segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

NOSSO SITE COM O COMITE OLIMPICO DO BRASIL

Com Hall da Fama, Prêmio Brasil Olímpico reconhece os feitos e conquistas dos grandes ídolos do esporte nacional
Além de premiar os melhores atletas e treinadores do ano, cerimônia homenageia os principais destaques da nossa história olímpica
Homenagear os principais atletas e treinadores do país é o grande propósito do Prêmio Brasil Olímpico (PBO), cuja 21ª edição ocorre nesta terça-feira, 10, na Cidade das Artes (Rio de Janeiro). Além de conhecermos os melhores atletas de 2019, a cerimônia promete reverenciar algumas personalidades que ajudaram a construir a história olímpica brasileira.
Seis ídolos do esporte nacional entrarão para o Hall da Fama do COB: Guilherme Paraense (tiro esportivo), Joaquim Cruz (atletismo), João do Pulo (atletismo), Magic Paula (basquete) Maria Lenk (natação) e Sylvio de Magalhães Padilha (atletismo). A homenagem a eles acontecerá às 18:45, na área externa do local. Este ano já foram homenageados Bernardinho e Zé Roberto Guimarães (vôlei), Chiaki Ishii (judô) e Hortência Marcari (basquete).
Criado em 2018, o Hall da Fama visa reconhecer e valorizar a trajetória dos nossos heróis olímpicos. Em breve, essas homenagens estarão à mostra no Centro de Treinamento Time Brasil, futura sede administrativa do COB, num espaço aberto à visitação pública. No ano passado, o PBO reuniu Torben Grael (vela), a dupla Sandra Pires e Jackie Silva (vôlei de praia) e Vanderlei Cordeiro de Lima (atletismo).
Já nos principais prêmios da noite, seis atletas disputam os troféus de melhores atletas de 2019: Arthur Nory (ginástica artística), Gabriel Medina (surfe) e Isaquias Queiroz (canoagem velocidade), no masculino; Ana Marcela Cunha (maratonas aquáticas), Beatriz Ferreira (boxe) e Nathalie Moellhausen (esgrima), no feminino.
Decidido exclusivamente pelo público, o prêmio Atleta da Torcida tem dez finalistas: Ana Marcela Cunha (maratonas aquáticas), Ana Sátila (canoagem slalom), Bruno Rezende (vôlei), Flávia Saraiva (ginástica artística), Hugo Calderano (tênis de mesa), Ítalo Ferreira (surfe), Mayra Aguiar (judô), Nathalie Moellhausen (esgrima), Paulo André (atletismo) e Pedro Barros (skate). A votação segue aberta até o dia 10 no site pbo.cob.org.br/ e se encerrará durante a cerimônia de premiação.
Por fim, serão premiados ainda os melhores treinadores de 2019, Mateus Alves (boxe) e Renan Dal Zotto (vôlei), e os destaques dos Jogos Escolares: Pâmela Nievilly (atletismo) e Klerton Zaidan (badminton). Maria Luíza Elói (vôlei) e Guilherme Porto (wrestling).

Nenhum comentário: