segunda-feira, 20 de julho de 2020

COB RETOMA TREINAMENTO AINDA NA PANDEMIA

QUILISPORT NA PRÉ-COBERTURA TOKYO 2020-21:


Rio de Janeiro, 20/07/2020

COB reabre Centro de Treinamento Time Brasil

Ana Marcela Cunha (maratona aquática), Allan do Carmo (maratona aquática), Ygor Coelho (badminton), Ágatha e Duda (vôlei de praia), Giulia Penalber (wrestling), entre outros, passaram pelo CT nesta segunda
Na semana em que seriam realizados os Jogos Olímpicos de Tóquio, os atletas brasileiros receberam mais uma boa notícia. Nesta segunda-feira, dia 20, o Comitê Olímpico do Brasil (COB) reabriu o Centro de Treinamento Time Brasil, no Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro, e iniciou a retomada gradual dos treinamentos no local. Seguindo rígidos protocolos do Guia para a Prática de Esportes Olímpicos no Cenário da COVID-19, lançado em junho pela entidade, neste primeiro momento, no máximo 40 pessoas poderão entrar na instalação a cada dia.

Os primeiros a chegar CT do COB nesta segunda foram os maratonistas aquáticos Ana Marcela Cunha e Allan do Carmo. "Estar de volta ao CT Time Brasil e ter toda essa estrutura adequada já traz um novo ânimo para poder voltar ao ritmo de treinamento. Está sendo muito gostosa essa volta. Estou me sentindo muito segura com todos os protocolos e agora é retomar aos poucos, com calma, que as coisas vão começar a acontecer", afirmou a Ana Marcela Cunha, que durante o isolamento utilizou um equipamento cedido pelo COB em sua casa para simular as braçadas na água.

O grupo inicial a utilizar o CT Time Brasil é formado por atletas que residem no Rio de Janeiro e já garantiram vaga para os Jogos Olímpicos de Tóquio ou estão próximos da classificação olímpica e não integram a Missão Europa. Novas permissões serão concedidas gradualmente, de acordo com as cinco fases estabelecidas pelo protocolo do COB.

"Estou há um mês treinando com equipamentos em casa, mas não é a mesma coisa que vir para o CT. Estava treinando na Dinamarca, tinha alguns pesos no clube, mas nada comparado à estrutura daqui. Estou muito emocionado em poder voltar e ter tudo à nossa disposição. Depois de tanto tempo parado, é um sentimento de alegria e motivação", celebrou Ygor Coelho, campeão pan-americano de badminton.

Além dos dois maratonistas aquáticos e de Ygor Coelho, passaram pelo CT nesta segunda a dupla de vôlei de praia Ágatha e Duda, a saltadora Ingrid Oliveira e a atleta de wrestling Giulia Penalber, entre outros. Ao longo da semana, a projeção é que competidores de outros quatro esportes reiniciem seus treinos no espaço administrado pelo COB desde 2008 e que estava fechado há cerca de quatro meses por causa da pandemia do novo coronavírus.

Depois de todos os testes e simulações previstos na primeira fase do protocolo, a reabertura do CT é o segundo passo dentro deste retorno. "A implementação foi colocada em prática com toda a rigidez em relação à triagem, higienização de equipamentos, distanciamento social e turnos de ocupações das salas. Todas as normas que foram estabelecidas estão sendo observadas e a gente segue aprimorando esses controles nos próximos dias para oferecermos as melhores condições de segurança para os nossos atletas", afirmou o Diretor de Esportes do COB, Jorge Bichara, informando que todos os atletas programados para utilizar o CT nesta semana passarão por avaliações para identificar em qual estágio físico estão. Desta forma, será definida a programação de treinos daqui para frente.

Neste primeiro momento, estão em funcionamento as piscinas olímpica e de saltos do Parque Aquático Maria Lenk, além da Sala de Força e Condicionamento e o Laboratório Olímpico. O Centro de Treinamento de Ginástica Artística permanece fechado, pois a higienização dos equipamentos levará mais tempo. Enquanto isso, os atletas da seleção brasileira da modalidade treinarão em Sangalhos (Portugal), integrando a Missão Europa.

O CT Time Brasil volta a funcionar novamente em uma semana importante para os atletas. "Iniciar essa retomada exatamente na semana em que seriam realizados os Jogos Olímpicos de 2020 tem um simbolismo muito grande. A intenção do COB é fazer com que essa seja uma semana especial e que todos, utilizando ou não o CT, tenham o mesmo sentimento. Estamos enfrentando um momento difícil, mas vamos passar por ele e retomar à nossa condição de preparação. Vamos trabalhar muito forte neste período para conseguir chegar em julho de 2021 na nossa melhor condição para que todos possam representar muito bem o Brasil em Tóquio", destacou Bichara.

Atualmente, a entidade trabalha em duas grandes frentes. Além da reabertura do CT Time Brasil, coloca em prática a Missão Europa, que proporcionará a volta aos treinos para cerca de 200 atletas até o final do ano. Neste momento, estão em Portugal atletas de judô, natação, nado artístico, boxe, ginástica artística e ginástica rítmica. O COB também acompanha a retomada dos treinamentos de outros atletas que estão no exterior como Thiago Braz e Núbia Soares, do atletismo, Nathalie Moellhausen, da esgrima, Bruno Fratus, da natação, Tati Weston Webb, do surfe, dentre outros.