene
Presidente ALMIR da posse à DE ROSE
                                       De Rose com a familia
                                              De Rose com os SEM FRONTEIRAS

segunda-feira, 9 de setembro de 2019

NOSSO SITE NA COBERTURA DOS SEM FRONTEIRAS GRUPO 1 NO RS



QUILISPORT COM OS SF - GRUPO 1 NO RS
RS RECEBE SEM FRONTEIRAS PELA SEGUNDA VEZ NA HISTÓRIA DA FIEP
(A primeira vez foi em 2012 e a recepção foi feita pela Delegacia da FIEP -RS, com a liderança de Vilson Bagatini, na época o Delegado Regional)
De 8 a 14 de setembro de 2019, o Grupo 1 do Projeto PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO FISICA SEM FRONTEIRAS DA FIEP BRASIL estará no RS. Essa participação nas cidades de Porto Alegre, Canoas, Caxias e Santa Maria é realizada numa organização em conjunta dos Delegados da FIEP do RS.


      Foram recebidos na sede Campestre do Sesc,pelo colega Profissional de Educação Física da Administração , Gerente da Unidade, Gilberto Luiz Antunes Braga.Visitaram as instalações e almoçaram.
Posaram para uma foto na ARENA DO GREMIO.
     Visitaram o colega VILSON BAGATINI, em sua residência, mais uma fez, super recepcionados pela a dona Lurdes. Os SF foram levar o seu abraço e desejarem recuperação do BAGATINI
No Monumento olímpico de Bagatini, Schavalla entregou em nome dos SEM FRONTEIRAS, uma aplicação em vidros de vários fotos que registram a presença do BAGATINI em outras etapas do GRUPO 1
 Como não poderia deixar de acontecer, dona Lourdes ofereceu um super café aos Grupo.


INAUGURAÇÃO DA SEDE DA DELEGACIA DA FIEP -RS
     
SEM FRONTEIRAS - GRUPO 1, na noite de 8 de setembro foi inaugurada a Casa da Delegacia da FIEP -RS. Usaram da palavra os descerradores da placa: Deiques, Delegado Regional da FIEP-RS, que falou do esforço para que o RS tenha a sua casa , um local para discussão da Educação Física e frisou que as ENTIDADES DA CLASSE DO PEF devem estar unidas; Professor ALMIR, presidente da FIEP-Mundial disse que é muito bom essa iniciativa da Delegacia do RS e isso engrandece cada vez mais aEDUCAÇÃO FISICA, por outro lado, professora DÉBORA, que representou o CREFRS, desejou sucesso à FIEP e eleogiou a iniciativa. Foto do descerramento, ALMIR e DEIQUES da FIEP e DÉBORA, do CREFRS


Almir e Deiques falam
Débora, Deiques e Almir descerram a placa.


Na placa estão registrados os nomes dos DELEGADOS DA FIEP -RS

Novamente Schavalla, em nome dos SEM FRONTEIRAS - Grupo 1 e do MUSEU do TOUKBALL de PATO BRANCO - PR entregou uma placa em que registsra momentos dos SF da FIEP BRASIL
        A FIEP-RS entregou a todos os participantes da inaguração um prato com a logomarca da FIEP -RS

(COBERTURA DE QUILISPORT - CLERY QUINHONES DE LIMA)




















quinta-feira, 5 de setembro de 2019

NOSSO SITE COM O COMITE OLIMPICO DO BRASIL


Rio de Janeiro, 05/09/2019
COB apresenta detalhes do programa de Educação e Prevenção ao Doping da entidade
Evento reuniu jornalistas, formadores de opinião, convidados e parceiros institucionais na sede da entidade nesta quinta-feira, 05
"A proteção ao atleta é o que nos move". A frase que encerrou a apresentação de Christian Trajano, gerente de Educação e Prevenção ao Doping do Comitê Olímpico do Brasil (COB), é o mote de todo o programa da área, descrito na manhã desta quinta-feira, 05, no auditório do COB, durante o sétimo briefing para imprensa e formadores de opinião. O objetivo do programa é desenvolver um trabalho de conscientização e democratização da informação para a proteção dos atletas, expandido o acesso à educação antidoping desde as fases mais iniciais do desenvolvimento do atleta olímpico. Além de jornalistas, colaboradores do COB e convidados de instituições parceiras no sistema antidopagem brasileiro também participaram da ação. O diretor-geral do COB, o campeão olímpico Rogério Sampaio, fez a abertura do evento.
"O tema da educação e prevenção ao doping é muito importante. Esse evento hoje reforça o compromisso do COB, signatário do Código Mundial Antidoping, com o jogo limpo. O COB entende a importância de cada vez mais levar informações, de realizar um trabalho de educação e prevenção ao doping de mais alto nível. Pensando nisso, o COB resolveu criar uma área específica há cerca de um ano e que já vem desenvolvendo um trabalho de campo com atletas, técnicos e todos as pessoas envolvidas no entorno do atleta", disse Rogério Sampaio.
Durante a apresentação, Trajano detalhou as ações que já foram realizadas, impactando mais de 1500 pessoas diretamente, através de atividades presenciais, palestras, atendimentos individuais, e mostrou como o trabalho será intensificado nos próximos meses com o lançamento de novas ferramentas, como o aplicativo e uma área especial dentro do portal do COB. Há também uma parceria com a ABCD para a tradução de um conteúdo para um curso online.
"O nosso papel é atuar na prevenção. A mudança de conceitos e comportamentos é uma questão de repetição do conhecimento e é isso que estamos fazendo. Além de ações em treinamentos e conversas com integrantes das Confederações, também estivemos presentes nos Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018, Jogos Sul-americanos de Praia Rosário 2019 e Jogos Pan-americanos Lima 2019. Acreditamos que qualquer hora é a hora certa de se informar mais", explicou o gerente de educação e prevenção ao doping do COB.
"O trabalho de educação é continuado, repetimos de várias formas diferentes, utilizando meios e linguagens distintas as mesmas informações, personalizadas para cada público, modalidade e fase da evolução do atleta. Até Tóquio e durante os Jogos Olímpicos estaremos focados na distribuição da informação, bem como prestando todo o auxílio necessário a nossos atletas para que não se envolvam com o doping, ainda que inadvertidamente", completou Christian.
Depois da apresentação, foi composta uma mesa para atender às perguntas dos presentes e as enviadas através da internet durante a transmissão (o conteúdo completo pode ser visto em youtu.be/hxauJaerQ8M). Além de Trajano, compuseram o debate: Jorge Bichara, diretor de esportes do Comitê Olímpico do Brasil; Henrique Pereira, diretor do Laboratório Brasileiro de Controle de Dopagem; José Kawazoe Lazzoli, presidente da Confederação Pan-americana de Medicina do Esporte; Wander Rabelo, assessor Institucional da Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais (ANFARMAG); e Isabel Swan, medalhista olímpica da vela (bronze em Pequim 2008) e membro da Comissão de Atletas do COB e da PanAm Sports.
"É muito importante o atleta estar bem informado. Eu, por exemplo, tive um caso de um ginecologista que ia me receitar um remédio, que eu consultei na lista e vi que era proibido. Nos certificamos e aí não houve a prescrição. É responsabilidade do atleta, o corpo é maior bem dele, e, por isso, temos que nos cuidar. Tem que verificar a procedência dos suplementos, conhecer o profissional que nos atende. É preciso que todos que estão no entorno do atleta estejam com essa consciência de educação quanto ao doping. E para o atleta estar consciente do que pode ou não é preciso estar informado", disse Isabel Swan, representante dos atletas.
"O maior desafio do COB é entregar a informação adequada no momento correto da evolução do atleta. Falar com um jovem talento sobre doping é bem diferente da abordagem a um atleta olímpico. Mas em todos os níveis do desenvolvimento do atleta temos algo a oferecer. A comunicação e a educação devem ser contínuas e permanentes, mas ainda existe bastante espaço para avanços no fluxo de informações", disse Jorge Bichara.

Os briefings para imprensa e formadores de opinião começaram em janeiro tendo como tema o Instituto Olímpico Brasileiro, que completa 10 anos em 2019. Em fevereiro, apresentamos o planejamento das missões do COB em 2019. No mês de março, promovemos um rico debate sobre as mulheres no esporte, com a presença de Aída dos Santos e Fabi Alvim.
Em maio, falamos sobre as ações do COB para preservação da história esportiva do Brasil e promoção dos valores olímpicos. Os avanços do Programa Gestão, Ética e Transparência (GET), desenvolvido para aprimorar os processos administrativos das confederações, foram o tema de junho. O briefing de julho foi sobre a edição de 2019 dos Jogos Escolares da Juventude, maior competição estudantil, que começou esta semana.

( FONTE SITE DO COB)

segunda-feira, 2 de setembro de 2019

NOSSO SITE COM O INFORMATIVO DO CREFRS


DIA DO PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO FISICA TEVE HOMENAGEM PELO CREFRS NO NAUTICO UNIÃO

CREF2/RS homenageia vencedores do Troféu Destaque 2019
02/09/2019
Fonte: CREF2/RS

No sábado, dia 31 de agosto, o CREF2/RS promoveu a entrega do Troféu Destaque 2019. O prêmio, criado pelo Conselho como forma de comemorar o Dia do Profissional de Educação Física, celebrado em 1º de setembro, teve a sua cerimônia realizada na Praça dos Fundadores do Grêmio Náutico União, com um coquetel festivo.

Divididos em quatro categorias principais, os finalistas do Troféu Destaque 2019 foram escolhidos pelos profissionais registrados, que puderam indicar os seus favoritos por meio de uma votação aberta no site do Conselho. Todos os ganhadores foram eleitos pela Plenária e revelados durante a cerimônia. As empresas que completaram dez anos de registro ininterrupto, em 2019, também foram convidadas para a festa e receberam um certificado de homenagem pelos serviços prestados.

A cerimônia iniciou às 20h, com um discurso do presidente do CREF2/RS José Edgar Meurer (CREF 001953-G/RS). Na sua fala, ele deu boas-vindas aos presentes e reforçou a relevância do Troféu Destaque, sobretudo para a valorização da profissão. “É com grande honra que o CREF2/RS parabeniza e homenageia diversos profissionais de Educação Física nesta noite, pelo trabalho importantíssimo que desempenham para toda a sociedade”, frisou.

Homenagens especiais

Além dos quatro vencedores conhecidos durante a cerimônia, o CREF2/RS entregou outros quatro prêmios. O primeiro foi o Voto de Louvor ao profissional Juliano Mantovani (CREF 025864-G/RS), professor de Educação Física do Instituto Estadual de Educação Assis Chateaubriand, em Charqueadas. Na última semana, Mantovani ficou conhecido no Brasil inteiro por proteger os alunos da sua escola de um atentado, evitando uma grande tragédia.

Edison Cardoso (CREF 000001-G/RS), mais conhecido pelo apelido de Macaco e falecido em abril de 2018, também foi condecorado. Um dos criadores do CREF2/RS e ex-presidente da Federação Gaúcha de Basquete e da APEF, ele foi representado pelos seus dois filhos e recebeu o troféu Homenagem Especial – In Memoriam. Referência para o esporte e para a Educação Física, Cardoso obteve reconhecimento por atuar de maneira pioneira para a regulamentação e para a valorização da profissão.

O conselheiro federal Carlos Cimino (CREF 001691-G/RS), que foi o mestre de cerimônias do evento, ainda chamou ao palco Joel Pedroso (CREF 000241-G/RS), vencedor na categoria Personalidade; e Renita Dametto, homenageada com o Mérito da Educação Física. Eles receberam os seus troféus através de uma escolha feita diretamente pela Plenária. A lista completa dos ganhadores do Troféu Destaque 2019 é:

Categoria Profissional – Atuação Bacharelado:
Roberta Borges (CREF 007239-G/RS)
Graduada em Educação Física pela UFPel e pós-graduada em marketing esportivo e academias de ginástica, é proprietária da Academia VO2 Beta, em Pelotas, há 18 anos. Atua na área fitness com aulas de jump, step, local e é uma das referências em todo o Estado nas modalidades kangoo jumps, board fitness e HUGS 7.

Categoria Profissional – Atuação Licenciatura:
Josiane Fassini (CREF 013909-G/RS)
Graduada em Educação Física pela Ulbra Canoas e pós-graduada em Mídias e Educação, é professora da Escola Municipal Miguel Couto, em Nova Santa Rita. Atua com a inclusão através do projeto “Educação Física Inclusiva na EJA”, com atividades desportivas adaptadas, como goalball e vôlei sentado. É também coordenadora do projeto “A Escola da Universidade”, em parceria com o curso de Educação Física da Ulbra.

Categoria Profissional – Atuação Projetos Sociais:
Evandir Ferraz (CREF 008382-P/RS)
Conhecido pelo nome artístico Mike Júnior, é professor de street dance no Ballet Gutierres, em Porto Alegre. Pioneiro em adotar e explorar a cultura hip hop em suas aulas, há 15 anos desenvolve um projeto social no Centro Comunitário da Vila Orfanotrófio, aproximando crianças carentes da dança. É idealizador da modalidade hip hop fitness e instrutor de step nas academias Movere Fitness, HF Personal Training e Fit Academia.

Categoria Pessoa Jurídica:
Fazendo Onda (CREF 001345-PJ/RS)
Em atividade desde 202, a Fazendo Onda é uma escola de natação e academia de Igrejinha. Além de aulas de natação, hidroginástica e caminhada aquática, também desenvolve projetos de emagrecimento para grupos de pessoas com IMC acima da faixa “Obesidade 1”, com duração de seis meses e prêmios para os melhores resultados. Em quatro etapas realizadas até o momento, ajudou a eliminar mais de 620kg somente através da atividade física.

Personalidade:
Joel Pedroso (CREF 000241-G/RS)
Graduado em Educação Física pelo IPA, é oficial da reserva da Brigada Militar. Atuou grande parte da sua carreira no Corpo de Bombeiros e exerceu diversas funções, como coordenador dos salva-vidas da Operação Golfinho, diretor da Escola de Educação Física da Brigada Militar e comandante dos Bombeiros em Porto Alegre. Também foi coordenador de segurança aquática na Olimpíada e Paralimpíada do Rio de Janeiro, nas provas de remo e canoagem. Atualmente é gerente de esportes do Grêmio Náutico União e presidente da Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático.

Mérito da Educação Física:
Renita Dametto
Graduada em Educação Física pela Feevale, é especialista em Treinamento Esportivo e mestre em Educação. Ex-atleta da Seleção Brasileira de handebol, foi professora rede pública de Porto Alegre, secretária de Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul e presidente da FUNDERGS. Integrou o Conselho Nacional de Esporte e Lazer, o Conselho Nacional da Ciência e Tecnologia e a Câmara Técnica da Lei de Incentivo ao Esporte. Instituiu o Programa RS Educação Digital e o Programa de Apoio aos Parques Tecnológicos. Coordenou a reestruturação do CETE, o 20° Campeonato Mundial de Atletismo Máster e a Passagem da Tocha Olímpica em Porto Alegre.

sexta-feira, 30 de agosto de 2019

QUILISPORT DIVULGA O JORNAL SAUDE PELA PRÁTICA MES DE SETEMBRO


JORNAL SAUDE PELA PRÁTICA, EDIÇÃO DO MES DE SETEMBRO
( PUBLICA A VERDADEIRA ULTRA-MARATONA REALIZADA POR QUILISPORT DE 2 A 25 DE AGOSTO DE 2019, ENTRE AS ATIVIDADES ESTÁ A ESTADA NO JAPÃO NA SEGUNDA PRÉ-COBERTURA DOS JOGOS OLIMPICOS DE TOKYO 2020)






 






domingo, 25 de agosto de 2019

QUILISPORT APRESENTA MAIS UMA PALAVRA OLIMPICA





                                                   *Clery Quinhones de Lima

ULTRAMARATONA DA COMUNICAÇÃO ESPORTIVA DE QUILISPORT TERMINA NA CIDADE DE SANTA MARIA
O mês de agosto foi memorável em nossa vida profissional, pois nele estivemos presentes em 6 eventos da área da atividade física, saúde e esporte, que iniciou no dia 2 e encerrou no dia 25.

      Iniciamos com a cobertura do 14º CONGRESSO CARIOCA DE EDUCAÇÃO FISICA na cidade do Rio de Janeiro, nos dias 2 e 3, depois a 16ª. CONFERENCIA NACIONAL DE EDUCAÇÃO FISICA, no período de 4 a 7, na cidade de Brasilia; De 11 a 23, no Japão, a Segunda Pré-Cobertura Olímpica TOKYO 2020, nas cidades de Tokyo e Hamamatsu ( sendo no dia 13 recepcionado pelo colega e amigo, carioca MATARUNA, da Universidade Americana de EMIRADOS); Dia 24 – Em Porto Alegre, o SESC, o 8º FORUM DE EDUCAÇÃO FISICA ESCOLAR e no dia 25, o TORNEIO REGIONAL DE TRIO DE BOCHAS, no Clube Cruzeirinho, pelo seus 70 ANOS.

    Particularmente para nós, profissional da COMUNICAÇÃO ESPORTIVA,  todos os Eventos se revestiram de suma importância na nossa caminhada profissional que passa de 4 décadas. Evidente que cada um com as suas peculiaridades. CONGRESSO CARIOCA DE EDUCAÇÃO FISICA no Rio, uma marca de muitos anos no microfone da Imembuí e nos Veículos de QUILISPORT; A CONFERENCIA NACIONAL DE SAÚDE (representando o CREFRS), uma volta à Brasília, para dar continuidade a um trabalho iniciado em Santa Maria pelo Conselho Muncipal de Saúde; PRÉ-COBERTURA DE TOKYO 2020, a confirmação de nosso planejamento elaborado em 2016, tão logo após o término da RIO 2016, de estarmos no Japão 3 ANOS ANTES e 1 ANO ANTES, graças a Deus confirmamos e essa segunda vez junto a nossa estada, tivemos a oportunidade de ir à HAMAMATSU, cobrir a preparação do Judô Brasileiro para o Mundial de Judô e a Olimpíada, assim como em TOKYO acompanhar o andamento das instalações Olímpicas, entrevista com a Coordenação dos Jogos Olímpicos e com o Consulado do Brasil em Tókyo; em Porto Alegre, onde ficamos do regresso de Tokyo, fizemos no dia 24, a apresentação da FORUM DA EDUCAÇÃO FISICA ESCOLAR, pelo CREFRS e nesse dia 25, a cobertura da realização do último dia do TORNEIO REGIONAL DE TRIOS DE BOCHA, promovido pelo Cruzeirinho, nos seus 70 ANOS de existência.

    Amigos, essa ULTRA-MARATONA foi realmente um teste para quem já avança um pouco na idade ( 68 anos) e justifica o título dado em nosso EDITORIAL que será veiculado no jornal SAUDE PELA PRÁTICA, edição de setembro, em que chamamos “ SÓ DEUS NA CAUSA” 
NOTA ... Mantivemos nessa coluna o nome de PALAVRA OLIMPICA porque queremos  fazer agradecimentos muito especiais dessa nossa estada, pela segunda vez, no JAPÃO. Primeiro ao DEUS que servimos que esteve conosco nos orientando e dando-nos segurança em tudo. Assim como agradecer novamente a esse DEUS que nos colocou em nosso caminho, mais uma vez, o GUSTAVO BAJOTTO, colega da Educação Física, radicado a mais de 20 anos no Japão e também o casal EDVALDO/JACQUELINE SCHIO, da cidade de OIZUMI, que nos acompanharam à cidade de HAMAMATSU, no treinamento da Seleção Brasileira de Judô e na audiência no Consulado do Brasil em Tokyo. assim como aqui em Santa Maria, na minha retaguarda o nosso eterno amigo e prestativo GILSON BRASIL, na produçã gráfica, o nosso design de QUILISPORT e na Rádio Imembui, o colega TIAGO, que dava o toque final nos audios que enviávamos para o nosso espaço SAUDE PELA PRÁTICA e por fim, às pessoas que estiveram acompanhando o nosso trabalho que repercutiu muito, pela sua abrangência e a garra que empreendemos e muitas dessas pessoas entendem e se manifestam nesse sentido, isso nos dá incentivo e ainda mais responsabilidade, embora limitados, para que possamos continuar nessa missão dada por DEUS. Portanto rogamos a DEUS que o GIRO OLIMPICO continue e possamos repetir outras memoráveis jornadas, para que TODOS nós possamos estar no PÓDIO. 

(CLERY – EDITOR)

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

NOSSO SITE KYO EM TOKYO PRÉ COBEERTURA JOGOS TOKYO 2020


Coluna direto da Cidade de TOKYO -  21 de agosto 2019


RESPEITEM OS PEQUENOS....
                                             *Clery Quinhones de Lima
“Quilisport tem 2 títulos de pioneirismo na informação olímpica. Eles aconteceram em 2017 e 2019, em Tokyo. ”

A QUILIPORT tem se traduzindo numa verdadeira protagonista de feitos internacionais, em termos de coberturas olímpicas.  Com esforço, praticamente  individual, tem superado até grandes Veículos, pela  capacidade intuitiva de seu Diretor. Em 2017, Takaya,  Porta voz do Comitê Organizador dos Jogos Olimpicos TOKYO 2020 declarou que Clery foi o primeiro jornalista de outro país, que esteve 3 ANOS ANTES dos Jogos Olímpicos junto com a Coordenação dos JOGOS, em Tókyo, fazendo uma entrevista para 3 Veiculos de Comunicação do Interior do Brasil :  Ráido Imembuí, site e jornal SAUDE PELA PRATICA e agora em 2019, o Cônsul do Brasil em Tokyo, Magalhães de Lima  disse que Clery foi o primeiro jornalista do mundo a estar, 1 ANO ANTES, no Escritório do Consulado fazendo entrevista a respeito como o CONSULADO está se preparando para auxiliar os brasileiros durante os JOGOS OLIMPICOS DE TOKYO. Isso fecha com a defesa que CLERY sempre tem feito em suas manifestações na COMUNICAÇÃO ESPORTIVA, de que tem de ser respeitado os VEICULOS PEQUENOS, porque a capacidade de buscar a informação não está na grandeza, no poder econômico do VEICULO – ajuda -  porque cada um tem o seu público e isso tem de que ser respeitado. Um exemplo bem caracterizado está nesses lances de QUILISPORT e isso aconteceu pelo esforço individual, garra e capacidade de um profissional, que tem a formação de EDUCAÇÃO FISICA e JORNALISMO.

SANTA MARIA NA REVISTA ALTERNATIVA QUE CIRCULA EM TODO O JAPÃO.
Na estada em Tokyo, o jornalista esportivo CLERY QUINHONES DE LIMA, Diretor de QUILISPORT foi indicado à Editoria da REVISTA ALTERNATIVA, que circula em todo o JAPÃO e tem assinaturas no Brasil, para ser entrevistado pelo Veiculo para falar da sua história olímpica que chega a oitava cobertura de JOGOS OLIPMPICOS, Clery foi entrevistado pela jornalista Ana Paula Ramos e segundo a Revista, a matéria deverá ser publicada na edição de SETEMBRO desse ano.
 Ana registra as nossas informações sobre a nossa vida olimpica
 Fizemos uma foto regisgtro com Ana, reporter da Revista Alternativa

(CLERY - EDITOR)