sexta-feira, 24 de maio de 2019

NOSSO SITE COM O CONFEF


NOSSO SITE PUBLICA O BOLETIM ELETRONICO DO CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO FISICA - CONFEF

 
CONFEF Informa
Observação: O CONFEF Informa exibe apenas os primeiros parágrafos das matérias. Para lê-las na íntegra, basta clicar, no nome do veículo (em “Fonte”), no fim de cada matéria / reportagem.
Espaços ao ar livre são opções para a prática de atividade física no DF
CONFEF Informa
Colocar o corpo em movimento é fundamental para a saúde e o brasiliense está consciente disso. Basta dar algumas voltas pela cidade para avistar alguém fazendo caminhada, outros andando de bicicleta, alguns se exercitando nos Pontos de Encontro Comunitário (PECs) ou até mesmo grupos reunidos na prática da ginástica. Tudo ali, ao ar livre, sob o belo céu de Brasília.
Os PECs se tornaram um refúgio para quem não gosta do ambiente fechado das academias. Os aparelhos podem ser encontrados em diversos pontos da cidade. Segundo a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), há 672 PECs instalados em todo o DF. Grande parte deles está próxima a praças e quadras de esporte. (...)
Dados apontam que Brasília é uma das cidades onde os moradores mais praticam atividades físicas no país. Uma pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde, em 2017, mostrou que 53,8% dos adultos da capital praticam pelo menos 150 minutos de exercício por semana. Para o presidente da Associação Brasileira de Qualidade de Vida (ABQV), Eloir Simm [CREF 000251-G/SC], não só a capital, mas todas as unidades da Federação são ricas em espaços livres para atividades. “Indicamos, sempre que possível, que as pessoas façam atividades próximo à natureza, em parques e praças. Em Brasília, há muitos espaços arborizados de fácil acesso à população. É ótimo poder aproveitá-los”, afirma. (...)
Eloir Simm, da ABQV, alerta que é sempre importante ter um profissional de Educação Física ao lado na hora de fazer exercícios. Ele entende, porém, que nem sempre é possível e afirma que a maioria dos aparelhos públicos são simples de utilizar, além de ser fácil encontrar conteúdos na internet que ensinam, de forma correta.
Fonte: Correio Braziliense
Adolescentes com sobrepeso têm risco alto de doença cardiovascular
Um estudo feito por pesquisadores da Universidade Estadual Paulista (Unesp), em Presidente Prudente e Marília, investiga a relação entre a prevalência da obesidade em adolescentes e os riscos ligados a doenças cardiovasculares.
Vale destacar que o número de adolescentes obesos aumentou em escala global nos últimos 40 anos. Nos países desenvolvidos, a taxa de obesidade nesse grupo cresceu entre 30% e 50% por década, de acordo com estudos recentes.
Esse aumento mundial na prevalência da obesidade em adolescentes tem chamado a atenção de órgãos de saúde em razão do maior risco de desenvolverem fatores de risco associados à doença cardiovascular. Assim, os pesquisadores da Unesp, em colaboração com colegas da Kennesaw State University, dos Estados Unidas, e da Faculdade de Juazeiro do Norte, no Ceará, constataram em testes de desempenho cardíaco que adolescentes com sobrepeso apresentaram resultados muito parecidos ao de adolescentes obesos. (...)
Fonte: Governo de São Paulo
Saiba como driblar o desafio de perder peso na terceira idade
CONFEF Informa
Para muitos idosos, perder peso é um verdadeiro martírio. O envelhecimento provoca diversas mudanças no organismo, alterando o metabolismo e a disposição para realizar atividades físicas.
— Os idosos possuem uma taxa de metabolismo basal menor, ou seja, necessitam de uma quantidade de calorias menor. Em outras palavras, conforme a pessoa envelhece deveria comer menos e isto normalmente não acontece — afirma Vivian Ellinger, membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM).
(...) Além da alimentação, as atividades físicas são outra maneira de manter o peso ideal na terceira idade.
— Uma dieta saudável e equilibrada e a realização de exercício físico com regularidade são fundamentais para uma vida saudável e consequente perda de peso. Exercícios de força, aeróbicos e funcionais irão contribuir muito para uma qualidade de vida melhor — afirma André Fernandes [CREF 000013-G/RJ], vice-presidente do Conselho Regional de Educação Física (Cref1).
Fonte: Extra
MP investiga venda de diplomas falsos em esquema que envolve oito estados
O Ministério Público do Espírito Santo está investigando a venda de diplomas para quem queria trabalhar como professor em oito estados. (...)
A Controladora da Prefeitura de Rio Bananal, interior do Espírito Santo, encontrou 27 irregularidades como essas em um processo seletivo para contratação de professores.
“Tem casos grotescos, professores que dão aula aqui no município, morador do município e tem graduação em Virginópolis e eles nunca estiveram lá. Ou o caso de Araguatins, no Tocantins, e nunca estiveram por lá. Faculdade presencial e nunca foram lá”, disse a controladora do município Mauriceia Dalbem.
"E essas pessoas iam para sala de aula?", pergunta o repórter
“Iam. A gente tem professor de matemática, educação física, então, imagina ele pode lesionar uma criança”, confirmou a controladora.
De acordo com o Ministério Público do Espírito Santo, o que acontece na cidade de Rio Bananal é só parte de um esquema muito maior. Organizações criminosas agem sistematicamente concedendo, de maneira irregular, certificados e diplomas. Até agora já foram identificados 4.000 documentos como esses que foram entregues a pessoas que não têm qualificação. (...)
Fonte: Jornal Nacional
Estudo mostra como o exercício de força controla o diabetes em indivíduos obesos
CONFEF Informa
Uma pesquisa feita na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) mostrou que a prática de exercício físico de força, como a musculação, é capaz de reduzir a gordura acumulada no fígado e melhorar o controle da glicemia em indivíduos obesos e diabéticos em um curto período, mesmo antes que ocorra perda de peso significativa.
Por meio de experimentos com camundongos, pesquisadores do Laboratório de Biologia Molecular do Exercício (LaBMEx) da Unicamp observaram que 15 dias de treino moderado foram suficientes para modificar a expressão gênica no tecido hepático, favorecendo a “queima” dos lipídeos armazenados e contribuindo para o tratamento da doença hepática gordurosa não alcoólica. Como consequência, houve melhora na sinalização celular feita pela insulina no tecido e redução na síntese hepática de glicose.
(...)“Que a prática de atividade física ajuda a controlar doenças, todo mundo sabe. O que estamos investigando é por meio de quais mecanismos isso ocorre. Se conseguirmos descobrir uma proteína-chave cujos níveis aumentam ou diminuem com o treino, avançamos um passo na criação de fármacos capazes de mimetizar alguns benefícios do exercício físico”, disse Leandro Pereira de Moura, professor da Faculdade de Ciências Aplicadas da Unicamp e coordenador da pesquisa.
Fonte: Agência FAPESP
Estilo de vida saudável previne doenças e ajuda diminuir filas nas emergências
CONFEF Informa
A prática de atividade física é recomendada para todos. Médicos e outros profissionais de saúde garantem que uma alimentação saudável aliada a exercícios físicos regulares podem prevenir muitas doenças graves. O aumento das estatísticas de pessoas com sobrepeso, obesidade e doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, fizeram com que organizações e entidades, enxergasse um problema de saúde pública.
A atividade física traz benefícios para a saúde física e mental, no entanto, a Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta que apenas 27% da população mundial pratica algum exercício físico. No Brasil, 47% das pessoas não se exercitam regularmente e o número de inatividade cresce a cada ano.
“Se as pessoas adotassem medidas de prevenção e fizessem o acompanhamento das doenças crônicas, quando fossem acometidas por alguma infecção ou pneumonia, por exemplo, seria um paciente de menor gravidade e com menos tempo de internação”, explica a médica intensivista e diretora do Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia Kátia Michelle Bonfim. (...)
Fonte: G1

 

Nenhum comentário: