domingo, 1 de março de 2020

NOSSO SITE NA PRÉ-COBERTURA TOKYO 2020

QUILISPORT na Pré-Cobertura Tokyo 2020:


TOKYO 2020 E O CORONAVIRUS:
JOGOS SERÃO OU NÃO CANCELADOS/TRANSFERIDOS?
( Nossa Editoria ouviu Especialistas e suas opiniões estão nessa matéria especial sobre a instalação do coronavirus, que está causando preocupação, no mundo, em todas as áreas humanas.)

Indiscutivelmente o CORONAVIRUS está instalado no mundo. Cria uma grande expectativa a respeito da realização ou transferência ou não dos JOGOS OLIMPICOS DE TOKYO, de 24 de julho a 9 de agosto de 2020. QUILISPORT, entendendo ser sua obrigação, como ENTIDADE que é compromissada com JOGOS OLÍMPICOS, desde 1992,  através de seu diretor e editor do site- está na cobertura dos Oitavos Jogos Olímpicos -  destaca que o COI e o Comitê Organizador estão batendo o pé. Dizem que não tem Plano B. A Olimpíada sai. Tem tempo até fim de abril. Por ora suspender ou transferir de sede ou outra data, não. Isso até possível, prevê a CARTA OLIMPICA, mas acarreta imensuráveis problemas, pois se trata de um MEGAEVNTO.  QUILISPORT ouviu especialistas. São Unâmimes  em reconhecer que há um grande empenho para resolver o problema instalado, mas são cautelosos com que pode acontecer e entendem que o CORONAVÍRUS atinge diretamente a vida do ser humano, em todas as suas áreas.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<< 
Registra-se que o CORONAVÍRUS  tem ocasionado o cancelamento ou transferência no mundo de vários eventos na Tecnologia, Educação, Religião, Salões, Shows, Carnaval, Desfiles, Mundial de Atletismo,, Encontro de Conselheiros da FIFA em Assunção, Jogos de Futebol da Liga Italiana,  Treinamento de Voluntários da própria TOKYO 2020, Maratona de Tokyo foi só para elite e a Meia Maratona de PARIS foi transeferida na véspera – dia 29 fev, seria no dia 1 de março - reunião da WADA, que seria realizada em março e a própria condução da Tocha Olímpica que iniciará no dia 26 de março, poderá ter mudanças. ( algumas citação da Folha de São Paulo)
Maratona de Tokyo só com a elite ( Internet)

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<< 

ALBERTO MURRAY
Advogado, escritor, especialista em ética, presidiu a Comissão de Ética do COB.

      ALBERTO MURRAY vive Jogos Olimpicos. Diz: "De fato não há plano B. Se por acaso o COI fosse alterar o local da competição isso teria que começar a ocorrer já, para dar tempo. E ainda assim os Jogos seriam improvisados. Pela Carta Olímpica nao há hipótese de os Jogos serem no ano que vem, pois não respeitaria o período Olímpico de quatri anos. Acho que até julho/agosto o coronavírus já estará controlado. A questão é que ainda faltam muitos pré olímpicos e isso sim está em risco. Se eles nao ocorrerem, o COI e as Federações Internacionais terão que achar uma maneira de distribuir essas vagas. Nao sei qual. Talvez até sorteio. Ou ranking mundial. O contrato de realização dos Jogos Olímpicos firmado entre o COI e a Cidade sede estipula regras para casos de cancelamento por pandemias ou desastres naturais. As seguradoras seriam acionadas. Mas isso nao indenizaria os prejuízos a tantas outras pessoas que já compraram suas viagens para Tokyo e outros negócios que giram em torno dos Jogos."
LEONARDO MATARUNA

Profissional de Educação Física, jornalista, professor da American University in The Emirates/DUBAI, especialista em megaevento.

       LEONARDO MATARUNA, fez à Editoria um relato técnico sobre a manifestação do Coronavírus e os impactos na realização de uma Olimpíada. Diz que as Instituições envolvidas com os Jogos Olímpicos e autoridades políticas e Gestoras do mundo estão trabalhando intensamente para que num curto espaço de tempo se tenha o cessar dessa proliferação já em mais de 50 países. Afirma que os Jogos não serão cancelados.O cancelamento ou transferência para outra cidade implicaria em muitos transtornos e não seria a solução. Prossegue: - Penso que em breve acharão a maneira para estancar o vírus ou saber como evitá-lo, até tendo uma convivência, porque o homem, ao natural, é adaptável. Transferir não é possível e cancelar teria implicação financeira muito alta e claro, também, não se pode colocar em risco a vida das pessoas. Vamos torcer para um desfecho feliz. Concluiu Mataruna.
ARATACA

Treinador chefe de atletismo da Sogipa. Treinador oficial da Seleção Brasileira de Atletismo nos Jogos Pan americanos de Lima e Campeonato Mundiais de Doha 2019.
      ARATACA: “Existe uma briga interna comigo mesmo,  pois muito estou trabalhando para isso..., Meu coração quer muito a realização, mas minha cabeça pede prudência. Realmente é um momento delicado pois com doença não se brinca. Mas tenho lido muito e conversado muito com autoridades médicas e esportivas. Chego a conclusão que tudo ainda é prematuro para uma tomada de decisão..... .O vírus está ainda em curva ascendente de crescimento, se alastrando e as autoridades olímpicas de saúde, procurando e desenvolvendo alternativas.....pois além da saúde dos participantes tem os interesses econômicos das organizações.....
E isso sabemos que tem peso de incomensurável valor nas decisões.
A minha opinião é uma mistura de sentimentos e torcida, pois penso que até abril esse vírus terá sua vacina, a quantidade de infectados já começa a equilibrar e até diminuir as taxas de mortalidade e as autoridades esportivas já terão seus planos concretizados. Os Jogos Olímpicos serão sim realizados!!! Isso é o que penso e torço.
JOSÉ DA CRUZ  E SOUZA

Foi repórter por 44 anos, desses 40 anos em Brasília, 31 anos  na cobertura esportiva, inclusive denunciando corrupção no setor.

J.CRUZ : “Apesar de faltarem apenas quatro meses para os Jogos Olímpicos 2020, ainda é cedo para que o COI e o comitê organizador se manifestem sobre o cancelamento ou não do evento, diante das infecções que o coronavírus vem provocando, mundo afora. O ato extremo de um cancelamento implicará na perda de bilhões de dólares dos investimentos da organização, dos patrocínios, contratos com a TV, com agências de viagens, hotéis, preparação das equipes, enfim. Porém, antes das marcas, tempos, recordes e pódios, está em jogo a saúde humana. Se a expansão do vírus crescer, o cancelamento será inevitável, pois aglomerações de público, combatidas pelas autoridades médicas, são próprias da festa olímpica e paralímpica. Assim, antes da abertura dos megaeventos, o coronavírus é o adversário comum a ser derrotado.

GUSTAVO BAJOTTO

Profissional de Educação Fisica. em Tokyo, atua na área à pesquisa cientifica,  com a comercialização de equipamentos de laboratórios.

GUSTAVO BAJOTTO -   O nova-palmense, que mora a décadas no Japão, nosso colaborador de QUILISPORT na pré-cobertura Tokyo 2020, testemunha o dia-dia de Tokyo e diz que mudou mesmo no último mês. As pessoas, na maioria, usam máscaras e estão atentas. Na sua opinião,  isso por precaução e destaca o cuidado das autoridades japonesas, quer o Governo e da Organização dos JOGOS, para harmonizarem o difícil momento que esse virus está causando e para que a Olimpíada saia.
O COB -  EMITIU um documento de alerta a comunidade esportiva, cuja teor está nessa nota publicada no site do COB.
COB emite comunicado sobre o Coronavírus
Documento elaborado pela área médica tem o objetivo de orientar atletas e comunidade esportiva
     Em virtude do avanço do Coronavírus no mundo e da proximidade com os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, o Departamento Médico do Comitê Olímpico do Brasil emite um comunicado com informações relativas ao assunto. O documento enviado às Confederações Brasileiras Olímpicas traz orientações aos atletas e comissões técnicas com o objetivo de reduzir o risco de infecção pelo vírus. As informações sobre a transmissão, sintomas e tratamentos ao vírus estão em consonância com a Organização Mundial da Saúde, Ministério da Saúde do Brasil e a Sociedade Brasileira de Infectologia. Entre as  recomendações estão as que a mídia está divulgando, com frequência: - Evitar contato próximo com pessoas que estejam com infecções respiratórias agudas;  Lavar frequentemente as mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente e antes de se alimentar; Cobrir nariz e boca ao espirrar ou tossir e, em seguida, higienizar as mãos;  Evitar tocar nas mucosas dos olhos;Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos; Manter os ambientes bem ventilados;  Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas.
      E no final diz a nota: “ O COB seguirá atento ao avanço do vírus, assim como aos informes da Organização Mundial de Saúde, Comitê Olímpico Internacional e Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 quanto ao assunto.”
NOTA DO EDITOR - QUILISPORT mantém-se, dentro de suas limitações, na vanguarda da COMUNICAÇÃO ESPORTIVA. Realizou essa matéria, em record de tempo, isso foi possível, pois os entrevistados são amigos, mas profissionalmente,  mantiveram suas isenções. Agradecemos ao ALBERTO, ARATACA, JCRUZ, MATARUNA E GUSTAVO. Talvez, poucos Veículos no mundo tenham tomado essa iniciativa em realizar uma matéria do gênero. QUILISPORT assim procedeu, nesse momento muito complicado para o esporte mundial e a saúde de todos os cidadãos do mundo.  O CORONAVÍRUS causa uma tensão muito grande, porque se trata de interferir na vida de seres humanos, atingindo todas as sua áreas de atuação e cancelar ou transferir JOGOS OLIMPICOS, um  megaevento é uma situação que requer uma decisão pontual. Os dias a seguir nos dirão, ainda é cedo, mas que preocupa, preocupa. A força que impera no esporte irmana e o que aconteça o melhor para a humanidade. (CLERY – EDITOR)


Nenhum comentário: