sexta-feira, 21 de junho de 2019

NOSSO SITE COM O CONFEF


Boletim Eletrônico CONFEF
Projeto de e-Museu Nacional do Esporte é lançado
Boletim Eletrônico CONFEF
Em parceria com o Arquivo Nacional e as empresas Ydreams e Gama, a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) apresentou, no dia 29/05, o projeto e-Museu Nacional do Esporte. A proposta é criar uma plataforma online que reúna um conjunto de acervos e informações disponíveis com a história do esporte no Brasil. A cerimônia de apresentação foi realizada no auditório da reitoria e contou com a presença do presidente do CONFEF, Jorge Steinhilber [CREF 000002-G/RJ].
Idealizador do projeto, o professor e pesquisador do Instituto de Educação Física (IEFD), Lamartine Pereira da Costa [CREF 000118-G/RJ], enxerga o e-Museu como uma plataforma de conectividade virtual que trará não apenas material de grandes museus ou instituições, mas também de colecionadores e pessoas envolvidas com a memória do esporte. “O projeto é uma esperança de um novo modelo para o desenvolvimento do esporte. Estamos buscando relações externas com os curadores e pessoas com histórias para contar”, disse o ex-Conselheiro Federal e um dos grandes nomes da pesquisa sobre esporte no país.
O projeto e-Museu teve o envolvimento de uma equipe multi e interdisciplinar em áreas de atuação como: tecnologia, educação física e comunicação. Os planos agora são profissionalizar a plataforma e buscar novas parcerias com as federações e confederações de esporte no Brasil. Além da missão de apresentar a história do esporte nacional entre os brasileiros, a plataforma pretende alçar voos mais altos a partir da internacionalização, com a tradução do seu conteúdo em inglês e espanhol.
Fonte: UERJ




Boletim Eletrônico CONFEF
Entre os dias 20/05 e 06/06, o CREF20/SE acompanhou a 17º edição dos Jogos Escolares da TV Sergipe. A presença do órgão teve como intuito assegurar a legalidade da intervenção profissional em Educação Física, identificando e apurando desobediências à lei.
A ausência de registro profissional por técnicos caracteriza exercício ilegal da profissão, constituindo contravenção penal prevista no Decreto-Lei nº 3.688/41. As normas estabelecidas pela legislação que regulamenta a atividade profissional em Educação Física visam preservar os interesses da coletividade, garantindo um serviço de qualidade orientado por profissionais habilitados e qualificados.
“Os organizadores de competições esportivas devem concorrer para o cumprimento da lei, exigindo a cédula de identidade profissional emitida pelo CREF ou declaração equivalente que comprove o registro dos técnicos. Pessoas sem o registro profissional não podem assinar como técnicos ou exercer essa função”, destacou a fiscal do CREF20/SE, Caroline Martins.
Ainda segundo a fiscal, foram realizadas consultas a 75 profissionais que estavam participando dos jogos e somente um estava irregular. “Esse foi autuado e dado o prazo para realizar o registro, que já foi feito”, destacou Caroline Martins.
O regulamento da competição, no Art. 6º, dispõe sobre a obrigatoriedade de um representante do CREF20/SE na comissão de honra da competição. Já o Art. 70º destaca a obrigatoriedade da apresentação da carteira profissional.
“Ficamos felizes quando acompanhamos uma competição desse nível e não flagramos irregularidades por parte dos profissionais de Educação Física. Nesse ano, apenas uma estava sem registro, mas já foi providenciado. Isso é fruto de um trabalho longo, de parcerias e orientação nas instituições, assim como os organizadores, sobre a obrigatoriedade do registro junto ao Conselho dos profissionais que atuam nesses jogos e dão aulas em escolas, ” finalizou o presidente do CREF20/SE.
Fonte: CREF20/SE

Boletim CONFEF
Profissionais de Educação Física no SUS: artigo sobre tema é publicado
Área em ascensão, a Saúde tem sido cada vez mais ocupada por Profissionais de Educação Física. Foi com o objetivo de descrever a quantidade desses profissionais registrados no Sistema Único de Saúde que o Professor Paulo Sergio Cardoso da Silva [CREF 011846-G/SC] escreveu o artigo “Inserção do Profissional de Educação Física no Sistema Único de Saúde: análise do cadastro nacional de estabelecimentos de saúde entre 2012 e 2017”. O material foi publicado na Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde no mês de maio.
O estudo apontou que, ainda que o número de profissionais cadastrados seja crescente, esse índice não é bem distribuído entre os estados. “Mesmo sendo o Profissional de Educação Física o responsável pela orientação adequada da prática de atividade física, e que a mesma é evidentemente benéfica à saúde quando bem orientada, os resultados do estudo apontaram para uma distribuição desigual nas diferentes regiões e estados brasileiros, ainda que observado um aumento absoluto no cadastro de profissionais no período”. Para ler o artigo na íntegra, acesse aqui.
Fonte: Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde
Ex-Conselheiro Federal recebe título de Honoris Causa da UPE
Boletim Eletrônico CONFEF
No dia 12/06, a Universidade de Pernambuco (UPE) promoveu a outorga do Título de Honoris Causa ao ex-Conselheiro Federal Renato Medeiros [CREF 000001-G/PE]. O evento, realizado no Auditório Clélio Lemos, fez parte da comemoração do 28º aniversário da instituição.
Renato Medeiros foi pioneiro na regulamentação da profissão, tendo feito parte da primeira Diretoria do Sistema CONFEF/CREFs. O docente da UPE possui Licenciatura em Educação Física e especialização em Administração Escolar pela Fundação de Ensino Superior de Pernambuco (FESP), especialização em Administração Desportiva pela Universidade Gama Filho e especialização em Ciência do Esporte pela Universidade Federal de Pernambuco.
ABNT abre consulta pública sobre equipamentos de fitness no Brasil
Com a evolução constante do mercado fitness no Brasil, fabricantes de equipamentos e entidades representativas do setor de atividades físicas vêm trabalhando no desenvolvimento de normas de reconhecimento internacional em segurança de equipamentos de treino para uso indoor e outdoor. O trabalho é realizado, há mais de dois anos, junto à ABNT, por meio de uma Comissão de Estudo.
Ao todo, são 10 normas submetidas pela ABNT à Consulta Pública para que o mercado se manifeste, caso haja desejo e necessidade. As normas atualmente em consulta pública são:
]Projeto ABNT NBR ISO 20957-1 - Equipamento de treino estacionário Parte 1: Requisitos gerais de segurança e métodos de ensaio. Período de consulta: 29/05 a 27/06.
Projeto ABNT NBR 16779 - Equipamentos permanente instalados para treino outdoor de livre acesso - Requisitos de segurança e métodos de ensaio. Período de consulta: 03/06 a 05/08.
Para avaliar e opinar sobre as normas, acesse o link e procure CB-004 Máquinas e Equipamentos Mecânicos.
Fonte: ABNT
Biblioteca CONFEF recebe obra sobre mercado do Personal Trainer
Boletim Eletrônico CONFEF
Em um livro prático e interativo, Fausto Porto [CREF 001387-G/DF] unifica conhecimentos teóricos e práticos, coletados e organizados em mais de duas décadas no acompanhamento do mercado do Personal Trainer. A obra Virei Personal! E agora? apresenta a importância do domínio do conceito de “empreender” e como estruturar e gerenciar a própria carreira e seu “negócio”.
O autor explica os principais conceitos e ferramentas do empreendedorismo, oferecendo dicas para que o leitor assuma de forma definitiva o controle financeiro e estratégico de sua carreira. No site www.trainerbrasil.com.br é possível saber mais sobre o tema, e baixar gratuitamente os dois primeiros capítulos da obra.