quarta-feira, 25 de março de 2020

NOSSO SITE REGISTRA O ADIAMENTO DE TOKYO 2020

 JOGOS OLIMPICOS DE TOKYO FORAM ADIADOS PARA 2021
Foi inegável que com a proliferação do CORONAVIRUS no mundo inteiro, o clima para a realização da OLIMPÍADA DE TOKYO era insuportável pelas perdas de vidas e o avanço do virus, embora que isso acarretaria grandes transtornos à cidade sede e também às empresas e pessoas envolvidas no Evento. Mas com insistentes apelos de Comitês Olímpicos e Paralímpicos Nacionais ( cita-se Austrália, Canadá, Estados Unidos, Itália, Espanha e o próprio Brasil), atletas olímpicos medalhistas e Federações Internacionais Esportivas. O primeiro presidente a sugerir os Jogos para 2021 foi Trump, dos Estados Unidos e assim mesmo o COMITE OLÍMPICO INTERNACIONAL - ICO e os dirigentes do COMITE ORGANIZADOR com o GOVERNO DO JAPÃO E METROPOLITANO DE TOKYO, pelo voz do ICO, a OLIMPÍADA se mantinha para a data prevista com início em 24 de julho. Ressalta-se que o canadense Dick Pound, 78 anos, integrante do ICO e ex- Presidente da WADA ( Agência Internacional de Antidopagem ) foi o primeiro a dizer que os JOGOS iriam ser adiados.

Presidente Thomaz Back, presidente do ICO
Mesmo assim, as autoridades olímpicas mantinham o plano inicial da OLIMPÍADA. A pressão era tão grande que no dia 22 de março, domingo, o ICO realizou uma reunião extraordinária, em Lausanne e informaram que os JOGOS poderiam ser adiados, mas que teria 4 semanas para o anuncio oficial.
Governo Japão/Tokyo e Comissão Organizadora de TOKYO 2020 chamaram uma reunião online com o ICO.( foto histório, porque decidiu um adiamento nunca acontecido na história Olímpica)
 Quando ninguém esperava, no dia 24 de março - exatamente a 4 meses do início dos JOGOS -  aconteceu uma reunião online do Governo do Japão, Metropolitano de Tokyo e Comitê Organizador da OLIMPÍADA com o Comitê Olímpico Internacional -ICO e a promessa de decidir em 4 semanas foi decidido em 2 dias de que "TOKYO 2020 permaneceria com a marca mas a sua realização não seria mais em 2020 e sim até o verão de 2021."
Para se ter uma ideia da repercussão financeira, Tokyo terá 13 bilhões de dólares  além de gastos já acontecidos terá de serem revistos contratos e inclusive a situação da VILA OLÍMPICA, que já tinha os seus aptos vendidos e para 2021, em julho tem mundial de natação e agosto o mundial de atletismo (mas esses compromissos poderão ser alterados). 

QUILISPORT ACOMPANHOU TODOS ESSES MOMENTOS E CONTOU COM A INTERNET, TV, OS  COLABORADORES GUSTAVO BAJOTTO ( TOKYO) E ALBERTO MURRAY (RIO) e JOSÉ CRUZ (BRASILIA)


Fogo arde a pira em TOKYO


 FOGO OLIMPICO NO LAMPIÃO - A explicação que buscamos com ALBERTO MURRAY, neto do PADILHA, advogado, um dos maiores estudiosos de OLIMPISMO. "O que vale mesmo é a chama Olímpica, que deve ser a mesma que se obteve na Grécia, em Olímpia. Ao ser acessa, ela vai para essa espécie de "lampião". A tocha é usada para fazer a cerimônia de transferir a chama de mão em mão. Por exemplo, se a tocha apaga, os carros de apoio tem sempre o lampião com a chama original para reacender. Abrs" Então VALE SIMBOLISMO OLIMPICO.

A Tocha Olímpica, que está em Tokyo e começaria o seu revezamento pelo país, iniciando em Furkushina, permanecerá em TOKYO. Aguarda o novo programa de revezamento que só acontecerá em 2021.

 Bajotto em Furkushina, cidade que receberá a Tocha

DEPOIMENTOS -  Nesses dias de definições e não definições, QUILISPORT contava com GUSTAVO BAJOTTO, que é Profissional de Educação Fisica e Cientista da área Médica e mora no Japão a 21 anos e atualmente está em Tokyo e tem sido nosso colaborador de nossas estadas em TOKYO nas pré-coberturas diretas do Japão que aconteceram em agosto de 2017 e agosto de 2019, respectivamente 3 anos e 1 ano ANTES DA OLIMPÍADA.
PROGRAMA SAÚDE PELA PRÁTICA - Espaço que QUILISPORT mantém na Rádio Imembui - Santa Maria - RS e o SITE SAUDE PELA PRÁTICA - Contaram com o apoio desses ilustres já citados homens do esporte, com GUSTAVO BAJOTTO tivemos as informações diretas de TOKYO, com J.CRUZ - Direto de Brasília - relatou os impactos econômicos que o ADIAMENTO DE TOKYO 2020 ocasionou e com ALBERTO MURRAY - de SP falou sobre as repercussões do adiamento de TOKYO 2020 e a quebra do regulamento OLIMPICO - CARTA OLIMPICA.
 Clery no seu note, RUMO A TOKYO
NOTA DO EDITOR - Estamos orgulhosos e agradecidos a DEUS de podermos registrar esses momentos que entrarão na história  olímpica ( que vai desde 1896, com a primeira edição em Atenas, na Grécia e chega a TOKYO 2020, portanto 124 anos e pela primeira vez tem o adiamento dos JOGOS OLIMPICOS para outro ano - 2021). Agradecemos aos nossos colaboradores: GUSTAVO, MURRAY e CRUZ que estiveram conosco e fazem parte dessa história. Rogamos que possamos ter saúde para que estejamos registrando do JAPÃO, em 2021, a nossa oitava cobertura olímpica. As coberturas olímpicas inciaram em BARCELONA,  1992; passamos por ATLANTA, 1996 e SYDNEY, 2000 (essas ao vivo) e por Tv e internet - 2004, ATENAS; 2008 - PEQUIM e 2012 - LONDRES e ao vivo, iniciando logo após Londres as pré-coberturas até RIO 2016 e no encerramento dessa, iniciamos a pré-cobertura de TOKYO, estando no JAPÃO, em agosto de 2017, 3 ANOS ANTES e agosto de 2019, 1 ANO ANTES e a previsão - com passagem no bolso era viajar , pela EMIRATES, dia 18 de julho e ficar no Japão até o dia 12 de agosto. A partir de agora replanejaremos as pré-coberturas e a própria OLIMPIADA que ainda não tem data marcada, mas que será, sem dúvidas, os seus 16 dias entre maio a agosto de 2021.(CLERY - EDITOR)






















Nenhum comentário: